Acolher jovens estrangeiros pode ser uma forma de “educar para a tolerância”

Outubro 5, 2018 às 6:00 am | Publicado em A criança na comunicação social | Deixe um comentário
Etiquetas: , , ,

Miguel Manso

Notícia do Público de 17 de setembro de 2018.

Há famílias portuguesas que recebem adolescentes de outras nacionalidades através de intercâmbios que lhes permitem estudar em Portugal desde três meses a um ano lectivo. Neste período criam-se laços para a vida e aprende-se sobre outras culturas, dizem.

Rita Marques Costa

Francesca, uma jovem italiana, foi a primeira estudante de intercâmbio recebida por Maria João Lourenço e pela sua família, em 2013. “Quando soube que temos cinco filhos, ficou assustada com a dimensão da família”, lembra Maria João. Mas, depois, “adorou”. A esta adolescente seguiram-se Katrine, dinamarquesa, depois, ao mesmo tempo, Joaquin, do Chile, e Orkun, da Turquia. A seguir, Rosie, dos EUA, e Marthe, da Bélgica. No domingo, a família deu as boas-vindas a Baiplu, da Tailândia, e a Ege, da Turquia. Receber estes jovens é uma forma de “educar para a tolerância” e para a diversidade de opiniões e valores em cada cultura.

O programa em que a família está envolvida é da responsabilidade da AFS Portugal — uma associação que promove intercâmbios nacionais e internacionais entre jovens e as suas famílias. Há uma semana, mais de 80 estudantes conheceram as suas famílias de acolhimento.

Quando cá chegam, os jovens são tratados como filhos. Levam-nos a passear, a conhecer a cultura e até a participar nos encontros com outros membros da família. E pesa mais no orçamento familiar? “Depende”, diz Maria João. “Encaramos isto como um investimento que acaba por ser quase irrisório. Grande parte dos custos é da responsabilidade da AFS, como o material escolar e os almoços durante a semana. Não vou dizer que não há gastos — até porque passeamos muito mais —, mas faz parte do pacote educativo que queremos dar aos nossos filhos.”

Sobre os custos, a família de Cláudia e Jorge Calisto diz que pesa mais enviar um filho do que receber. Este ano, a filha Leonor, de 17 anos, foi para os Estados Unidos, o que, entre a escola, viagens e outros gastos, fica perto dos 12 mil euros, estima Jorge Calisto.

Com a partida temporária de Leonor, a família Calisto não contava receber ninguém este ano. “Ser família de acolhimento não estava nos planos iniciais”, lembra Jorge. “Até achámos que ia ser um ano mais tranquilo, só com dois filhos, mas depois ficámos curiosos e sensibilizados pelo facto de haver crianças ainda sem família de acolhimento.” Foi assim que Esin, uma jovem turca de 15 anos, foi parar a casa desta família lisboeta.

Abrir horizontes

Tanto como recebem estes jovens de outras nacionalidades, Maria João e o marido deixam os seus filhos ir. Este ano lectivo, um está na Dinamarca, através dos intercâmbios da AFS, e outra, mais velha, está a fazer o programa Erasmus. “Custa um bocadinho”, confessa Maria João, “mas faz parte da educação”. Para esta mãe, trata-se de ganhar “abertura para o mundo” e de incentivar os jovens a “interagirem com os outros fora da zona de conforto”. E garante que é uma experiência da qual saem “mais bem preparados para os dias de hoje”.

Mesmo assim, não é por irem para outro país que estes jovens deixam de ter de cumprir as obrigações académicas a nível nacional. No caso dos que querem fazer o último ano do secundário no estrangeiro, há que voltar e fazer os exames nacionais. Maria João conta que, por exemplo, o filho que foi para a Dinamarca vai já com o ensino secundário concluído. O plano é regressar no início de 2019, a tempo de fazer melhoria de notas e depois ingressar na faculdade.

Já Cláudia Calisto diz que nos Estados Unidos, para onde foi a filha Leonor, “as equivalências [com as disciplinas portuguesas] são mais possíveis”. Mesmo assim, declara: “Já encaramos a possibilidade que este seja um ano de intervalo.”

“Temos uma bolsa de famílias que costuma estar disponível” para cooperar com a AFS, mas costuma ser “um stress para conseguir o número necessário para satisfazer a procura”, explica a responsável pela AFS Portugal, Rita Saias. Mesmo assim, “não é porque um estudante vai que os pais são obrigados a receber”.

A escolha das famílias “não tem nada a ver com o background académico ou com o escalão financeiro”, assegura Rita Saias. Desde que exista espaço para o estudante e disponibilidade para o receber como um filho, “não se fazem distinções”. Por isso, pode ser uma família monoparental, homossexual, um casal jovem ou mais velho, podem até nem ter filhos ou ser apenas uma pessoa que vive sozinha.

O processo de selecção é relativamente simples. Primeiro, há uma candidatura da família, com “algumas questões básicas”. Depois, há um voluntário que visita a residência e avalia as motivações, disponibilidade e ajuda a “desmistificar” algumas ideias.

Quanto aos jovens, “já fazem parte do programa um ano antes” de chegarem ao país que os vai receber. Quando cá chegam, há voluntários encarregues de seguir os jovens e há um acompanhamento mensal para “garantir que está tudo bem”.

“Para toda a vida”

A primeira barreira que estas famílias sentem será a da língua. A comunicação faz-se em inglês e há um esforço para que os jovens comecem a falar português o mais depressa possível. Na casa de Cláudia e Jorge, por exemplo, os móveis e objectos já estão cobertos de pequenos post-its onde se podem ler os respectivos nomes em português para que a aprendizagem de Esin seja mais rápida.

Ultrapassadas eventuais dificuldades iniciais, este contacto com os jovens não é coisa que fique só pela sua estadia. “É uma relação para toda a vida”, diz Maria João. E não faltam elogios desta mãe aos seus “filhos de acolhimento”. É que, garante, “estes jovens são muito especiais, não é qualquer um que sai da sua zona de conforto”.

A presidente da AFS, Rita Saias, que também participou nestes intercâmbios quando frequentava o ensino secundário, confirma este laço especial que se cria: “São pessoas que sinto que me conhecem melhor do que a minha própria família. Foi uma experiência que mudou completamente a minha vida.”

Emmanuel, da Costa Rica, e Thitinan, da Tailândia, têm ambos 17 anos e chegaram a Portugal no início da semana.

A família de acolhimento de Emmanuel é de Setúbal. Esta é a sua primeira vez na Europa, mas não é uma estreia fora de casa. “Já estive no Panamá, no México e na Guatemala.” Quanto a esta experiência, diz que é uma oportunidade para “amadurecer e ganhar consciência das decisões que o afectam a si próprio”. “Esta é uma oportunidade que não surge duas vezes.”

Para Thitinan importa absorver o máximo da cultura e língua portuguesa e poder partilhar tudo o que aprendeu quando regressar à Tailândia. Quanto aos pais, garante, “insistiram que viesse”.

 

Intercâmbio Nacional da Rede Juvenil Crescer Juntos “Eu e os Outros a CreScer” 28, 29 e 30 Junho 2018 – Moscavide – Lisboa

Junho 25, 2018 às 2:00 pm | Publicado em Divulgação | Deixe um comentário
Etiquetas: , , , ,

Nos dias 28, 29 e 30 de junho vai realizar-se o Intercâmbio Nacional da Rede Juvenil Crescer Juntos, em Lisboa. Um programa bastante recheado onde o trabalho, a partilha e o convívio se complementam.

Programa

Mais informações:

IAC – Projecto Rua

Rua António Patrício, 20, 2ºEsq.

17000-048 Lisboa

Tel: 217 818 590

Fax: 217 818 599

E-Mail: iac-prua@iacrianca.pt

 

 

 

Intercâmbios Europeus de Jovens – Oportunidades para este verão, em Lisboa

Junho 8, 2017 às 4:01 pm | Publicado em Divulgação | Deixe um comentário
Etiquetas: , , , , ,

O  Clube Intercultural Europeu – associação socioeducativa de Lisboa – co-organiza este verão, em Lisboa, três intercâmbios de jovens juntando jovens vivendo em França e em Portugal.  

Espaços de aprendizagens, de animação, de atividades diversas, de convívio e partilha intercultural, apoiadas pelo Programa Erasmus + Juventude.

Preço de inscrição para cada intercâmbio: 50 euros incluindo seguro, alojamento, alimentação, transportes locais, atividades. Sendo que no e com o Clube ninguém fica de fora por motivos financeiros, pelo que não hesites em falar connosco.

 Estas são oportunidades imperdíveis para jovens dos 15 aos 25 anos!

Mais informações por mail clubeinterculturaleuropeu@gmail.com ou por telefone 213140073

Agradecemos todo o apoio na divulgação e esperamos encontrar-vos este verão!

https://clubeinterculturaleuropeu.wordpress.com/

https://www.facebook.com/clubeinterculturaleuropeu/

 

Intercâmbio da Rede Juvenil Crescer Juntos 2015

Setembro 27, 2015 às 10:00 am | Publicado em Divulgação | Deixe um comentário
Etiquetas: , , ,

O Intercâmbio Anual de Crianças e Jovens da Rede Juvenil Crescer Juntos decorreu, este ano, em Braga, de 6 a 9 de setembro no Centro Cultural e Social de Santo Adrião. Estiveram envolvidos 46 participantes – 32 crianças e jovens, acompanhados por 14 técnicos  de instituições parceiras: CCS de Santo Adrião (polo de Braga), IAC-FCJ (polo de Coimbra), GIS-APDES (polo de Porto), IAC-Projecto Rua, CESIS, ALPM (polo de Lisboa), Associação Chão dos Meninos, Cercimor (polo de Évora) e CASLAS (polo do Algarve).

Este intercâmbio permitiu a troca de conhecimentos, experiências e boas práticas, assim como um salutar convívio entre todos os participantes com diferentes momentos de trabalho, lazer e de descontração. Durante estes dias, os jovens partilharam os trabalhos realizados durante o ano, subordinados à temática “Cooperação para o Desenvolvimento” e prepararam as suas comunicações que apresentaram no Seminário Anual da Rede Construir Juntos. Foi assim dada voz aos jovens e privilegiada a sua participação ativa.

Para o próximo ano, os jovens propuseram abordar as seguintes temáticas: “As diferentes Famílias de Acolhimento” e “Autonomia de Vida”. Foram quatro dias muito enriquecedores, repletos de atividas dinâmicas e muito positivas. O “lançamento de balões de ar quente” foi salientado como um dos momentos mais emotivos e memoráveis deste encontro. Parafraseando as palavras de uma das técnicas participantes: “Um balão por polo, uma ideia brilhante nos céus de Braga!”. A Rede Construir Juntos agradece a prestimosa colaboração de todos os que possibilitaram, sem dúvida, a realização deste excelente encontro de jovens. Obrigada também ao Centro Cultural e Social de Santo Adrião, pelo caloroso acolhimento, simpatia e profissionalismo!

 

Intercâmbio Nacional de Crianças e Jovens da Rede Crescer Juntos

Setembro 8, 2014 às 4:14 pm | Publicado em Divulgação | Deixe um comentário
Etiquetas: , , ,

intercambiolagos

Este ano, o Intercâmbio Nacional de Crianças e Jovens da Rede Crescer Juntos decorrerá em Lagos, nos próximos dias 7, 8 e 9 de setembro de 2014.

Durante estes dias, as crianças/jovens das instituições parceiras da Rede Construir Juntos irão apresentar os trabalhos realizados nos encontros regionais, subordinados à temática “Desigualdades”.

Terão ainda oportunidade de preparar a sua apresentação no Seminário Nacional da RCJ, bem como sugerir propostas de atividades para o ano de 2015.

Será também um momento de lazer, de fazer e rever amigos e de partilhar conhecimentos e experiências.

PROGRAMA

VI edição do prémio Europeu Carlos Magno para a Juventude

Dezembro 23, 2013 às 12:00 pm | Publicado em Divulgação | Deixe um comentário
Etiquetas: , , , ,

carlos

Candidaturas até 20 de janeiro de 2014

O processo de candidatura para o Prémio Carlos Magno para a Juventude 2014 arranca hoje. O prémio destina-se a jovens que tenham desenvolvido projetos destinados a promover o intercâmbio entre pessoas de diferentes países europeus. O prazo termina a 20 de janeiro de 2014.

O Prémio Europeu Carlos Magno para a Juventude, organizado conjuntamente pelo Parlamento Europeu e pela Fundação do Prémio Internacional Carlos Magno, em Aachen, é atribuído a projectos desenvolvidos por jovens entre os 16 e os 30 anos. Os projectos vencedores devem servir de modelo para os jovens na Europa e dar exemplos práticos de Europeus que vivam em comunidade. Entre os programas habitualmente seleccionados, contam-se intercâmbios de jovens, projectos artísticos e de internet com dimensão Europeia.

Prémio total de 10.000 euros

Os três projectos vencedores receberão 5.000, 3.000 e 2.000 euros, respectivamente, e serão convidados a visitar o Parlamento Europeu no Outono de 2012.

Os representantes dos projectos nacionais vencedores serão também convidados a participar na cerimónia de entrega de prémios do Prémio Carlos Magno para a Juventude, e terão a oportunidade de assistir, dois dias depois, à sessão entrega de prémios do Prémio Internacional Carlos Magno, durante uma viagem de quatro dias à cidade de Aachen.

Vencedores de 2013

Em 2013, o primeiro prémio foi atribuído ao projeto de media espanhol “Europe on Track”. O segundo lugar coube à Polónia, com “Discover Europe”, um concurso de fotografia que une os cidadãos através da sua criatividade e visão da Europa. O terceiro prémio foi entregue ao programa de intercâmbio da Estónia “The Story of my Life”, um acampamento residencial que une pessoas de diferentes setores da sociedade
através do diálogo.

O projeto “Gap Year Portugal”, da autoria de Gonçalo Silva, foi o vencedor do concurso a nível nacional em 2013. O objetivo do projeto é ajudar estudantes que queiram realizar um ano sabático no final do ensino secundário para fazer voluntariado, estagiar ou viajar.

Fases do concurso:

· Lançamento do concurso e das candidaturas online: 25 de outubro de 2013

· Prazo para apresentação das candidaturas: 20 de janeiro de 2014

· Seleção dos 28 projetos finalistas pelos júris nacionais: 3 de março de 2014

· Seleção dos três projetos vencedores pelo júri europeu: 10 de abril de 2014

· Cerimónia de entrega dos prémios em Aachen: 27 de maio de 2014.

Formulários de candidatura

Website do Prémio Europeu Carlos Magno para a Juventude:

A Rede Crescer em Coimbra

Junho 24, 2013 às 9:57 am | Publicado em Divulgação | Deixe um comentário
Etiquetas: , , ,

Este ano, o Intercâmbio Nacional de Crianças e Jovens da Rede Crescer Juntos decorrerá em Coimbra, nos próximos dias 24 e 25 de junho.

Durante estes dias, as crianças/jovens das instituições parceiras da Rede Construir Juntos irão apresentar os trabalhos realizados nos encontros regionais, subordinados ao tema do Ano Europeu do Cidadão.

Terão ainda oportunidade de preparar a sua apresentação no Seminário Nacional da RCJ, bem como sugerir propostas de atividades para o ano seguinte.

Será também um momento de convívio, de fazer e rever amigos, de partilhar experiências, e claro, Conhecer Coimbra.

rede

Intercâmbio Nacional da Rede Crescer Juntos

Julho 30, 2012 às 12:00 pm | Publicado em Divulgação | Deixe um comentário
Etiquetas: , , ,

No âmbito do plano de ação da Rede Construir Juntos, decorreu nos dias 6,7 e 8 de Julho, em Viana do Alentejo, o Intercâmbio de jovens da Rede Juvenil “Crescer Juntos”.

Nesta atividade estiveram presentes 35 jovens e 15 técnicos, provenientes de diferentes instituições parceiras da Rede “Construir Juntos”, nomeadamente dos pólos de Coimbra, Lisboa, Évora e Algarve.

Este intercâmbio, para além do objetivo mais formal que foi o de definir e estruturar a Rede Juvenil “Crescer Juntos”, proporcionou, a todos os jovens participantes, momentos de convívio saudável e de boa disposição, nomeadamente no espaço do Festival Abanaviana.

Foi um fim de semana cheio de animação e de trabalho, onde o ambiente de boa disposição entre os jovens e o seu sentido de responsabilidade foram uma constante.

O espírito da Rede Construir Juntos pressupõe um forte trabalho em parceria, neste sentido é de salientar o envolvimento de todos os pólos que participaram nesta iniciativa em especial do pólo de Évora, na organização logística desta atividade, nomeadamente “Chão de Meninos” de Évora e “Terra Mãe” de Viana do Alentejo, que muito contribuíram para o sucesso deste intercâmbio.

Curso de Formação EYE Opener – TC On Empowerment on Youth Exchanges

Maio 8, 2012 às 12:00 pm | Publicado em Divulgação | Deixe um comentário
Etiquetas: , , , , ,

Curso de Formação

17 – 22 de Julho 2012 | Gerês | Portugal

EYEOPENER oferece uma experiência de aprendizagem internacional a jovens e pessoas que trabalham com jovens, facilitando que estes desenvolvam as suas competências na prática de Intercâmbios Juvenis no âmbito do Programa Juventude em Acção.

Os objetivos de EYEOPENER são:

– Proporcionar conhecimentos e informação sobre o Programa Juventude em Acção, em especial sobre os Intercâmbios Juvenis e sua capacidade para desenvolver cidadania (Europeia) ativa, especialmente (mas não exclusivamente) para novos utilizadores do programa;

– Proporcional uma experiência de aprendizagem individual e em grupo através de um processo de simulação do desenvolvimento de um projeto de Intercâmbio Juvenil;

– Desenvolver o conhecimento necessário, habilidades e atitudes para organizar um Intercâmbio Juvenil, baseado em práticas, princípios e padrões de qualidade de Educação Não Formal;

– Permitir que os participantes reflitam na sua aprendizagem e se familiarizem com o Passe Jovem – estratégia de reconhecimento de aprendizagem não formal na área da juventude, a sua ferramenta de produção de certificados e a sua aplicação a Intercâmbios Juvenis em particular e ao Programa Juventude em Acção em geral;

– Proporcionar a oportunidade de encontrar eventuais grupos parceiros e fazer contactos com outros países;

A principal finalidade é formar pessoas e a finalidade específica é oferecer aos participantes a oportunidade de encontrar parceiros. Outras coisas, como conhecer outras realidades, não é uma finalidade, mas um (bom) efeito colateral.

Atividade recomendada para
Técnicos de Juventude, líderes juvenis, líderes políticos.  1 Líder juvenil/ técnico + 1 ou 2 jovens (estes com idade entre os 15 e os 18).

Condições de participação
Custos de acolhimento (alimentação e alojamento) e programa são suportados pela Agência Nacional Portuguesa do Programa Juventude em Acção aos participantes selecionados.

Prazo de candidatura
11 de Maio de 2012

Língua de trabalho
Inglês

Mais informações e inscrições online:
http://www.salto-youth.net/tools/european-training-calendar/training/eye-opener-tc-on-empowerment-on-youth-exchanges.2537/

Rede Construir Juntos – Encontro Regional Norte

Outubro 14, 2011 às 1:00 pm | Publicado em Divulgação | Deixe um comentário
Etiquetas: , , , , ,

No âmbito do plano de actividades da Rede Construir Juntos, no dia 19 de Outubro de 2011, o IAC – Fórum Construir Juntos irá promover um Intercâmbio de Crianças/Jovens subordinado ao tema “A Participação das Crianças e Jovens”, que terá lugar no Centro Social e Paroquial de Recardães, em Águeda.

Irão participar crianças, jovens e técnicos das instituições parceiras, representantes dos Pólos de Braga, Marinha Grande, Coimbra e Monção.

Pretende-se que os participantes partilhem experiências de envolvimento na Comunidade e de voluntariado com vista a desenvolver competências de participação e de cidadania activa, assim como preparar  a criação de uma “Mini  Rede Construir Juntos”.

O resultado dos trabalhos realizados será divulgado posteriormente no Seminário Nacional da Rede, assim como a formalização da “Mini Rede Construir Juntos”.

 

 

Página seguinte »


Entries e comentários feeds.