Elas querem ter o rosto perfeito

Outubro 26, 2016 às 8:00 pm | Publicado em Vídeos | Deixe um comentário
Etiquetas: , , ,

texto do http://p3.publico.pt/ de 9 de outubro de 2016.

autoria Ana Maria Henriques

“Sou feia?” A questão é colocada por várias meninas, rostos infantis com dúvidas adultas. As histórias são ficcionadas — mas poderiam bem ser verdadeiras. A Internet vive de tendências e, no campo da beleza e maquilhagem, o “contouring” é a mais recente. Kim Kardashian é o exemplo mais citado: o rosto da norte-americana que diariamente é notícia é o exemplo perfeito desta “estranha ocorrência social”, como se lê na plataforma NOWNESS. Num jogo de luz e de sombras, os rostos ganham contornos e traços mais esguios, alterando assim a percepção da fisionomia feminina. Tudo através da maquilhagem, dos produtos certos (ou errados) e dos ângulos. As meninas e jovens que surgem a falar para a câmara como se estivessem a gravar um vídeo para o YouTube — palco por excelência para tutoriais de maquilhagem — admiram as celebridades e aspiram a ser como elas. Será que a cultura dos rostos definidos e angulosos foi longe de mais e está a alterar a forma como definimos a beleza? “Am I Ugly”, um trabalho da realizadora Marie Schuller, faz parte da série “Define Beauty”, que conta já com outros vídeos. O excesso de peso, a depilação ou até o espaço entre as coxas são outras dos temas abordados em “Define Beauty” — e muitas outras páginas da Internet.

 

Fichas para desenvolvimento da inteligência: atividades para crianças. Baixe o seu!

Agosto 19, 2014 às 6:00 am | Publicado em Divulgação, Recursos educativos | Deixe um comentário
Etiquetas: , , , , ,

texto do site http://www.reab.me de 31 de julho de 2014.

fichas

por Ana Leite

Um material desenvolvido por José Luis Rivas e que faz parte das ferramentas de suporte educacionais distribuídos pelo site Santillana com o objetivo de facilitar o trabalho do aluno e do professor.

Com materiais para todas as fases, esse é contém atividades para desenvolver habilidades cognitivas de crianças em fase “primária”. As habilidades contempladas são: Percepção, Atenção, Memória, Compreensão Verbal, Compreensão do Espaço, Raciocínio Lógico, Organização Temporal e Habilidades Numéricas.

Esse material já pode ser conhecido de alguns pois é de 2004, mas como esse é o tipo de coisa é atemporal, resolvemos deixar o link aqui para que todos possam ter acesso e saber onde buscar, quando e se precisarem.

O material está todo em Espanhol, mas as figuras facilitam a compreensão e não impedem que a ideia seja utilizada por quem procura inspirações! =)

 fichas 2

Clique aqui e confira!

 

Estudo conclui que os bebés têm, aos 5 meses, consciência do ambiente que os rodeia igual à dos adultos

Abril 30, 2013 às 12:00 pm | Publicado em A criança na comunicação social, Estudos sobre a Criança | Deixe um comentário
Etiquetas: , , , , , , , , , ,

Notícia da SIC Notícias de 18 de Abril de 2013.

O estudo mencionado na notícia é o seguinte:

A Neural Marker of Perceptual Consciousness in Infants

Comunicado de Imprensa do Centre National de la Recherche Scientifique

Les bébés doués de conscience ?

Estudo conclui que os bebés têm, aos 5 meses, consciência do ambiente que os rodeia igual à dos adultos

Os bebés têm, aos 5 meses, uma consciência  do ambiente que os rodeia semelhante à dos adultos, conclui uma investigação,  que será publicada na sexta-feira na revista Science.

Para detetar este estado de consciência, cientistas europeus observaram  a atividade neural de 80 bebés, de 5, 12 e 15 meses, com a ajuda de um eletroencefalograma  que media o tempo de respostas elétricas do seu cérebro, no momento em que  lhes eram mostradas imagens de rostos, mais ou menos demoradamente.

Para os três grupos etários de bebés estudados, os investigadores observaram  a mesma resposta tardia verificada em adultos, confirmando “a marca neural  do estado de consciência”.

Os resultados do trabalho, citados pela agência AFP, revelam que os  mecanismos cerebrais da consciência da perceção estão presentes, bem cedo,  nos bebés, embora de forma mais lenta. A sua reação consciente acelera progressivamente,  à medida que vão crescendo.

Para os investigadores, o estudo poderá ajudar os médicos a compreenderem  melhor a perceção da dor e os efeitos da anestesia nos bebés, bem como avaliarem  a capacidade de perceção em doentes ou vítimas de acidentes de viação incapazes  de comunicarem verbalmente.

O estudo foi conduzido por vários cientistas europeus, nomeadamente do Centro Nacional de Investigação Científica do Laboratório de Ciências  Cognitivas e Psicolinguísticas de Paris.


Entries e comentários feeds.