15 regras de etiqueta e boa educação para crianças

Outubro 23, 2017 às 12:00 pm | Publicado em A criança na comunicação social | Deixe um comentário
Etiquetas: , ,

Texto do site http://uptokids.pt/ de 10 de outubro de 2017.

Regras de etiqueta e boa educação para crianças

“De pequenino se torce o pepino”

Este provérbio tem origem na prática dos agricultores podarem os pepinos para que estes se desenvolvam da melhor maneira, não deixando criar uma rama sem valor que lhes dá um sabor desagradável. Da mesma forma devemos moldar o comportamento das crianças desde cedo, ensinando-lhes regras de etiqueta e boa educação.

E o que é isto de etiqueta?

Nos dias de hoje, em que o tempo é um bem escasso, há uma cada vez menor disponibilidade dos pais para “perderem tempo” com algumas questões de educação, vistas erradamente como ultrapassadas, havendo outras prioridades tidas como de “qualidade”.

Ora dar aos nossos filhos regras de boa educação é dotá-los de ferramentas e ensinamentos para a vida. Da mesma forma que escolhemos a melhor escola para que tenham um ensino de excelência, a possibilidade de fazer um desporto ou aprender música para que cresçam saudáveis, a melhor universidade para que tenham um bom emprego no futuro, devemos apostar em skills comportamentais, que lhes permitam autoconfiança e saber estar em qualquer situação. Ensinar-lhes a ser amáveis e respeitosos com os outros é afinal de contas o verdadeiro significado da etiqueta.

E haverá uma idade certa para tal?

Na opinião de diversos especialistas em etiqueta e em psicologia infantil, deveremos começar a ensinar às crianças regras básicas de etiqueta mal estas começam a falar. Agradecer e pedir licença ou, quando já tiverem idade para se sentar à mesa, começar a ensinar-lhes as boas maneiras.

15 regras de etiqueta e boa educação que qualquer criança deve aprender:

  1. Dizer obrigado(a) e se faz favor (os meninos dizem obrigado, e as meninas dizem obrigada)
  2. Cumprimentar e despedir-se das pessoas
  3. Estar sentado direito à mesa
  4. Comer de boca fechada e não apoiar os cotovelos na mesa
  5. Usar corretamente os talheres e o guardanapo (e não as mangas…)
  6. Não usar o telemóvel às refeições (atenção aos Pais e ao exemplo)
  7. Pedir licença para sair da mesa
  8. Não apontar
  9. Não interromper os outros quando estes estão falar
  10. Olhar as pessoas de frente quando se está a falar
  11. Ceder o lugar às Senhoras ou aos mais velhos (andamos esquecidos…)
  12. Tapar a boca quando se tosse ou espirra
  13. Bater às portas antes de entrar (os Pais devem dar o exemplo e habituar-se a fazê-lo, respeitando a privacidade dos filhos)
  14. Respeitar os outros
  15. Ajudar quem tem necessidade

Manter as tradições passadas ao longo de gerações e ensinarmos aos nossos filhos desde pequeninos regras de civilidade, não deve estar em desuso ou ser considerado “coisas do antigamente”. Saber estar e saber ser, incutir-lhes-á confiança em si mesmos e ajudá-los-á, na era global em que vivem, a quebrar muitas barreiras culturais no futuro.

Como ouvi muitas vezes dizer em pequenina, “quando tudo falha, resta-nos a educação!”

Baseado em Town and country Mag

imagem@ytlab

 

 

Como criar filhos simpáticos, respeitadores e responsáveis? Siga estes conselhos

Julho 18, 2017 às 10:30 am | Publicado em A criança na comunicação social | Deixe um comentário
Etiquetas: , , , ,

Texto do https://ionline.sapo.pt/ de 5 de julho de 2017.

Fique com as dicas da Universidade de Harvard para criar bons filhos.

Richard Weissbourd, psicólogo da Universidade de Harvard, explicou ao jornal britânico The Independent como criar filhos simpáticos, respeitadores, responsáveis e preocupados com os outros.

– Empatia. As crianças têm de aprender a ajudar os outros e a equilibrarem as suas necessidades com as necessidades dos outros.

– Espaço. As crianças precisam de espaço para que possam ter oportunidade de ajudar os outros sem que sejam os pais a pedir.

– Alargar os grupos de pessoas importanes. Há que encorajar a criança a ser empática com pessoas fora do grupo de amigos e familiares.

– Exemplo. O melhor exemplo é o dos pais, deve seguir as regras que aplica ao filho.

– Equilíbrio. Encoraje as crianças a equilibrar as emoções destrutivas, como a raiva ou a vergonha, com emoções mais construtivas.

mais informações na notícia The Independent:

Five simple tips on raising good kids, according to Harvard psychologists

23 boas maneiras que todas as crianças deveriam saber

Julho 11, 2017 às 12:00 pm | Publicado em Divulgação | Deixe um comentário
Etiquetas: , , ,

Texto do site http://www.paisefilhos.com.br/

Essas regras básicas de etiqueta deveriam ser ensinadas para todas as crianças, veja abaixo:

1- Quando pedir algo, diga “por favor”.

2- Quando receber algo, diga “obrigado”.

3- Não interrompa uma conversa entre adultos, a não ser que exista uma emergência. Caso contrário, eles te darão atenção e responderão quando terminarem de conversar.

4- Se você precisar chamar a atenção de alguém rapidamente, a expressão “com licença” é o modo mais educado para entrar na conversa.

5- Quando você tiver qualquer dúvida sobre fazer algo, peça permissão antes. Isso pode te salvar de muitas horas de preocupação depois.

6- Não comente sobre as características físicas dos outros a não ser, é claro, que seja para elogiar, o que é sempre bem-vindo.

7- Quando te perguntarem como você está, responda e então pergunte como a pessoa está.

8- Quando você tiver passado um tempo na casa do seu amigo, lembre de agradecer os pais dele por terem te recebido e pela diversão que você teve lá.

9- Bata em portas fechadas – e espere por uma resposta – antes de entrar.

10- Quando você fizer uma ligação, apresente-se primeiro e depois pergunte se você pode falar com a pessoa que deseja.

11- Seja grato e diga “obrigado” por qualquer presente que você receber. Na época do WhatsApp, uma mensagem escrita à mão pode ter um efeito poderoso.

12- Não chame as pessoas por nomes malvados.

13- Não tire sarro dos outros por nenhum motivo. Importunar os outros pode ser cruel.

14- Ainda que uma peça ou uma palestra esteja chata, fique sentado e quieto, finja que está interessado. A pessoa que está se apresentando está fazendo o seu melhor.

15- Se você esbarrar em alguém, diga imediatamente “Me desculpe”.

16- Cubra a sua boca quando tossir ou espirrar e não cutuque o nariz em público.

17- Quando você passar por um porta, preste atenção se você pode segurá-la para outra pessoa.

18- Se você encontrar um professor, um parente ou um vizinho trabalhando em algo, pergunte se você pode ajudar. Caso ele diga que sim, ajude – você pode aprender algo novo.

19- Quando um adulto te pedir um favor, faça sem resmungar ou reclamar.

20- Quando alguém te ajudar, diga “obrigado”. Essa pessoa provavelmente vai querer te ajudar de novo. Isso é especialmente verdadeiro com professores.

21- Use talheres apropriadamente. Se você estiver inseguro sobre como fazer, peça aos seus pais para que te ensinem ou então observe os outros adultos.

22- Mantenha um guardanapo no seu colo enquanto come; use para limpar a boca quando necessário.

23- Não se estique para pegar algo do outro lado da mesa durante a refeição; peça para que alguém te passe.

 

 

Livros infantis que tratam da igualdade, bullying e de como lidar com estranhos na internet

Março 28, 2016 às 12:00 pm | Publicado em Vídeos | Deixe um comentário
Etiquetas: , , , , , , ,

texto do site http://www.portalraizes.com

sara

Série “Sara e sua Turma” será transformados em animação. Com livros presentes em diversos países, série que trata de temas como igualdade e tolerância vai virar desenho animado

Sara é uma menina muito curiosa e vive várias aventuras: descobre valores que nem sempre são ensinados na escola. Tudo embalado com uma boa dose de  humor voltado para o público infantil

As histórias têm como ponto forte dar voz a uma personagem bastante jovem para contar sobre problemas atuais e comuns às crianças.

“Sara é negra, carismática, superbem ilustrada, e vive situações reais de uma criança de sete ou oito anos real, o que faz com que jovens do mundo inteiro se identifiquem”, diz a autora da série, Gisele Gama.

sara2

Cada episódio terá cinco minutos, e a produção da primeira série, com doze episódios, já se iniciou. A série será exibida na internet, na TV Escola e na Playkids.

Lançamento da série previsto para o segundo semestre deste ano:

Sucesso internacional

Com publicações vendidas em todo o país, sendo bastante utilizadas como material para escolas e pais interessados em passar uma leitura educativa para os filhos. A coleção também vem tomando o mundo.  Desde 2012 está presente no exterior, aonde chegou a países como Japão e Cingapura.

Inspiração na vida real

cabelos

A escritora usou das experiências de seu dia a dia para dar a vida a uma das personagens mais carismáticas da literatura infantil brasileira. A autora tirou de sua família a inspiração para criar a série Sara e Sua Turma.

Todas as obras têm como personagem principal a filha adotiva de Gisele Gama, Sara, que, hoje, tem 15 anos de idade. Os outros personagens das histórias também são, em sua maioria, pessoas que fazem parte do cotidiano da autora. Raphael e Gabriel, por exemplo, são irmãos de Sara tanto nas histórias quanto na vida real.

As histórias têm como foco trabalhar problemas que fazem parte do cotidiano das crianças: bullying, estranhos na internet, aulas tediosas, brigas entre melhores amigos e rancor são alguns dos temas abordados pela escritora. Cada história é finalizada com soluções sempre positivas e bastante criativas que passam valores muito importantes para a formação dos seres humanos.

sara3

Mais informações no site http://saraesuaturma.com.br/livros.html

 

Biblioteca Digital – Livros digitais e recursos pedagógicos sobre o valor da democracia e da participação cívica dirigidos a crianças e jovens

Dezembro 4, 2015 às 6:00 am | Publicado em Recursos educativos, Site ou blogue recomendado | Deixe um comentário
Etiquetas: , , , , , , , ,

biblio

menino

Aceder aos recursos digitais no link:

http://bibliotecalivrosdigitais.observalinguaportuguesa.org/

Livros digitais e recursos pedagógicos sobre o valor da democracia e da participação cívica dirigidos a crianças e jovens. Visam suscitar o conhecimento de realidades culturais diferentes, a interiorização de valores de tolerância e respeito mútuo, a compreensão intercultural e comportamentos relacionais positivos. A Biblioteca Digital foi desenvolvida graças a recursos públicos provenientes da Noruega, da Islândia e do Liechtenstein, no âmbito dos EEA Grants, através do Programa Cidadania Ativa, gerido pela Fundação Calouste Gulbenkian.

 

 

8 Dicas para criar um filho responsável

Novembro 30, 2015 às 6:00 am | Publicado em Divulgação | Deixe um comentário
Etiquetas: , , , , , ,

8

imagem retirada do link:

https://www.facebook.com/oficialsbie/?fref=photo

Adultos deixam cair as suas carteiras ao lado de crianças para ver o que elas vão fazer

Novembro 29, 2015 às 1:00 pm | Publicado em Vídeos | Deixe um comentário
Etiquetas: , , , ,

mais informações no link:

http://www.upworthy.com/adults-drop-their-wallets-next-to-kids-to-see-what-they-will-do-its-a-beautiful-experiment?c=upw1&u=3220bd7da33bd02463d6b735cde9de8a5115ce0d

Dicas para valorizar o professor do seu filho

Fevereiro 26, 2015 às 8:00 pm | Publicado em Divulgação | Deixe um comentário
Etiquetas: , , ,

dicas

 

Seminário Educação para o Risco

Junho 26, 2012 às 4:00 pm | Publicado em Divulgação | Deixe um comentário
Etiquetas: , , , , , , , , , ,

 Luísa Lobão Moniz, Mestre em Educação Intercultural – SOS-Criança /Instituto de Apoio à Criança, irá participar no Painel – “Os riscos que os jovens correm”” pelas 16.15.

O PROJECTO Cidadania e sustentabilidades para o séc. XXI. Caminhos para uma comunidade sustentável nos Açores nasceu da necessidade de educar para a compreensão dos riscos de degradação da natureza e do património e de intervenção cívica.
Este projecto deu origem à EXPOSIÇÃO de fotografia noterreno.açores, inserida no domínio da Educação para o Desenvolvimento Sustentável.
Destas intervenções nasce a RECOMENDAÇÃO 5/2011, emanada pelo Conselho Nacional de Educação, e publicada no DR 2.ª série — N.º 202 — 20 de Outubro de 2011.
O SEMINÁRIO Educação para o Risco nasce de todo esse trabalho.

Mais informações Aqui

 

Seminário “Civismo e Cidadania Democrática na Sociedade e na Escola Pública Democrática: Balanço e Desafios”

Abril 13, 2010 às 1:00 pm | Publicado em Divulgação | Deixe um comentário
Etiquetas: , , ,

No âmbito de uma iniciativa regular intitulada Diálogos sobre Educação, o  Departamento de Ciências Sociais da Educação do Instituto de Educação da Universidade do Minho, promove  o  Seminário  “Civismo e Cidadania Democrática na Sociedade e na Escola Pública Democrática: Balanço e Desafios”, que irá ter lugar no Auditório Multimédia do Instituto de Educação, no dia 15 de Abril de 2010, quinta-feira. O referido Seminário tem como objectivos principais promover a reflexão crítica e o debate sobre duas dimensões educativas fundamentais na escola pública portuguesa: a educação cívica e a formação para uma cidadania democrática.

Mais informações Aqui


Entries e comentários feeds.