Ter irmãos faz bem à saúde

Junho 24, 2016 às 6:00 am | Publicado em Estudos sobre a Criança | Deixe um comentário
Etiquetas: , , , , , , ,

Notícia da http://www.paisefilhos.pt/ de 13 de junho de 2016.

O estudo citado na notícia é o seguinte:

Self-regulation as a mediator between sibling relationship quality and early adolescents’ positive and negative outcomes

pais filhos

Os laços entre irmãos promovem uma boa saúde mental e comportamentos de entreajuda, confirma um estudo norte-americano. A investigadora Laura Padilla-Walker, da Universidade Brigham Young, autora principal do estudo, afirma que a presença de um irmão ou de uma irmã tem mais influência no desenvolvimento da personalidade e da atitude mental do que a presença dos pais.

A investigação acompanhou 395 famílias com mais do que um filho, sendo que um dos filhos teria idades entre os 10 e os 14 anos. Durante um ano, os investigadores recolheram diversos dados sobre a dinâmica das famílias e sobre cada um dos seus elementos.

O estudo revelou que ter um irmão afetuoso, seja rapaz ou rapariga, promove comportamentos positivos de entreajuda, como tomar conta dos mais novos ou colaborar com vizinhos. A análise dos dados recolhidos, publicada na revista Journal of Family Psychology, mostrou também que a presença de uma irmã, independentemente da sua idade, ajuda a proteger os adolescentes de sentimentos de solidão, medo, culpa e insegurança.

A investigação desmistifica ainda as zangas entre irmãos. Laura Padilla-Walker reconhece que, normalmente, elas “dão às crianças a oportunidade de aprenderem a controlar as suas emoções. A ausência de afeto revelou ser mais problemática do que níveis elevados de conflito”. E concluiu: “A mensagem que deixamos aos pais é que promovam a afetividade entre os seus filhos, pois terá um papel muito importante no futuro”.

 

 

Ter irmãos faz bem à saúde

Novembro 21, 2014 às 12:00 pm | Publicado em Estudos sobre a Criança | Deixe um comentário
Etiquetas: , , , , , ,

texto do Sol de 11 de novembro de 2014.

Notícia da Time citada na notícia do Sol:

Why Your Sibling Is Good for Your Health

Shutterstock

Às vezes fazem-nos a vida negra, mas noutras alturas são os nossos melhores amigos. Por muito difícil que seja aturá-los, ainda bem que os temos! Isto porque novos estudos, citados pela Time, revelam que ter irmãos faz bem à saúde.

Aqui ficam alguns benefícios de ter ‘um pestinha’ em casa, a roubar as nossas melhores roupas e a invadir o nosso quarto a torto e a direito.

  1.  Ter um irmão torna-nos mais altruístas: Novos estudos sugerem que ter um irmão ajuda a desenvolver a simpatia. Os investigadores analisaram a relação entre irmãos de mais de 300 famílias e descobriram que ter uma boa relação que o nosso irmão ou irmã promove o altruísmo na altura da adolescência – principalmente nos rapazes.
  2.  Irmãos ajudam a melhorar a saúde mental uns dos outros: Investigadores da Brigham Young University descobriram que (principalmente) as irmãs ajudam a estimular a actividade cerebral. Resultados estatísticos recolhidos a partir da análise de 400 famílias mostram que , independentemente da diferença de idade, ter uma irmã  ajuda os adolescentes a não se sentirem sozinhos, culpados por algo  e ansiosos. De acordo com o mesmo estudo, até as lutas entre irmãos ajudam a melhorar a mente – ambos acabam por aprender a controlar melhor as suas emoções.
  3.   Fazem-nos felizes: Este ponto não deve ser novidade para a grande maioria das pessoas. Para comprovar esta premissa , um novo estudo mostra que as pessoas mais velhas que ainda têm irmãos são mais felizes e um maior sentido de ética.  Assim sendo, ter irmão não nos deixa mais felizes quando somos novos – também traz benefícios para a posterioridade.
  4.  Os irmãos mantêm-nos em forma: Os irmãos  – e a família em geral – ajudam-nos a mantermo-nos activos. Um estudo divulgado pela Time mostra que 43% dos inquiridos afirmam que são os seus familiares e amigos que os ajudam a ter um estilo de vida saudável.
  5.  Ajudam-nos a ter uma vida mais longa: Um estudo publicado no jornal PLoS Medicine mostra que aqueles que não têm hábitos sociais morrem 7.5 anos mais cedo do que aqueles que mantêm laços fortes com os amigos e a família.

 


Entries e comentários feeds.