Guia para o atendimento e intervenção em rede

Setembro 27, 2012 às 8:00 pm | Publicado em Divulgação, Livros | Deixe um comentário
Etiquetas: , , , , , , ,

Descarregar o documento Aqui

A Violência Doméstica, actualmente crime público em Portugal, constitui uma preocupação e uma prioridade ao nível do atendimento e da intervenção na comunidade, fazendo-se sentir, cada vez mais, a necessidade de respostas integradas e articuladas.

É nesse sentido que surge a RIVS, assumindo-se como uma Rede de Intervenção na área da Violência, em Sintra. O Guia de Atendimento que agora se apresenta surge como uma estratégia de consolidação desta rede articulada especializada que tem vindo a ser construída desde 2010.

O trabalho em rede, na área da violência, deve focalizar-se no interesse e no bem-estar da vítima. Deste modo, é fundamental a existência de um conjunto de procedimentos que deverão constituir o referencial de intervenção e apoio a vítimas de violência de género e violência doméstica de forma a garantir a sua integridade.

Este Guia pode ser usado como instrumento de trabalho por qualquer profissional que atenda ou possa vir a atender vítimas de violência doméstica. No entanto, está especialmente centrado nas mulheres vítimas, uma vez que estas continuam a representar estatisticamente uma faixa maioritária, entre as vítimas de violência doméstica. Oportunamente serão editados novos Guias, particularmente vocacionados para o atendimento a outros públicos específicos (pessoas idosas, por ex.). É um Guia breve e pragmático, que não pretende substituir outros já editados pelas mais diferentes entidades, nem aprofundar as temáticas teóricas subjacentes, focalizando-se nos conhecimentos e estratégias de acção mais directamente necessários para a acção do/a profissional. Ou seja, assumese, essencialmente, como um convite a saber mais e a procurar atender melhor, articulando os recursos locais.

Acima de tudo, não dispensa uma adequada formação dos/as profissionais, inicial e contínua. Não dispensa, também, uma atenção particular aos novos estudos que vão sendo produzidos. É nesse sentido, também, que integra um conjunto de conceitos menos comuns.


Entries e comentários feeds.