Páscoa nas bibliotecas de Loures – 9 a 12 de abril

Abril 5, 2019 às 10:00 am | Publicado em Divulgação | Deixe um comentário
Etiquetas: , , , , , , ,

Mais informações no link:

https://www.cm-loures.pt/Conteudo.aspx?DisplayId=6108

Arte Acessível – 22 de abril na Fundação Calouste Gulbenkian – Venham descobrir a arte em família de forma inclusiva!

Abril 7, 2017 às 11:30 am | Publicado em Divulgação | Deixe um comentário
Etiquetas: , , , , , , , ,

Segunda edição do dia de Arte Acessivel!
Ativiades inclusivas para todos os tipos de famílias!
Venham passar o dia connosco.
Ficamos à vossa espera
https://gulbenkian.pt/descobrir/arte-acessivel/
(Inscrições para mcrodrigues@gulbenkian.pt e mmendes@gulbenkian.pt)

Oficinas de Páscoa do Museu Bordalo Pinheiro – 10 a 13 de abril

Março 10, 2017 às 8:00 pm | Publicado em Divulgação | Deixe um comentário
Etiquetas: , , , , , ,

16807028_1327750877285793_4842177731469706035_n

Inscrição:

servicoeducativo@museubordalopinheiro.pt

Tel.: 218 170 667

mais informações no link:

https://www.facebook.com/MuseuBordaloPinheiro/

Os benefícios das artes plásticas para as crianças

Outubro 9, 2016 às 1:00 pm | Publicado em A criança na comunicação social | Deixe um comentário
Etiquetas: , , ,

Texto do site http://uptokids.pt/ de 22 de setembro de 2016.

uptokids-artes3

Os benefícios das artes plásticas para as crianças

A arte desempenha um papel importante no universo infantil. Grande parte das crianças gostam naturalmente de pintar, desenhar e brincar com cortes e recortes, mesmo sem serem estimuladas para tal.

À semelhança de todas as experiências culturais, as artes plásticas são uma ótima forma de desenvolver apetências, conhecimentos e valores que os vão acompanhar durante toda a vida. Não é por acaso que as artes plásticas são usadas por terapeutas ocupacionais e integram grande parte do programa de aprendizagem das creches e jardins de infância.

Ensina a importância de fazer

Desenhando, pintando e esculpindo é natural que as crianças guardem uma imagem projetada do possível resultado final, mas é necessário trabalhar essas expetativas. O incentivo das artes plásticas em casa ou na sala de aula é, portanto, uma ótima forma de ensiná-las a desfrutar de cada passo do processo e a saber lidar com a frustração e com a gestão de expetativas. “O importante é participar” dirão alguns, mas mais importante ainda é divertirem-se pelo caminho! Não interessa o resultado final, o que interessa é o processo – esta é uma lição para a vida.

Aproxima pais e filhos

As artes plásticas são um caminho para a interação e para preencher tempo de qualidade entre pais e filhos. Sentar-se com os seus filhos a pintar, desenhar e a criar coisas novas estreita laços familiares e promove a comunicação, a cooperação, o espírito crítico e a partilha de experiências e opiniões.

Abre as portas à criatividade individual 

Desenvolver a imaginação é tão importante como aprender a falar, saber as cores e contar até 100. Além disso, as artes visuais são uma excelente forma das crianças se expressarem, quebrando as barreiras linguísticas, principalmente em idades em que o discurso verbal ainda não está completamente assimilado.

Resiliência e autoestima

Saber falhar é a regra número 1 de um artista e essa regra é válida também para artistas de palmo e meio. É importante escolher atividades que se adaptem à idade da criança, para que haja sempre superação. Além de desenvolver ferramentas emocionais tão importantes como a resiliência, a paciência e o autocontrolo, todas as artes plásticas incluem uma boa dose de encorajamento para fazer melhor – tendo um papel importantíssimo na construção da autoestima e confiança dos mais pequenos.

Descobrir o mundo e descobrir-se

Os adultos não devem influenciar o processo criativo das crianças, mas podem dar-lhes oportunidades para elas poderem conhecer o mundo e experienciá-lo. Papel, tinta, gesso, argila e elementos naturais como folhas, terra e água são uma ótima maneira de elas terem contacto com novos materiais, objetos, texturas e possibilidades, ao passo que descobrem o mundo através deles. Sujar, claro, faz parte do processo. Aprenda como tirar tinta da roupa facilmente e não deixe de incentivar o sentido de exploração e descoberta dos seus filhos!

Consciência corporal e coordenação motora

Através do tato e da manipulação de objetos os mais pequenos descobrem o mundo, interpretam o que os rodeia e aguçam a curiosidade. O desenho, a pintura e os trabalhos manuais são um excelente “empurrão” no desenvolvimento motor da criança. No topo da lista estão a destreza dos dedos e a coordenação entre o olhar e o movimento das mãos. Logo de seguida, a consciência de si próprios e a aprendizagem de que é preciso cuidar do próprio corpo em todas as ações e atividades.

Precisa de mais argumentos?

Por Joana Teixeira para Up To Kids®

 

 

Artes nas Férias da Páscoa – A Fabulosa Fábrica de Chapéus – 23 de Março a 2 de Abril no CCB

Março 23, 2015 às 2:00 pm | Publicado em Divulgação | Deixe um comentário
Etiquetas: , , ,

chapei1 chapeu

Fabulosa Fábrica de Chapéus

Chapéus há muitos, mas nunca são demais

23, 24, 25, 26, 27, 30 e 31 Mar 2015

1, 2 e 3 Abr 2015

Espaço Fábrica das Artes

Público-alvo Dos 5 aos 10 anos

Duração 7 horas diárias

Das 10h00 às 17h00

Acolhimento a partir das 9h30

Semanas 23 a 27 Março | 30 Março a 3 Abril

Preços 

Semana 85,30€ | 4 Dias 69,5€  | Dia 21,3€  | 1/2 Dia 10,65€ 

Precisa-se: aprendizes de chapeleiro

A Fabulosa Fabrica de Chapéus esta a recrutar Aprendizes de Chapeleiro para realizar uma encomenda muito especial!

Temos uma semana para inventar chapéus para cabeças de vários tamanhos, construi-los e por gente enchapelada a fazer coisas de se tirar o chapéu!

Perfil do candidato: ser bem-disposto; ter uma formação avançada na arte de inventar; ter anos de experiencia em fazer-de-conta e estar totalmente motivado para saltar, pular, cantar, colar, cortar, pintar, representar e outras árduas tarefas.

  • Uma criação apresentada originalmente na Fabrica das Artes em Julho de 2011.

Mestres Chapeleiros Sofia Cabrita, Leonor Cabral, Vera Fontes e Cláudia Cabrita (gentilmente cedidos pela CASEAR, Criação de Documentos Teatrais)

CONTACTOS FÁBRICA DAS ARTES

Maria José Solla | Manuel Moreira | Tânia Guerreiro

Todos os dias úteis das 11:00 às 13:00 e das 15:00 às 18:00.

Telefones +351 213 612 899 e +351 213 612 898

ou do fax +351 213 612 859.

fabricadasartes@ccb.pt

 

Concurso Mundial de Pintura dirigido a Crianças e Jovens

Maio 15, 2013 às 6:00 am | Publicado em Divulgação | Deixe um comentário
Etiquetas: , , , , , , , , ,

Notícia da DGE / SG – MEC

world

A Fundação “Little Zograff”, em parceria com a Municipalidade e o Centro de crianças de Bansko – Bulgária -, vai promover um concurso mundial de pintura que obedece às seguintes regras:

Tema: o tema pode ser livre ou, então, podem ser apresentados desenhos/pinturas relacionados com a natureza, paisagens, animais ou experiências relacionadas com a natureza.

Publico-alvo: Dirigido a alunos da faixa etária dos 4 aos 15 anos de idade.

Dimensão da imagem: Mínimo de 30 a 40 cm; máximo de 49 a 70 cm.

Materiais a utilizar: Não há especificações sobre os materiais a utilizar; os trabalhos devem ser originais.

Período do concurso: Os trabalhos podem ser enviados a partir de 1 de maio de 2013 até 15 de junho de 2013 (inclusive).

Dados pessoais exigidos: Primeiro nome e apelido, sexo, idade, nacionalidade, endereço, e-mail, telefone, título da pintura, número de desenhos submetidos a concurso, sendo que o máximo estipulado é 2 por concorrente.

Avaliação: A avaliação dos trabalhos será feita por um conjunto de pintores búlgaros e especialistas na matéria.

Anúncio dos vencedores: Após a selecção dos desenhos vencedores, o anúncio será feito através de uma carta dirigida a todas as organizações participantes.

Resultados: Os resultados serão publicados na página web da Fundação “Little Zograff

Prémios: Os prémios terão uma vertente pecuniária associada a uma estatueta.

Posteriormente, a 7 de setembro, em Bansko, está pensada uma exibição de todos os trabalhos premiados. Estes mesmos trabalhos serão objeto de uma publicação em catálogo, a ser distribuido por cada vencedor.

Para informações mais detalhadas, pode ser consultada a página web da Fundação “Little Zograff”.

Fonte: DGE / SG-MEC

Atelier de Expressão Plástica Arte Cinética para crianças dos 6 aos 10 anos

Abril 8, 2013 às 3:41 pm | Publicado em Divulgação | Deixe um comentário
Etiquetas: , , , , ,

arte

Mais informações Aqui ou  Aqui

Jornadas Lúdico – Pedagógicas Aprender Brincando : O Lúdico como Instrumento de Aprendizagem

Março 19, 2013 às 6:00 am | Publicado em Divulgação | Deixe um comentário
Etiquetas: , , , , , , , , , ,

ludico

Mais informações Aqui ou Aqui

Oficinas de Desenho da Galeria Municipal Vieira da Silva – Pavilhão de Macau – Loures

Novembro 1, 2012 às 8:00 pm | Publicado em Divulgação | Deixe um comentário
Etiquetas: , , , ,

Mais informações Aqui

Inauguração da Exposição “Um chá para Alice” Ilustrações Contemporâneas de Alice no Pais das Maravilhas 31 de Outubro pelas 18.00 horas na FCG

Outubro 31, 2012 às 10:22 am | Publicado em Divulgação | Deixe um comentário
Etiquetas: , , , , ,

Celebrar a figura central do clássico de Lewis Carroll através de algumas das mais sugestivas ilustrações contemporâneas é o propósito da exposição Um Chá para Alice que a Fundação apresenta na sala de Exposições Temporárias (piso 01).

A exposição reúne uma centena de originais de alguns dos melhores ilustradores contemporâneos – 21 autores de 15 países –, que apresentam o seu olhar único sobre uma obra que sempre constituiu uma inesgotável fonte de inspiração de artistas de todo o mundo: Alice no País das Maravilhas. O eixo central da exposição é o emblemático episódio do chá do Chapeleiro Maluco e da Lebre de Março que inspirou ilustrações tão diversas quantos os autores presentes, e que serão mostradas em mesas desenhadas para o efeito. Serão, ao todo, 21 mesas – uma por cada ilustrador – com formas e alturas distintas, formando uma espécie de lagarta louca, onde todas ilustrações estarão expostas.

A mostra foi estreada este verão no Story Museum, em Oxford, cidade que viu nascer esta narrativa há 150 anos e que veio a tornar-se um dos contos mais universais e intemporais de sempre, hoje traduzido para mais de uma centena de idiomas.

Imaginada por Ju Godinho e Eduardo Filipe, e apoiada pela Fundação Calouste Gulbenkian, a exposição propõe mostrar várias representações visuais contemporâneas deste conto, que teve como primeiro ilustrador o próprio Lewis Carroll, que encheu o manuscrito original de desenhos. A partir daí, sucederam-se as mais diversas ilustrações até aos nossos dias. Algumas das mais notáveis podem ser agora vistas na Fundação até 10 de fevereiro.

Os artistas representados são Alain Gauthier, Lucie Laroche, Nicole Claveloux e Rebecca Dautrement (França), Anthony Browne, Helen Oxenbury e John Vernon Lord (Reino Unido), Chiara Carrer e Lisa Nanni (Itália), Anne Herbauts (Bélgica), Dusan Kallay (Eslováquia), Iban Barrenetxea (Espanha), Joanna Concejo (Polónia), Klaus Ensikat (Alemanha), Lisbeth Zwerger (Áustria), Maggie Taylor (EUA), Narges Mohammadi (Irão), Nelson Cruz (Brasil), Suzy Lee (Coreia do Sul), Teresa Lima (Portugal) e Vladimir Clavijo (Rússia).

As imagens de cada um deles transportam o espectador para uma dimensão paralela ao texto, uma dimensão visual feita de cores, formas, texturas e relações volumétricas. Através da visão e da arte de cada artista o público é levado a revisitar episódios e personagens, a comparar estilos, escolas e técnicas, a reconhecer influências culturais e a descobrir novas interpretações.

A estreita colaboração com a Biblioteca de Munique permite incluir nesta mostra um grande número de edições antigas e modernas deste conto que podem ser consultadas pelo público.
Um Chá para Alice
1 novembro 2012 / 10 fevereiro 2013

Edifício Sede – entrada livre

Página seguinte »


Entries e comentários feeds.