Visita do PCP ao IAC

Dezembro 18, 2015 às 11:54 am | Publicado em O IAC na comunicação social | Deixe um comentário
Etiquetas: , , , ,

O IAC recebeu ontem uma comitiva do PCP formada por Jerónimo de Sousa, Fernanda Mateus e Mariana Guerra na sede do Instituto de Apoio à Criança. Foram abordados na reunião vários assuntos entre os quais a pobreza infantil, abandono escolar, a importância das condições sociais que condicionam as expectativas das crianças, o apoio às ONG como o IAC, entre outros assuntos. O Instituto de Apoio à Criança esteve representado pela Vice-Presidente Drª Dulce Rocha e pelo Dr. Vasco Alves, igualmente da Direcção do IAC e por representantes de todos os Sectores: Projecto Rua, SOS Criança, Apoio Jurídico, Humanização e Actividade Lúdica e Centro de Estudos, Documentação e Informação sobre a Criança.

http://www.pcp.pt/encontro-com-instituto-de-apoio-crianca

1

2

3

 

Editora Teodolito oferece receita da venda do livro “Menino como Eu” ao IAC

Janeiro 29, 2013 às 1:00 pm | Publicado em Divulgação | Deixe um comentário
Etiquetas: , , , , , , , , , , ,

A professora Luísa Moniz, destacada no IAC, SOS Criança, é a autora do livro Menino como eu.

O livro foi ilustrado por Rita Moniz, designer e editado por Carlos Veiga Ferreira na Editora Teodolito.

O livro é um gesto de solidariedade com todas as crianças sofredoras, pois através da história os meninos ficam a conhecer um serviço, que é um direito da Criança – o Direito à informação e a ter voz na construção da sua vida.

Os adultos ficam também a conhecer o SOS Criança e o IAC e ficam com uma responsabilidade acrescida, o sinalizar as crianças maltratadas ou com problemas.

As escolas beneficiam também deste Menino como eu pois salas como a do Marinho há quase por toda a parte.

Foi feita uma sugestão de guião de leitura que tem sido apresentada aos professores de algumas escolas, nomeadamente da Escola EB2,3 de Marvila, na Biblioteca Manuel Alegre.

A receita da venda (mil e setecentos euros) do Menino como eu foi entregue, como o primeiro donativo, em dezembro de 2012.

A autora, a ilustradora e o editor agradecem a todos quantos contribuíram para este donativo.

Luísa Lobão Moniz, Rita Moniz, Carlos Veiga Ferreira não escondem a sua satisfação por terem contribuído para uma causa tão nobre como a defesa dos Direitos da Criança e da implementação da Convenção sobre os Direitos da Criança.

Que o livro continue a ser divulgado e adquirido por mais pessoas é o desejo de todos nós para que um novo donativo possa acontecer.

moniz

Porquê o donativo?

Luísa Maria Lobão da Veiga Moniz, professora do ensino básico, destacada no Instituto de Apoio à Criança, mais precisamente no SOS Criança teve sempre um carinho especial pelo Instituto.
Contactou com o SOS Criança, em 1989, por causa de uma menina mal tratada que hoje constituiu uma família feliz e estruturada.

Desde que surgiu o IAC que desejou colaborar com esta Instituição, pois sempre deu aulas em escolas consideradas problemáticas.

Colaborou em várias iniciativas sendo que aquela que mais a marcou foi ”As Crianças sonham a Europa”.

Quis os acasos da vida que em setembro de 2010 tivesse sido destacada para o IAC.

Nas primeiras reuniões de equipa do SOS Criança, em que participou, sentia-se o desejo da equipa divulgar o número da linha mais perto das crianças.

Ofereceu-se para fazer uma história que pudesse ser lida e refletida pelas escolas e que divulgasse o SOS Criança.

A história foi do agrado da equipa e o Coordenador Dr. Manuel Coutinho deu-lhe toda a liberdade para avançar.

Pensou em fotocopiá-la e fazer um pequeno livrinho.

Contactou com o CEDI que lhe aconselhou um ilustrador, mas a tentativa saiu lograda.

Fez, então, um desafio à sua sobrinha,  Rita Moniz, que estava a acabar o curso de design, para o ilustrar, sabendo ela que não iria receber nada por esse trabalho, a não ser a satisfação de estar a contribuir para uma boa causa.

A ilustração foi avançando e foi do agrado do editor, Carlos Veiga Ferreira, da Teodolito que aceitou, de imediato, lançar-se também neste gesto de solidariedade e publicar o livro graciosamente.

Carlos Veiga Ferreira, numa reunião com o Dr. Manuel Coutinho, no SOS Criança, combinou e acertou detalhes sobre a edição do livro.

Foi, sem hesitação e com muito entusiasmo, que os três, editor, meu marido, ilustradora, minha sobrinha e a autora, eu, abdicaram de qualquer benefício material.

Do que não abdicaram foi da alegria de poderem ser solidários com as crianças que estão em sofrimento e que não sabem que não estão sozinhas no mundo, têm o SOS Criança para as ajudar.

Esta foi a motivação para a edição do livro “Menino como eu” editado pela Teodolito, ilustrado por Rita Moniz e escrito por mim, Luísa Lobão Moniz.

moniz2

Programa Linha da Frente : Pobres Crianças RTP 1 com a participação de técnicos do IAC

Dezembro 14, 2012 às 2:00 pm | Publicado em Divulgação, O IAC na comunicação social | Deixe um comentário
Etiquetas: , , , , , , , , , , , , , ,

linha

Os técnicos do Instituto de Apoio à Criança (Dr. Manuel Coutinho, Drª Sandra Paiva, Drª Anabela Lopes, Drª Matilde Sirgado, Drª Melanie Tavares, Drª Maria João Cosme, Dr.José Brito Soares, Dr. Vasco Alves, Drª Palmira Carvalho e Drª Paula Paçó) participaram no Programa Linha da Frente : Pobres Crianças RTP 1 do dia 13 de dezembro de 2012. A sua participação pode ser visionada nos minutos (15,12 m, 20,05 m, 20,44 m, 24,41 m, 25,20 m, 31,41 m).

Ver o programa Aqui

No “Linha da Frente” conheça a realidade das crianças em Portugal.
Há ou não fome em Portugal? Quem são as crianças que desmaiam nas salas de aulas?
“Pobres
Crianças” mostra como a crise está a afectar as crianças em Portugal.
“Pobres Crianças” é uma reportagem de Patrícia Lucas com imagem de Paulo Jorge e edição de Sara Cravina

Reportagem
pura e dura que retrata a dureza da realidade. Linha da Frente tem
nesta nova temporada ambição de mostrar e contar mais histórias do mundo
sem esquecer o seu foco português.
Um espaço de compromisso com o inconformismo, com a reportagem, com a notícia, com a verdade
Direção: Nuno Santos/Rosário Salgueiro
Coordenação: Mafalda Gameiro.

Equipas premiadas do Concurso Escolar “Se o meu telemóvel voasse- Direito à Diferença”

Junho 27, 2012 às 2:00 pm | Publicado em CEDI, Divulgação, O IAC na comunicação social | Deixe um comentário
Etiquetas: , , , , , , , ,

Após a validação de todas as candidaturas ao concurso “Se o meu telemóvel voasse” promovido pelo Instituto de Apoio à Criança /IAC-CEDI, que contou com a participação de 226 alunos de todos os níveis de ensino, abrangendo escolas de todo o país (Continental e Açores), foram apurados os quatro projetos vencedores, seus autores e respetivas escolas sendo que os prémios serão entregues, no dia 28 de junho, pelas 15 horas, nas instalações da Livraria Barata, na Avenida de Roma nº 11A, em Lisboa, na presença dos alunos, pais e/ou dos representantes das suas escolas.

Este pequeno evento conta, ainda, com a presença dos elementos do júri – Cláudia Manata/IAC-CEDI, Emílio Santos/BPI, José Fanha/Autor, Nuno Domingues/IAC-CEDI Paulo Porfírio/EPAD e Vasco Alves/IAC-Direção – e dos patrocinadores do concurso – BPI e Leya.

As equipas vencedoras de cada escalão são:

Escalão A – alunos do ensino básico

EB1/JI Espinho 2 (Agrupamento de Escolas Sá Couto),Espinho – Projeto “A história de D. Banarela”, autoras: Inês Moreira, Catarina Rocha e Ana Isabel Lamego

 

Escalão B – alunos do 2º do ensino básico

Agrupamento de Escolas Brás Garcia de Mascarenhas, Oliveira do Hospital – Projeto “Todos diferentes, todos especiais”, autores: Diogo Seabra, Joseph Correia, Luís Marques, Margarida Batista, Vicente Carmo.

Escalão C – alunos do 3º ciclo do ensino básico

Escola EB 2,3 Gil Vicente, Guimarães – Projeto “Eu e tu, da diferença nasce a vida”, autores: Filipe Martins, Nelson Guimarães, Paula Salgado, Bruna Ferreira, Tibério Pereira

Escalão D – alunos dos ensino secundário e profissional

Escola Secundária de Mem-Martins, Sintra – Projeto “Contrastes”, autores : João Miguel Marques e Bruno Alves

Tendo em conta a elevada qualidade dos projetos apresentados a concurso, o IAC decidiu atribuir uma pequena lembrança (1 LIVRO) aos projetos que ficaram em 2º e 3º lugares, assim como um certificado de participação a todos os participantes. Estes prémios serão uma gentileza da Vodafone, da Leya Editores e da Letrarium Publicações.

Brevemente, estarão disponíveis no site institucional do IAC os projetos vencedores.

 

O Instituto de Apoio à Criança agradece a todas as crianças, jovens e seus professores a adesão a esta iniciativa e a todos deseja um grande sucesso pessoal e académico. E que o DIREITO À DIFERENÇA, promovido através dos diversos textos que escreveram, continue a ser defendido por todos! Bem hajam!

Avaliação Anual do Projecto Rua

Janeiro 25, 2012 às 2:41 pm | Publicado em O IAC na comunicação social | Deixe um comentário
Etiquetas: , , , , ,


Entries e comentários feeds.