Duas horas antes de dormir, as crianças devem ficar longe do telemóvel

Dezembro 19, 2018 às 6:00 am | Publicado em A criança na comunicação social | Deixe um comentário
Etiquetas: , , , , , , ,

Notícia da TSF de 4 de dezembro de 2018.

Além de poder causar danos à visão, a luz azul dos smartphones, tablets e computadores portáteis tira o sono.

“Estes aparelhos emitem uma luz azul que interfere com o ritmo dos ciclos sono/vigília das crianças”, afirma o oftalmologista pediátrico Filipe Martins Braz.

É por isso que à noite, antes de dormirem, as crianças devem manter-se longe destes ecrãs, recomenda Filipe Martins Braz, que defende mesmo que, nas duas horas que antecedem a ida para a cama, os telemóveis, tablets e ecrãs com luz azul devem ser evitados.

O oftalmologista refere que os fabricantes de telemóveis já começaram a fazer algumas alterações tendo em conta os malefícios da luz azul, mas, ainda assim, a recomendação dos especialistas mantém-se.

Declarações de Filipe Martins Braz no link:

https://www.tsf.pt/sociedade/interior/duas-horas-antes-de-dormir-as-criancas-devem-ficar-longe-do-telemovel-10273924.html?fbclid=IwAR3j-nNl_UqzNQm8U6dsGvjJo_u_wOsNJBRgG3Z2q-bMU28qvuH33Lte32M

 

Qual deve ser o tempo máximo em frente a um ecrã de telemóvel?

Dezembro 13, 2018 às 12:00 pm | Publicado em A criança na comunicação social | Deixe um comentário
Etiquetas: , , , , , , , , ,

Notícia da TSF de 27 de novembro de 2018.

Rita Costa

As recomendações do oftalmologista pediátrico Filipe Martins Braz no TSF Pais e Filhos.

“Existe uma série de estudos que aponta para que o uso das novas tecnologias com monitores tende a agravar os problemas oftalmológicos, nomeadamente a miopia”, avisa o oftalmologista pediátrico Filipe Martins Braz.

O médico refere que na Ásia, onde a utilização das novas tecnologias ainda é maior, a miopia está a aumentar exponencialmente. “Não havendo ainda linhas de orientação rígidas e cientificamente comprovadas. O que recomendamos é o bom senso, períodos de 20 minutos em frente ao monitor e depois fazer uma pausa”, revela o oftalmologista.

Filipe Martins Braz sugere que se peça à criança que olhe para o longe, indo com ela à rua passear um pouco. No fundo deve evitar-se fazer períodos de tempo excessivos em frente aos monitores dos telemóveis ou dos tablets.

Declarações de Filipe Martins Braz no link:

https://www.tsf.pt/sociedade/educacao/interior/qual-deve-ser-o-tempo-maximo-em-frente-a-um-ecra-de-telemovel-10241202.html?fbclid=IwAR2cWcNzuMgwXhzpRsRsMqx84iq8-JwohWPDD3eCif7Pj8_vwos_evrB_PE


Entries e comentários feeds.