Candidaturas do Concurso Selo Escola Intercultural

Outubro 26, 2013 às 4:00 pm | Publicado em Divulgação | Deixe um comentário
Etiquetas: , , ,

selo

Por iniciativa conjunta do Alto Comissariado para a Imigração e o Diálogo Intercultural (ACIDI, I.P.) e da Direção-Geral da Educação (DGE) foi criado, em 2012, o distintivo Selo Escola Intercultural, visando distinguir as Escolas que se destacam no desenvolvimento de projetos que promovem o reconhecimento e a valorização da diversidade como uma oportunidade e fonte de aprendizagem para todos/as.

A iniciativa insere-se na medida 30 do II Plano para a Integração dos Imigrantes (2010-2013) e prevê a atribuição anual do selo “Escola Intercultural”, com vigência de 2 anos, a 10 escolas, assentando na “divulgação de boas práticas no acolhimento, apoio e integração de estudantes descendentes de imigrantes” e constituindo-se como uma forma de reconhecimento das medidas facilitadoras da integração de crianças e jovens em contextos multiculturais.

O período de candidatura para a 2.ª edição do concurso Selo Escola Intercultural decorre de 7 de outubro a 1 de novembro de 2013.

A Direção do Agrupamento de Escolas/Escola não agrupada ou Direção Pedagógica do Ensino Particular e Cooperativo deverá submeter a candidatura preenchendo o Guião de Avaliação de Práticas de Educação Intercultural através da plataforma de candidatura.

Mais informações Aqui

Conferência – Interacção, Diversidade e Tolerância : A escola como palco do diálogo intercultural

Fevereiro 16, 2011 às 3:00 pm | Publicado em Divulgação | Deixe um comentário
Etiquetas: , , , , ,

“A 18 e 19 de Fevereiro de 2011 prossegue no Goethe-Institut o projecto “Interacção, Diversidade e Tolerância” que pretende focar a importância da escola enquanto palco do diálogo intercultural e mediadora/promotora das competências interculturais dos jovens cidadãos que nela interagem.

Depois da conferência realizada em Novembro, que proporcionou uma visão geral sobre o tema e na qual os professores presentes chamaram a atenção para a situação – frequentemente complicada – nas suas escolas, esta conferência tem como objectivo apresentar possíveis soluções.

Que medidas foram bem sucedidas e poderam modificar de forma duradoura a situação na escola e dentro da sala de aula? Professores e representantes de ONGs, de sindicados e associações culturais, oriundos de Portugal, Alemanha, França, Espanha e Roménia, apresentam, neste âmbito, os seus projectos e partilham experiências. Esperamos que esta troca de experiências sirva de estímulo para muitos professores e que forneça ideias novas para aplicar no dia-a-dia nas respectivas escolas.

Esta iniciativa terá continuidade entre 4 e 7 de Maio de 2011, com um workshop para professores e uma série de apresentações teatrais de grupos do Teatro do Oprimido, oriundos de Alemanha, França, Palestina e Portugal.”

Inscrição on-line

Programa

Sexta-Feira, 18 de Fevereiro de 2011
16h00 Abertura
Joachim Bernauer (Goethe-Institut Portugal, Lisboa)
Reinhard Naumann (Fundação Friedrich Ebert, Lisboa)
16h20 Aprender entre culturas? Uma crítica sobre o conceito da “Aprendizagem Intercultural” e propostas para a “Escola Intercultural”
Christian Ernst (Associação Zeipfeil, Potsdam, Alemanha)
16h40 Tematizar a migração fora do contexto étnico e cultural
Kuno Rinke (Associação Alemã para a Educação Política / Revista „Aprendizagem Política”, Bona, Alemanha)
17h10 Debate
Moderação: Luis Alberto Alves (Faculdade de Letras, Universidade do Porto)
17h40 Coffee Break
18h00 Interculturalidade nas escolas da comarca do Valle del Guadalhorce, em Málaga
Antonio Calderón Vázquez (IES Licinio de la Fuente, Coín, Málaga, Espanha)
Maria Ángeles Nieto (IES Valle del Azahar, Cártama-Estación, Málaga, Espanha)
18h30 Imigração e integração como desafio educativo – um projecto escolar em Cáceres
Sónia Isabel Pita Vallares e Maria Teresa Fernández Martins (IES San Martín, Talayuela, Cáceres, Espanha)
19h00 Debate
19h30 Fim

 

Sábado, 19 de Fevereiro de 2011
10h00 O ensino do Francês como língua estrangeira (FLE)
Francine Bouvet (Collège Gabriel Havez, Creil(‘Oise), França)
10h30 Apresentação da “Rede Educação Sem Fronteiras” (RESF), em França
Marylène Cahouet (Lycée La Martinière-Duchère, Lyon, França)
11h00 Coffee Break
11h30 O Calendário Intercultural
Sorin Giurumescu (Ministério de Educação, Bucareste, Roménia)
Ţoţea Georgeta e Anca Albici (Colégio „A. Şaguna”, Bucareste, Roménia)
12h00 Educação não-formal como método alternativo dentro do processo educativo formal. Exemplos práticos de projectos interculturais em escolas romenas
Cristina Iulia Popescu (Associação Baraka, Bucareste, Roménia)
12h30 Debate
13h00 Almoço
14h00 Pátios Interculturais – o Teatro Fórum nas Escolas
Gisella Mendoza (Grupo de Teatro do Oprimido, Lisboa)
João Maria Pacheco e Gonçalo Rodrigues (Esc. Bás. 2,3 Almeida Garrett, Amadora)
14h45 Apresentação de projectos de educação intercultural na área da Grande Lisboa
EDUC’ARTE (Escola Bartolomeu Dias, Sacavém) e o Projecto Educativo do Agrupamento de Escolas de Sacavém e Prior Velho, entre outros
16h00 Apresentação dos resultados do rally intercultural de alunos
Christian Ernst (Zeitpfeil e.v., Berlim, Alemanha)
Sonia Borges (Historiadora, Amadora)
16h30 Conclusões e encerramento
17h00 Fim


Entries e comentários feeds.