8.as Jornadas de Saúde Mental “Entre as Redes Neuronais e as Redes Sociais”

Outubro 13, 2015 às 6:00 am | Publicado em Divulgação | Deixe um comentário
Etiquetas: , , , , ,

8

mais informações:

http://8asjornadassaudementalgaia.weebly.com/apresentaccedilatildeo.html

 

Conferência João dos Santos no Século XXI : Saúde, Educação, Cultura, Sociedade

Julho 23, 2013 às 12:00 pm | Publicado em Divulgação | Deixe um comentário
Etiquetas: , , ,

santos

João dos Santos, Sócio n.º 1 do Instituto de Apoio à Criança, nasceu a 15 de Setembro de 1913 e faleceu a 16 de Abril de 1987.

Conferência integrada nas comemorações do Centenário do nascimento de João dos Santos, que se vai realizar em Lisboa nos dias 6 e 7 de Setembro de 2013, na Sala 1 do Cinema São Jorge, Avenida da Liberdade 175, 1250-141 Lisboa, Portugal, telefone +351 213 103 400 (transportes públicos Avenida).

Para consultar o programa completo da conferência clique aqui [Programa da Conferência].

O preço de inscrição inclui um exemplar do livro “Prevenir a Doença e Promover a Saúde” de João dos Santos, em formato eBook, que será distribuído no princípio de Setembro de 2013, assim como uma brochura biográfica do autor que será entregue aos participantes nos dias da Conferência.

Inscrição:  20€10€para estudantes e séniores.

As inscrições estão abertas e podem ser feitas através dos seguintes contactos. Por favor descarregue e preencha o seguinte Formulário de inscrição e remeta por email para coisasdeler.editora@gmail.com ou fax para 211 919 349 ou telefone com os seus dados para  211 919 350.

Online:       www.coisasdeler.pt
Email:        coisasdeler.editora@gmail.com ou info@joaodossantos.net
Telefone:   211 919 350      Fax:   211 919 349

Saúde Mental alerta para ‘escasso número’ de psiquiatras de infância

Julho 4, 2012 às 6:00 am | Publicado em A criança na comunicação social | Deixe um comentário
Etiquetas: , , , ,

Notícia do Sol de 27 de Junho de 2012.

O Programa Nacional para a Saúde Mental (PNSM) alerta para o «escasso número» de psiquiatras da infância e da adolescência e considera «prioritária» a abertura anual de um mínimo de 13 a 15 vagas nos próximos seis anos.

A Direcção-geral da Saúde (DGS) colocou em consulta pública (contributos.programas@dgs.pt), até 9 de Julho, o PNSM 2007/2016, um documento estratégico que define as metas e os objectivos a atingir nesta área.

Dados da Academia Americana de Psiquiatria Infantil e Adolescente referem que uma em cada cinco crianças apresenta evidência de problemas mentais, proporção que tende a aumentar, registando-se que entre as referenciadas apenas um quinto recebe tratamento adequado.

Estimativas da Rede de Referenciação Hospitalar de Psiquiatria da Infância e da Adolescência referem que há um «escasso número» destes especialistas, uma situação que irá agravar-se com «o elevado número de saídas previsíveis por motivos de reforma».

O PNSM considera também «prioritário» rever o actual modelo contratual dos novos hospitais em regime de parcerias público-privadas (PPP), a nível de prestação de cuidados de psiquiatria e saúde mental, centrado exclusivamente em actividade intra-hospitalar (episódio de internamento, consulta externa, sessão de hospital de dia).

Este modelo «não permite configurar uma resposta assente no desenvolvimento de cuidados de proximidade, em contexto comunitário», refere o documento.

Dados preliminares do primeiro estudo epidemiológico nacional sobre prevalência de perturbações psiquiátricas apontam para 22,9% de prevalência anual, registando-se 6,3% de situações graves.

«Em Portugal existe uma das mais elevadas prevalências de doenças mentais da Europa e uma percentagem importante das pessoas com doenças mentais graves permanece sem acesso a cuidados de saúde mental», alerta o documento.

Uma das metas traçadas no programa é reduzir, até 2016, o impacto da doença mental, traduzido no crescimento máximo até 5% do número de episódios de urgência.

Outra das metas é reduzir o número de doentes institucionalizados em hospitais públicos em, pelo menos, 80%.

A crise financeira também é abordada no documento, frisando que «é plausível a ocorrência de um aumento da prevalência de algumas doenças mentais» e uma subida da taxa de suicídio em alguns sectores da população.

«Se o investimento no desenvolvimento dos serviços comunitários para doentes mentais graves já era uma prioridade antes da crise, é-o ainda mais agora», alerta.

Apesar de todas as dificuldades decorrentes da situação de crise, o plano afirma que já conseguiu «progressos significativos»: «o número de doentes institucionalizados em hospitais psiquiátricos diminuiu 40%» e «encerrou-se com sucesso o mais antigo hospital psiquiátrico do país [Miguel Bombarda]».

Para os autores do programa, os constrangimentos económicos actuais constituem também «uma oportunidade para se proceder a reformas importantes, até agora de difícil implementação, tais como a adopção de guidelines para a prescrição racional de psicofármacos e o envolvimento de profissionais não-médicos em programas terapêuticos».

Lusa/SOL

 

XXII Encontro Nacional de Psiquiatria da Infância e da Adolescência

Abril 28, 2011 às 9:00 pm | Publicado em Divulgação | Deixe um comentário
Etiquetas: , , , , , , , , , , , , , ,

Mais informações Aqui

As Crianças e a Psiquiatria

Junho 4, 2010 às 1:00 pm | Publicado em A criança na comunicação social | Deixe um comentário
Etiquetas: , , ,

Artigo de Daniel Sampaio, no jornal Público de 30 de Maio de 2010.


Entries e comentários feeds.