Encontro “Serviço Social e Mediação: Dinâmicas Do Campo Profissional” 22 de março em Coimbra com a participação de Paula Duarte e Pedro Rodrigues do IAC

Março 13, 2019 às 12:00 pm | Publicado em Divulgação | Deixe um comentário
Etiquetas: , , , , , , , , ,

A Dra. Paula Duarte, coordenadora do Fórum Construir Juntos (FCJ) do Instituto de Apoio à Criança e o Drº Pedro Rodrigues do Fórum Construir Juntos (FCJ) do Instituto de Apoio à Criança irão proferir a comunicação Mediação escolar: uma estratégia para a mediação de conflitos.

Inscrições gratuitas mas obrigatórias em:

https://docs.google.com/forms/d/1XRDxbtlSnm0Za01fH7AIBwmg_wwIxENSUlrP-RyRxUE/viewform?fbclid=IwAR2xHOlJIwxR9EDxwMLmAJGKyJBs-xxDqljQceRIoSzeOOYN0e0T92HDTsc&edit_requested=true

 

Pós-Graduação em Mediação Familiar e Mestrado em Ciências da Família na UCP de Lisboa

Junho 8, 2018 às 12:00 pm | Publicado em Divulgação | Deixe um comentário
Etiquetas: , , , ,

mais informações nos links:

https://fch.lisboa.ucp.pt/pt-pt/escola-de-pos-graduacao-e-formacao-avancada/programas-de-pos-graduacao/pos-graduacao-em-mediacao-familiar

https://fch.lisboa.ucp.pt/pt-pt/masters-degree/programs/mestrado-em-ciencias-da-familia

 

Se pudessem escolher, as crianças iriam a pé para a escola

Janeiro 18, 2018 às 6:00 am | Publicado em Estudos sobre a Criança | Deixe um comentário
Etiquetas: , , , , , , , , , , , ,

 

Notícia do https://www.publico.pt/ de 9 de janeiro de 2018.

 

“As cidades não estão pensadas para elas”, diz a autora de estudo da Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro.

Samuel Silva

O cenário poderia ser diferente se as crianças decidissem, concluiu Andreia Ramos. Foi perguntado aos participantes qual o meio de transporte que utilizariam na deslocação casa-escola-casa se pudessem escolher. Oito em cada dez disseram preferir fazer o percurso por meios não motorizados.

As crianças evidenciaram uma “grande vontade de terem uma determinada autonomia” nas deslocações de que actualmente não dispõem, diz Andreia Ramos, em declarações ao PÚBLICO.

Na resposta ao questionário que foi aplicado aos estudantes, estes explicam ainda que não se sentem seguros nas deslocações sem supervisão de adultos, apontando como principais motivos aspectos relacionados com o espaço físico como o trânsito excessivo ou o reduzido número de passeios e passadeiras. Só depois destes aparecem nas respostas dos alunos questões relacionadas com a segurança pessoal, como o medo de serem assaltados ou de se perderem.

“Prioridade ao peão”

Estes dados permitem a Andreia Ramos concluir que o escasso uso de meios de transporte não motorizados nas deslocações entre casa e escola tem esta explicação: as cidades “não são pensadas para as crianças”.

“As cidades são projectadas pensando no transporte motorizado. Têm poucas preocupações com os acessos pedonais e são muitas vezes demasiado dispersas”, explica a arquitecta paisagista.

No estudo de Andreia Ramos foram inquiridos 191 estudantes do Agrupamento de Escolas de Rio Tinto, no concelho de Gondomar, dos 1.º e 2.º ciclos — ou seja, crianças entre os 6 e os 11 anos. De modo a evitar que o cansaço ou a falta de atenção afectassem as respostas dos participantes, a investigadora aplicou o questionário por meio de jogos didácticos e visitas de estudo.

“Quando andávamos com eles na rua, eles ficavam maravilhados. Tinham liberdade e não estavam acostumados”, conta a arquitecta paisagista, que trabalha agora no Instituto A Criança na Cidade, com sede em Vila Nova de Gaia. “As crianças parecem conceber a rua como o espaço do automóvel, e, por isso, considera-se urgente recentrar a rua nos peões e especificamente nas crianças, para os casos dos percursos casa-escola.”

Andreia Ramos recomenda, assim, uma maior atenção ao conceito de zonas de coexistência, o que pressupõe a partilha dos espaços urbanos por diferentes utilizadores e tipos de meios de transporte, passando a ser dada “prioridade ao peão” e a outros modos de deslocação não motorizados nos percursos casa-escola.

O estudo mencionado na notícia é o seguinte:

Mobilidade e interação social da criança na cidade

 

 

Mestrado em Estudos da Criança – Instituto de Educação (IE) da Universidade do Minho

Junho 17, 2017 às 8:16 pm | Publicado em Divulgação | Deixe um comentário
Etiquetas: , , , , ,

mais informações:

https://www.ie.uminho.pt/pt/Ensino/mestrados/Paginas/Mestrados-em-Estudos-da-Crianca.aspx

Mestrado em Psicologia Comunitária, Protecção de Crianças e Jovens em Risco

Abril 25, 2017 às 9:00 am | Publicado em Divulgação | Deixe um comentário
Etiquetas: , , , ,

ISCTE – INSTITUTO UNIVERSITÁRIO DE LISBOA

O Mestrado em Psicologia Comunitária, Protecção de Crianças e Jovens em Risco forma profissionais preparados para intervir em diferentes contextos de desenvolvimento de risco e de necessidades, numa perspectiva psicossocial (nível familiar, educação parental, proteção infantil, etc.) através da prossecução sustentada de programas individuais e/ou grupais e de medidas de ação portadoras de mudança comunitária e institucional.

Duração 2 Anos Horário Pós-laboral ECTS 120 Vagas 1.ª fase: 10 | 2.ª fase: 15| 3.ª fase: 5

Candidaturas:

15 Fevereiro 2017 – 02 Maio 2017

23 Maio 2017 – 03 Julho 2017

25 Julho 2017 – 04 Setembro 2017

mais informações:

https://www.iscte-iul.pt/curso/132/mestrado-psicologia-comunitaria-protecao-de-criancas-jovens-risco/apresentação

 

Mestrado em Direito das Crianças, Família e Sucessões

Setembro 27, 2015 às 3:56 pm | Publicado em Divulgação | Deixe um comentário
Etiquetas: , , ,

mestre

2.ª  Fase de Candidaturas:
3 a 8 de Outubro

mais informações no link:

http://www.direito.uminho.pt/Default.aspx?tabid=8&pageid=133&lang=pt-PT

Mestrado em Mediação Intercultural e Intervenção Social

Agosto 14, 2015 às 6:00 am | Publicado em Divulgação | Deixe um comentário
Etiquetas: , , , , ,

mestre

mais informações:

http://www.ipleiria.pt/cursos/course/mestrado-em-mediacao-intercultural-e-intervencao-social/#

Mestrado em Ciências da Família

Agosto 7, 2015 às 8:00 pm | Publicado em A criança na comunicação social | Deixe um comentário
Etiquetas: , , , ,

uc

O Mestrado em Ciências da Família foi criado pelo Conselho Superior da Universidade Católica Portuguesa em 2005. Integra a oferta formativa do Instituto de Ciências da Família e confere o único grau de mestre do ensino superior português nesta área científica.
Tem como objetivos proporcionar uma formação transdisciplinar especializada no âmbito das Ciências da Família, desenvolver linhas de investigação e intervenção nesta área, bem como contribuir para o aprofundamento do conhecimento científico na área da Família.

Destina-se a profissionais, recém-licenciados e público em geral que procuram um complemento de formação especializado no domínio das Ciências da Família. Interessa especialmente a assistentes sociais, psicólogos, juristas, magistrados, etc.

 mais informações:

http://www.fch.lisboa.ucp.pt/site/custom/template/ucptpl_fac.asp?SSPAGEID=924&lang=1&artigoID=6228

Mestrado em EDUCAÇÃO ESPECIAL – Área de Especialização em Dificuldades de Aprendizagem Específicas e Intervenção Precoce – prova de acesso

Junho 19, 2015 às 9:34 am | Publicado em Divulgação | Deixe um comentário
Etiquetas: , , , ,

minho

Mestrado em EDUCAÇÃO ESPECIAL Área de Especialização em Dificuldades de Aprendizagem Específicas* e Intervenção Precoce. *(A designação desta área de especialização foi alterada para “NECESSIDADES EDUCATIVAS ESPECIAIS NO DOMÍNIO COGNITIVO E MOTOR”) É condição de acesso ao Mestrado a aprovação em uma prova de acesso, de carácter eliminatório.

A prova de acesso ao Mestrado relativa à 1ªFase de Candidaturas realiza-se no dia 11 de julho de 2015, no Complexo Pedagógico I (CP I), salas 301 e 303. Mais informação: http://bit.ly/YD5IMc

mestrad

Mestrado de Educaçao e Proteção de Crianças em Risco: estão abertas as candidaturas

Maio 15, 2015 às 10:13 am | Publicado em Divulgação | Deixe um comentário
Etiquetas: ,

Estão abertas as candidaturas ao mestrado de Educaçao e Proteção de Crianças em Risco.

 

o_3be520ffebb68479_001 o_3be520ffebb68479_002

Clique nas imagens para aumentar.

Página seguinte »


Entries e comentários feeds.