Participação de Dulce Rocha no Programa Sociedade Civil na RTP 2 sobre o 25º Aniversário da Convenção sobre os Direitos da Criança

Novembro 20, 2014 às 11:00 am | Publicado em O IAC na comunicação social | Deixe um comentário
Etiquetas: , , , , , ,

phpThumb.php

A Drª Dulce Rocha, Vice-Presidente do Instituto de Apoio à Criança, irá participar no Programa Sociedade Civil na RTP 2 no dia 20 de Novembro de 2014 pelas 14.00 horas.

 

 O Mundo é Hoje Um Lugar Melhor Para as Crianças

“Em 20 de Novembro de 1989, as Nações Unidas adotaram por unanimidade a Convenção sobre os Direitos da Criança (CDC), documento que enuncia um amplo conjunto de direitos fundamentais – os direitos civis e políticos, e também os direitos económicos, sociais e culturais – de todas as crianças, bem como as respetivas disposições para que sejam aplicados”. Assim, a Convenção sobre os Direitos da Criança completa 25 anos. Por isso, não podemos conformar-nos com as desigualdades e com o empobrecimento. O respeito pelos direitos e a dignidade das crianças são valores essenciais numa sociedade verdadeiramente democrática, mas com estes gravíssimos problemas demográficos, no nosso País, são questões de sobrevivência. A convenção é uma espécie de tratado internacional cujas normas foram muito inovadoras pois tratam a criança como um ser humano igual em dignidade e direitos. Lembra que a criança tem o direito à sua integridade pessoal, o direito a ser respeitada, que tem o direito à preservação e reconhecimento das suas relações afetivas profundas, inclusivamente que tem direito à palavra. Nos dias de hoje, vários são os desafios que se impõem como a superação da pobreza, a inclusão social e a redução do fosso de desigualdade que caraterizam o nosso continente. O que é a convenção sobre os direitos da criança? Porque razão era necessário um documento que descrevesse os direitos da criança? A convenção substitui as leis de um país? Quem controla a aplicação das disposições da convenção? A convenção atribui ao governo uma parte da responsabilidade que cabe aos pais? Será que as crianças são demasiado infantis para compreenderem os direitos? A convenção interfere na forma como os pais educam os filhos?

 

Seminário “Participação da Sociedade Civil – Da Escala Local à Escala Global” com a participação de Maria João Malho do IAC

Outubro 5, 2014 às 3:00 pm | Publicado em Divulgação | Deixe um comentário
Etiquetas: , , , , , , ,

A Dr.ª Maria João Malho (Técnica do CEDI do IAC – Centro de estudos, Documentação e Informação Sobre a Criança do Instituto de Apoio à Criança), irá participar no painel “Fórum Não Governamental para a Inclusão Social” pelas 15.00 no dia 10 de outubro.

santarem

mais informações:

http://www.animar-dl.pt/index/manifesta

http://www.fngis.pt/seminario_-participacao-da-sociedade-civil-da-escala-local-a-escala-global/

Inscrições até 8 de Outubro com indicação de nome completo, entidade, contacto telefónico e email para geral@fngis.pt

Palácio do Landal (Rua Serpa Pinto nº185 – 2000-046 Santarém)

 

 

 

Emissão on-line Sociedade Civil de 14 de Julho de 2014 sobre Residência Alternada

Julho 25, 2014 às 8:00 pm | Publicado em A criança na comunicação social, Vídeos | Deixe um comentário
Etiquetas: , , , , ,

sociedade-civil

Ver o programa aqui

A residência alternada consiste numa divisão rotativa e tendencialmente simétrica dos tempos da criança com os progenitores de forma a possibilitar a produção de um quotidiano familiar e social com o filho durante os períodos em que se encontra com cada um deles.
Constitui uma modalidade singul
ar de coparentalidade e pode caracterizar-se pela possibilidade de cada um dos pais de uma criança ter o filho a residir consigo, alternadamente, segundo um ritmo de tempo que pode ser de um ano escolar, um mês, uma quinzena ou uma semana, uma parte da semana, ou uma repartição organizada dia a dia (divisão rotativa e tendencialmente paritária dos tempos de residência, dos cuidados e da educação da criança) em que, durante esse período de tempo, um dos progenitores exerce, de forma exclusiva os cuidados que integram o exercício das responsabilidades parentais.
No termo desse período, os papéis invertem-se. Enquanto um dos progenitores exerce a guarda durante o período que lhe é reservado nesse contexto, com todos os atributos que lhe são próprios (educação, sustento, etc), para o outro transfere-se o direito de fiscalização e de visitas.
Findo o período estipulado, a criança faz o caminho de volta para a casa do outro progenitor, sendo normalmente regida por normas de concertação, de valorização recíproca e de pacificação voluntária do quotidiano, através de concessões recíprocas que visam adaptar as modalidades de alternância às necessidades da criança.
De 2ª a 6ªfeira, Sociedade Civil traz-lhe gente que se dedica a melhorar a nossa vida, cidadãos com uma larga experiência na resolução de problemas, pessoas de várias organizações mobilizadas para soluções nas mais diversas áreas.

 

Participação de Ana Sotto-Mayor, no Programa Sociedade Civil na RTP 2 sobre “Divórcio: como proteger as crianças?”

Dezembro 10, 2013 às 2:00 pm | Publicado em O IAC na comunicação social | Deixe um comentário
Etiquetas: , , , ,

A Drª Ana Sotto-Mayor, Jurista do Serviço Jurídico do Instituto de Apoio à Criança, irá participar no Programa Sociedade Civil na RTP 2 no dia 12 de Dezembro de 2013 pelas 16.30 horas. O IAC é parceiro do programa Sociedade  Civil e tem participado num já considerável número de emissões, na  generalidade trata-se de um conjunto de programas em que os temas se  relacionam com os direitos das crianças, sendo matérias de verdadeiro interesse público.

Quinta-feira, 12 dezembro
Divórcio: como proteger as crianças?

A separação de um casal nunca é fácil, mas quando há filhos ainda se torna mais difícil. A gestão dos conflitos e do ambiente familiar nem sempre é tarefa simples e manter as crianças à margem disto para que não sofram é quase impossível. Por isso é importante preparar as crianças para o divórcio.
Já após o divórcio é fundamental que os pais sejam capazes de manter o ritmo diário da criança e ainda que ambos os cônjuges se esforcem por passar o máximo de tempo possível com os filhos.
No Sociedade Civil de hoje falamos de divórcios, de igualdade parental e do impacto nas crianças.

sc

 

Participação de Dulce Rocha no Programa Sociedade Civil na RTP 2 sobre Direitos da Criança em Portugal

Novembro 18, 2013 às 12:00 pm | Publicado em O IAC na comunicação social | Deixe um comentário
Etiquetas: , , , , , ,

sociedade civil

A Drª Dulce Rocha, Vice-Presidente do Instituto de Apoio à Criança, irá participar no Programa Sociedade Civil na RTP 2 no dia 19 de Novembro de 2013 pelas 16.30 horas. O IAC é parceiro do programa Sociedade  Civil e tem participado num já considerável número de emissões, na  generalidade trata-se de um conjunto de programas em que os temas se  relacionam com os direitos das crianças, sendo matérias de verdadeiro interesse público.

No Sociedade Civil de 19 de novembro, (3ª feira), vamos abordar o tema Direitos da criança em Portugal”, com a seguinte abordagem:

 Entre 2009 e 2012 foram cerca de 500 mil as crianças que perderam o direito ao abono de família e muitas outras viram o valor que recebiam diminuir. Um relatório redigido pela Unicef Portugal e tornado público recentemente alerta que este facto, unido a tantos outros relacionados com a crise instalada no país, está a fazer aumentar a taxa de risco de pobreza entre as crianças portuguesas, que em 2011 já se situava em 26,8%.

Existem crianças no país que não têm acesso ao essencial na alimentação, na saúde e na educação?

Estará o Estado português a violar convenções internacionais relativas às crianças que assinou? Quais as soluções existentes?

 Convidados:

Dulce Rocha, Vice-Presidente do Instituto de Apoio à Criança

 Ana Sofia de Sá Pereira, Advogada e Vogal da Comissão dos Direitos Humanos da Ordem dos Advogados.

Tito Morais, Fundador Projeto MiudosSegurosNa.Net

Representante da Comissão Nacional de Proteção das Crianças e Jovens em Risco

Criminalizar o bullying? Emissão on-line Sociedade Civil de 20 de Setembro

Setembro 30, 2013 às 1:00 pm | Publicado em A criança na comunicação social, Vídeos | Deixe um comentário
Etiquetas: , , , , , ,

sociedade-civil

Ver o programa “Criminalizar o bullying?”  Emissão on-line da Sociedade Civil de 20 de Setembro de 2013 Aqui

Criminalizar o bullying?

Um em cada quatro portugueses conhece uma vítima de bullying e, segundo sondagem da APAV, 88% já foi vítima ou conhece alguém que passou pela mesma situação. A maior parte refere insultos, ameaças e agressões. Em 55% dos casos tudo acontece em ambiente escolar. Mas, de acordo com a APAV, o bullying também tem registos no local de trabalho. O que fazer enquanto vítima? Que sinais são mais comuns na vítima? Qual o perfil do agressor? Que papel deve ter a escola? E deve-se ou não penalizar o bullying?

Participação de Manuel Coutinho no Programa Sociedade Civil na RTP 2 sobre “Birras : Como Evitar?”

Agosto 23, 2013 às 6:00 am | Publicado em O IAC na comunicação social | Deixe um comentário
Etiquetas: , , , , , ,

sociedade civil

O Dr. Manuel Coutinho (Secretário–Geral do Instituto de Apoio à Criança e Coordenador do  Sector SOS-Criança do Instituto de Apoio à Criança), esteve presente no Programa da RTP 2, Sociedade Civil, no passado dia 21 de Agosto, subordinado ao tema Birras : Como Evitar?

Não quero, não vou, não faço, não gosto, não deixo. Quem nunca teve de lidar com uma birra do filho na rua, no supermercado, numa festa de família ou à porta da escola? Afeto, persistência e calma são trunfos para lidar com o mau temperamento dos filhos. Mas como se impõem limites? Como se leva uma birra até ao fim? “O pai/mãe vai ficar triste” é um bom argumento? É mesmo necessário explicar sempre porque têm que fazer o que lhes dizem? Como se dá a possibilidade aos mais pequenos de ganharem pequenas batalhas? E a pergunta que todos fazem: é mesmo necessário castigar?

Assista ao programa Aqui

 

Participação de Dulce Rocha no Programa Sociedade Civil na RTP 2 sobre Autismo

Abril 2, 2013 às 9:00 am | Publicado em O IAC na comunicação social | Deixe um comentário
Etiquetas: , , , ,

sociedade civil

A Drª Dulce Rocha, Vice-Presidente do Instituto de Apoio à Criança, irá participar no Programa Sociedade Civil na RTP 2 no dia 02 de Abril de 2013 pelas 14.00 horas no qual abordará o autismo e os 30 anos do IAC. O IAC é parceiro do programa Sociedade Civil e tem participado num já considerável número de emissões, na generalidade trata-se de um conjunto de programas em que os temas se relacionam com os direitos das crianças, sendo matérias de verdadeiro interesse público.

Sinopse – Que tipos de autismo existem?

Cerca de 65 mil portugueses sofrem de alguma perturbação do espetro do Autismo, segundo estimativas norte-americana.
Acompanhamento personalizado, terapeutas, psicólogos são alguns dos profissionais que devem compor a rede de cuidados para estas pessoas.
Mas o que se sabe sobre a doença? Como se desenvolve? Há tratamentos?
E na escola que apoios existem? O ensino diferenciado é acessível a todos? Há graus de autismo? Que comorbilidades existem?
No dia Mundial da Consciencialização do Autismo o Sociedade Civil reúne pais, educadores e profissionais de saúde para responderem a todas as dúvidas.

Pode participar no Sociedade Civil, vendo o programa (14h-15h30, de 2ª a 6ª), colocando um comentário no Facebook, ou mesmo por telefone. Se pretender entrar no programa por via telefónica, por favor envie-nos uma mensagem privada com seu nº de telefone para combinarmos consigo o dia/hora da sua intervenção.

Álcool e juventude: um cocktail perigoso – Hoje no Sociedade Civil às 14.00 na RTP 2

Março 27, 2013 às 12:49 pm | Publicado em A criança na comunicação social | Deixe um comentário
Etiquetas: , , , , , ,

sociedade civil

As bebidas espirituosas estão proibidas a menores de 18 anos, mas o vinho e a cerveja podem ser consumidos a partir dos 16 anos.

Esta é uma das mudanças que a nova lei do álcool trouxe, mas há mais: a taxa de álcool é reduzida para 0,2 para alguns condutores, está proibida a venda de álcool durante a noite em lojas de conveniência e em postos de combustíveis nas autoestradas e fora das localidades.

De que forma a nova lei vai travar o consumo do álcool entre adolescentes? Por que se diferencia o tipo de álcool? A partir de que idade o corpo está preparado para o álcool?

Sociedade Civil

Participação de Dulce Rocha no Programa Sociedade Civil na RTP 2 sobre “Partilha parental e residência alternada”

Outubro 15, 2012 às 10:00 am | Publicado em A criança na comunicação social, O IAC na comunicação social | Deixe um comentário
Etiquetas: , , , , , , , ,

A Drª Dulce Rocha, Vice-Presidente do Instituto de Apoio à Criança, irá participar no Programa Sociedade Civil na RTP 2 no dia 15 de Outubro de 2012 pelas 14.00 horas. O IAC é parceiro do programa Sociedade Civil e tem participado num já considerável número de emissões, na generalidade trata-se de um conjunto de programas em que os temas se relacionam com os direitos das crianças, sendo matérias de verdadeiro interesse público.

Sinopse – A grande maioria da guarda de crianças é atribuída às mães. E apesar do conceito de guarda partilhada existir juridicamente, só 3% dos casos têm este desfecho em tribunal.

Mas que soluções existem para que as crianças convivam, de forma igual, com ambos os pais? A aplicabilidade da guarda partilhada é assim tão difícil? Com o fim de uma relação conjugal como se partilham responsabilidades? E quando não existe consenso entre o casal?

A guarda partilhada tem desvantagens? É benéfica para as crianças? Evita conflitos parentais? É ou não a solução para  superior interesse da criança?”

Convidados:

Ricardo Simões, Associação Portuguesa para a Igualdade Parental e Direitos dos Filhos

Dulce Rocha, Instituto de Apoio à Criança

Teresa Villas, Presidente da Comissão de Proteção de Crianças e Jovens de Sintra Ocidental

Quarto convidado a confirmar

Página seguinte »


Entries e comentários feeds.