Inquérito – Como se Brinca em Portugal?

Abril 16, 2018 às 6:00 am | Publicado em Divulgação | Deixe um comentário
Etiquetas: , , , , ,

INQUÉRITO: COMO SE BRINCA EM PORTUGAL ?

A Escola Superior de Educação de Coimbra – mestrado em Jogo e Motricidade na Infância -, em parceria com o Instituto de Apoio à Criança – Actividade Lúdica e o Estrelas e Ouriços, querem saber como brincam hoje as crianças portuguesas.

Caso tenha filhos até aos 10 anos, participe neste inquérito https://goo.gl/forms/9t0f1TTDkNYBtM3N2 e ajude-nos a fazer da infância uma fase da vida ainda mais feliz e completa. O seu contributo é fundamental.

Anúncios

Diálogo (s) – Igualdade e Direitos Humanos – durante o mês de abril em Seia com a participação de Ana Lourenço do IAC

Abril 5, 2018 às 2:00 pm | Publicado em Divulgação | Deixe um comentário
Etiquetas: , , , , , ,

A Drª Ana Lourenço do Sector da Actividade Lúdica do Instituto de Apoio à Criança, irá participar no evento “Diálogo (s) – Igualdade e Direitos Humanos” com as seguintes atividades:

Oficina para profissionais “As Famílias e a autonomia das crianças”, no dia 6 de Abril, na Biblioteca Municipal. Oficina com e para pais, ”As Famílias e a autonomia das crianças” na Ludoteca Municipal,  7 de Abril. Oficina com e para pais “Deixem os Brinquedos em Paz, Não são de rapariga nem de rapaz”, 10 de Abril na Casa da Cultura. Oficinas para alunos “Deixem os Brinquedos em Paz, Não são de rapariga nem de rapaz” 10 e 11 de abril nas Escolas dos Agrupamentos do Concelho de Seia.

V Conferências em Jogo e Motricidade na Infância, 16-17 março em Coimbra – Com a participação de Ana Lourenço e Marta Rosa do IAC

Março 11, 2018 às 1:00 pm | Publicado em Divulgação | Deixe um comentário
Etiquetas: , , , , , , , , ,

A Drª Ana Lourenço e a Drª Marta Rosa do Sector da Actividade Lúdica do Instituto de Apoio à Criança, irão participar na conferência no dia 17 de março com a comunicação “O Sector da Actividade Lúdica na defesa do direito de Brincar”.

mais informações no link:

https://www.esec.pt/eventos/v-conferencias-em-jogo-e-motricidade-na-infancia

 

Comunicado do Instituto de Apoio à Criança sobre I Encontro Natália Pais

Março 9, 2018 às 4:15 pm | Publicado em Divulgação | Deixe um comentário
Etiquetas: , , , , , , , ,

I Encontro Natália Pais – “Actividade Lúdica – Passado, Presente e Futuro” 12 de março na ESE de Lisboa

Janeiro 23, 2018 às 4:44 pm | Publicado em Uncategorized | Deixe um comentário
Etiquetas: , , , , ,

O Instituto de Apoio à Criança (IAC) irá homenagear Natália Pais, sócia fundadora do IAC e grande mentora do Sector da Actividade Lúdica, que nos deixou recentemente.
Assim, temos o prazer de o convidar para o I Encontro Natália Pais, que se irá realizar no dia 12 de março de 2018, no Salão Nobre da Escola Superior de Educação de Lisboa, sob o tema “Atividade Lúdica – Passado, Presente e Futuro”, iniciando agora o que se prevê ser uma série de encontros com o seu nome.

As inscrições até o dia 7 de março.

mais informações no link:

http://www.iacrianca.pt/index.php/setores-iac-al/noticias-atividade-ludica/item/925-i-encontro-natalia-pais-actividade-ludica-passado-presente-e-futuro

 

 

Spinner: o brinquedo da moda não é para todas as idades

Junho 15, 2017 às 12:00 pm | Publicado em O IAC na comunicação social | Deixe um comentário
Etiquetas: , , , ,

Notícia da Deco Proteste de 12 de junho de 2017.

A notícia contém declarações da Drª Marta Rosa do Sector da Actividade Lúdica do Instituto de Apoio à Criança e da Dra. Melanie Tavares, Coordenadora dos Sectores da Actividade Lúdica e da Humanização dos Serviços de Atendimento à Criança do Instituto de Apoio à Criança.

Reduz o stresse e promove a concentração em crianças autistas e com défice de atenção? Especialistas consideram o spinner ou fidget spinner apenas um brinquedo normal que está na moda. Mas atenção às peças pequenas junto dos menores de 3 anos.

Há para todos os gostos e de vários tipos: “fidget”, “finger” e “hand”. “Spinner” é o denominador comum pelo qual o designamos. O que começou por ser um objeto simples – criado nos anos 90 pela norte-americana Catherine Hettinger, que queria brincar com a filha e não conseguia devido a fraqueza muscular – é hoje um brinquedo da moda.

Há diversas cores, tamanhos e materiais, com luzes e música, e preços que podem ir de menos de 5 a 600 euros (porque já há versões com joias). Além da versão triangular, existe o Fidget Cube, um cubo eleito pela revista “Forbes” como o objeto de escritório do ano para executivos. Em cada uma das seis faces do cubo há diferentes atividades para aliviar o stresse, com preços a rondar os 10 euros. Falámos com especialistas do Instituto de Apoio à Criança (IAC). Para Marta Rosa e Melanie Tavares, do Sector da Atividade Lúdica do IAC, o spinner é um brinquedo de exercício, como muitos outros brinquedos e acessórios, que a maioria das crianças usa por estar na moda e para sociabilizar. Como todas as modas, a febre do spinner também vai passar. A função principal é girar. É um objeto pequeno (que pode ter cerca de 6 a 8 cm de diâmetro), com um disco central e duas ou três pás agarradas ao disco. Pressionando o disco e rodando as pás, através dos rolamentos, o brinquedo gira e, por isso, também é chamado de “pião dos tempos modernos”. Para as especialistas do Sector da Atividade Lúdica do IAC com quem falámos, se as condições de segurança estiverem salvaguardadas, o spinner é um brinquedo como outro qualquer.

Etiquetagem não cumpre as regras

Tal como qualquer brinquedo, há regras que devem ser cumpridas. O que ninguém espera ou deseja é que um produto concebido e construído para uma criança seja, ele próprio, a colocá-la em risco. Comprámos alguns exemplares em vários tipos de lojas: Worten, Fnac, Toys “R” Us, quiosques e estabelecimentos com produtos baratos. E verificámos que tudo é possível. Desde não terem qualquer tipo de aviso ou a marcação CE (obrigatória para que um brinquedo se encontre à venda no mercado europeu), a terem avisos em inglês ou avisos mal traduzidos. Apenas um faz referência à idade recomendada, mas mesmo assim é só para quem saiba inglês e esteja habituado a este tipo de designações: diz “8Y+”, quando deveria estar escrito em português e de forma compreensível, com um número seguido da designação em meses ou anos. Também há os que têm a etiquetagem completa, só que em letras muito pequenas, de difícil leitura. Se não mencionarem a idade com clareza, presume-se que se podem destinar a qualquer idade, incluindo menores de 3 anos.

Spinner só para maiores de 3 anos

Um dos desafios de algumas crianças é tentarem desmontar e abrir este brinquedo, o que se revela fácil. Ao fim de algumas tentativas, nós próprios tivemos acesso direto aos rolamentos. São peças pequenas que podem ser facilmente metidas na boca pelos mais novos, colocando-os em risco de asfixia.

Recomendação fundamental para os pais: não compre estes brinquedos para oferecer a crianças com menos de 3 anos. Se tiver filhos mais velhos, tenha atenção quando brincam com o spinner com os irmãos mais novos, pois pode ser grande a tentação de desmontar o brinquedo.

Efeito terapêutico para todos

Ainda não há estudos que comprovem os efeitos terapêuticos do spinner e os resultados vão depender sempre de cada caso. Mas há dados que podem ajudar a perceber eventuais efeitos nos casos de autismo e de défice de atenção. “Crianças com estas características vivem no abstrato e, se calhar, este brinquedo é o que medeia a relação entre o mundo delas e o mundo dito normal”, explica a psicóloga e coordenadora do Sector da Atividade Lúdica do IAC Melanie Tavares. “Os autistas têm uma predisposição para ver objetos giratórios e o spinner, ao girar, faz focar a nossa atenção”. Para a especialista, qualquer pessoa com comportamentos aditivos tem um objeto de substituição para desviar a atenção e, neste caso, o spinner produz a regulação de comportamento. Assim sendo, “no fundo tem eficácia para toda a gente”, conclui Melanie Tavares.

Regras de utilização em casa e na escola

Como qualquer outro brinquedo ou objeto de referência, as regras de utilização dependem de cada instituição e família. Marta Rosa, professora e técnica do Sector da Atividade Lúdica do IAC, considera que a regra a seguir em casa é tudo o que faça sentido no contexto familiar: “podem estar pai, mãe e filhos em torno de um brinquedo destes e todos a divertirem-se; se calhar, até interagem mais do que se tivessem um tablet”. Para Melanie Tavares, “se não pode estar a mexer no telemóvel à mesa, também não pode mexer no spinner; mas se utiliza o telemóvel à mesa, então também pode brincar com isto”. A utilização do spinner na escola tem sido uma das grandes polémicas. Marta Rosa lembra que há professores a tirarem partido desta moda e, já que não conseguem impedir os alunos de aderirem: “usam-no nas aulas de matemática, tornam-no num temporizador e até ensinam a construir um com material de desperdício”.

 

 

Dia Mundial do Brincar 2017 nos Jardins do Palácio de Belém! 28 de maio

Maio 27, 2017 às 12:02 pm | Publicado em Divulgação | Deixe um comentário
Etiquetas: , , ,

mais informações:

https://www.facebook.com/diamundialdobrincar/

http://www.iacrianca.pt/index.php/setores-iac-al/noticias-atividade-ludica/item/879-dia-mundial-do-brincar-2017-nos-jardins-do-palacio-de-belem

Os jardins do Palácio de Belém vão ter insufláveis

Maio 23, 2017 às 6:00 am | Publicado em Divulgação | Deixe um comentário
Etiquetas: , , ,

Notícia do site https://nit.pt/ de 15 de maio de 2017.

Para celebrar o Dia Mundial do Brincar, o quintal do Presidente da República vai encher-se de jogos, insufláveis e muitas diversões. E é gratuito.

texto Andreia Guerreiro

Os adultos passam mais tempo no trabalho do que com os mais pequenos e para os miúdos a escola é quase como uma segunda casa. Mas uma coisa é certa: ao domingo é dia de estar com a família. Para celebrar o Dia Mundial do Brincar, os Jardins do Palácio de Belém, em Lisboa, têm uma proposta diferente.

Esqueça aquelas horas a mais na cama de manhã, o almoço em casa em família ou a ida ao cinema — pelo menos no domingo de 28 de maio. Porquê? Porque entre as 10 e as 17 horas, só há espaço para brincadeiras ao ar livre.

Os Jardins do Palácio de Belém vão encher-se de música, circo, jogos tradicionais como o jogo das cadeias, pinturas faciais e insufláveis para receber os miúdos e as famílias. A entrada é gratuita e não é necessária inscrição. Basta aparecer com toda a família, levar um lanche e roupa confortável.

O objetivo da iniciativa passa por chamar a atenção para a importância de brincar, sendo que não deve ter limite de idade, hora ou local.

Atualmente, o Dia Mundial do Brincar é celebrado em 25 países: Estados Unidos, Argentina, México, Uruguai, França, Suíça, Coreia, Japão, Canadá, Reino Unido, Espanha, Bélgica, Chipre, Camarões, Equador, Turquia, Brasil, Itália, Holanda, Perú, Bolívia, Croácia, Roménia, África do Sul e Portugal.

 

 

 

Dia Mundial do Brincar 2017 nos Jardins do Palácio de Belém! 28 de maio

Maio 19, 2017 às 12:30 pm | Publicado em Actividade Lúdica, Divulgação | Deixe um comentário
Etiquetas: , , , , ,

No dia 28 de Maio, os Jardins do Palácio de Belém estarão abertos das 10h às 17h com atividades especialmente dedicadas a crianças e famílias, tais como: pinturas faciais, insufláveis, shiatsu, jogos de tabuleiro, jogos tradicionais, circuitos de atividade física, atividades artísticas, entre outras.

Este evento, organizado pelo IAC, será de entrada livre para toda a família.

Divulguem e venham BRINCAR connosco.

 

mais informações no link:

http://www.iacrianca.pt/index.php/setores-iac-al/noticias-atividade-ludica/item/879-dia-mundial-do-brincar-2017-nos-jardins-do-palacio-de-belem

Dia Mundial do Brincar 2017 – 28 de maio nos Jardins do Palácio de Belém

Maio 18, 2017 às 1:00 pm | Publicado em Actividade Lúdica, Divulgação | Deixe um comentário
Etiquetas: , , ,

O Dia Mundial do Brincar é uma iniciativa do IAC. Este ano estaremos a celebrar o direito de #brincar nos Jardins do Palácio de Belém. Contamos convosco. Não falte e divulgue.

Página seguinte »


Entries e comentários feeds.