Premika é meio-robô e meio-humana, e quer ajudar as crianças a ser mais confiantes – Instituto de Apoio à Criança lança colecção de livros e promove acções nas escolas sobre os riscos da Internet

Novembro 21, 2017 às 1:42 pm | Publicado em O IAC na comunicação social, Site ou blogue recomendado | Deixe um comentário
Etiquetas: , , , , , , , , , ,

A notícia contém declarações da Dra. Cláudia Manata do Outeiro do IAC-CEDI (Centro de Estudos, Documentação e Informação sobre a Criança).

Notícia do https://www.publico.pt/ de 18 de novembro de 2017.

Bárbara Wong

Foi com mais frequência que começaram a chegar à linha SOS Criança (217 931 617, ou pelo número gratuito 116 111) chamadas sobre bullying e de cyberbullying na escola. Foi a partir destes “pedidos de ajuda e de denúncias” que o Instituto de Apoio à Criança (IAC) começou a pensar em “instrumentos que pudessem, de forma lúdica e pedagógica, ajudar os miúdos a pensar sobre estas coisas”, explica Cláudia Manata, professora a trabalhar na associação responsável por esta linha. Foi assim que a docente se associou à autora Raquel Palermo e à investigadora Teresa Sofia Castro e, juntas, criaram o projecto “Alerta Premika! Risco online detectado”. O primeiro livro é apresentado neste sábado, às 16h, na livraria Barata, em Lisboa.

Premika, um ser que é meio-robô e meio-humano, nasceu da vontade das autoras de ajudar os mais novos, os do 1.º e 2.º ciclo, a lidar com os desafios da Internet. A personagem, desenhada pela ilustradora Joana M. Gomes, que só os mais pequenos vêem e que muda de cor conforme o estado de espírito da criança, surge com o propósito de os ajudar, sem nunca falar, mas conseguindo fazer-se compreender. A sua missão é que as crianças saibam lidar com sentimentos como a solidão, o medo, a tristeza ou a frustração. “A ideia é que percebam que há riscos na Internet e como podem evitá-los”, sublinha Cláudia Manata.

Este é o primeiro livro de uma colecção. O segundo já está a ser ultimado. E a intenção é que sejam trabalhados nas escolas ou em casa, por exemplo, numa leitura partilhada entre pais e filhos, antes de deitar. Raquel Palermo explica ao PÚBLICO como funcionam os livros: o leitor, ao longo da história, vai deparando-se com várias escolhas, decide a que quer seguir (o que significa que tem de ir até à página indicada para continuar a ler) e, cada uma dessas opções levam a fins diferentes. O objectivo é que as crianças reflictam sobre os caminhos que podem seguir. Quanto aos pais, o livro tem como propósito alertá-los para a necessidade de acompanharem os filhos – no final há um capítulo com dicas para navegar com segurança na Internet; e um glossário.

“Não faz sentido estar a discutir se o telemóvel deve ou não entrar na sala de aula. Temos é de ajudar e preparar [os mais novos] para saberem usá-lo da melhor maneira, para não serem enganados porque senão não vão saber exercer bem a sua cidadania”, declara Raquel Palermo, co-autora da colecção Caderno de Memórias de Difícil Acesso, sobre as aventuras e desventuras do adolescente Santiago Castelo, onde o bullying também marca presença

Antes da escrita dos livros, Teresa Sofia Castro fez um estudo qualitativo com entrevistas e observação a 22 famílias, que tivessem filhos entre os 3 e os 8 anos, onde observou como eram usadas as novas tecnologias na família. “Fui recebendo pistas interessantes”, diz a investigadora da Universidade do Minho. É a partir dessas que as histórias nascem. “Muitos dos diálogos são reais, mas adaptados e estes dão-nos consciência de como eles lidam com estas coisas”, continua Cláudia Manata, acrescentando que se pretende transmitir que “a Internet é boa, mas que é preciso saber usá-la em segurança”.

Além dos livros, as autoras criaram uma boneca, a Premika, que irá às escolas; um jogo de tapete em que os alunos são os peões e têm de fazer escolas; e existe ainda o blogue Alerta Premika onde as escolas, pais e alunos podem ir para colocar dúvidas ou saber mais coisas sobre redes sociais e não só.

 

 

Anúncios

Movimento 1 Euro – Apoie o IAC / SOS-Criança

Novembro 8, 2017 às 4:53 pm | Publicado em Divulgação, Site ou blogue recomendado | Deixe um comentário
Etiquetas: , , , , ,

Tal como é do conhecimento de todos nós que uma das formas mais eficazes de prevenir e de intervir os maus tratos nas crianças e jovens, é sensibilizar esta mesma população para os seus direitos. Neste sentido, através de ações de sensibilização nas escolas, é possível contatar com as crianças e alertar para o que deve e não deve ser encarado como “normal”, no que toca à sua integridade física, emocional e moral.

Deste modo, o IAC, através do SOS-Criança, candidatou-se ao “Movimento 1 Euro”, da Associação Movimento 1 Euro. Com o apoio financeiro do “Movimento 1 Euro”, esperamos obter ajuda para a produção do material de divulgação da Linha SOS-Criança nas escolas, de modo a complementar e a enriquecer as nossas ações de sensibilização, distribuindo-o pelos alunos, por forma a cativá-los e a sensibilizá-los para estarem mais atentos aos sinais indicadores de que algo possa estar a perturbar o seu bem-estar e o bem-estar dos que lhes estão próximos. Assim, é possível intervir, cada vez mais cedo, nas problemáticas e evitar que apenas haja atuação quando as situações indesejáveis já se encontrem em estado avançado.

Para poder votar, deverá preencher o formulário online através deste link, onde se encontram as instruções para tal:

http://movimento1euro.com/inscreva-se-aqui

Mais informações:

http://movimento1euro.com/causas/causas-activas

Estudantes criaram site que agrega desenhos de crianças internadas

Outubro 31, 2017 às 6:00 am | Publicado em Site ou blogue recomendado | Deixe um comentário
Etiquetas: , , , ,

Notícia do https://www.noticiasaominuto.com/ de 19 de outubro de 2017.

 

Um grupo de estudantes da Faculdade de Engenharia da Universidade do Porto (FEUP) criou uma plataforma online que agrega desenhos da autoria de crianças hospitalizadas em pediatrias de todos os distritos de Portugal.

Os desenhos ilustram a visita do papa Francisco a Fátima por ocasião do centenário das aparições, no passado dia 13 de maio.

“De fácil navegação e bastante intuitivo”, o ‘site’ está preparado para ser apresentado em cinco diferentes línguas (português, inglês, francês, italiano e espanhol) e possibilita a consulta dos desenhos através da navegação do mapa de Portugal dividido em distritos, explica a FEUP, em comunicado.

O projeto, denominado ‘Waves of Drawings’, foi desenvolvido por sete estudantes da FEUP, cinco do Mestrado Integrado em Engenharia Informática e Computação e dois do Mestrado em Multimédia, que realizaram todo o trabalho em regime extra curricular. O grafismo da plataforma ficou a cargo da ‘designer’ Emília Dias da Costa.

A FEUP esclarece que “o pontapé de saída do ‘Waves of Drawings’, projeto nacional agregador de todas as pediatrias do Serviço Nacional de Saúde (SNS), foi dado pelo Centro Hospitalar de São João”, do Porto, que coordena.

“Após ter organizado, em 2015, uma exposição de desenhos de 28 serviços de pediatria dos estados-membros da União Europeia (UE), decidiu organizar uma outra, desta vez com desenhos de todas as pediatrias do SNS, apresentada no passado mês de setembro, à presidente do Hospital ‘Bambino Gesù’, Mariella Enoc, em Roma”, refere.

O Bambino Gesú, também conhecido como o ‘Hospital do Papa’, é um hospital pediátrico tutelado administrativamente pela Secretaria do Estado do Vaticano e é considerado “um ponto de referência no tratamento de crianças não só de Roma como de toda a Itália”.

mais informações na notícia:

Pediatrias do Serviço Nacional de Saúde unidas em projeto com ADN FEUP

 

 

 

 

Europol lança site para ajudar no combate ao abuso sexual de menores

Junho 27, 2017 às 8:00 pm | Publicado em Site ou blogue recomendado | Deixe um comentário
Etiquetas: , , ,

mais informações no site.

https://www.europol.europa.eu/stopchildabuse

ver a reportagem da http://sicnoticias.sapo.pt/ de 13 de junho de 2017 no link:

http://sicnoticias.sapo.pt/mundo/2017-06-13-Europol-lanca-site-para-ajudar-no-combate-ao-abuso-sexual-de-menores

A Europol lançou um site em que pede ajuda para identificar situações de abuso sexual de menores. Na página são publicadas imagens de objetos que foram retiradas de fotografias de pornografia infantil e que podem ajudar a reconhecer locais, abusadores e até as crianças abusadas. A Europol acaba de acrescentar fotografias de 10 novos objetos e faz um apelo para que todos tentem ajudar, de forma a travar o abuso sexual de crianças.

 

Preparar os exames nacionais com o Ensina

Junho 22, 2017 às 8:00 pm | Publicado em Divulgação, Recursos educativos, Site ou blogue recomendado, Vídeos | Deixe um comentário
Etiquetas: , , , , , , ,

Texto do blogue http://blogue.rbe.mec.pt/ de 20 de junho de 2017.

O Ensina oferece um conjunto de recursos que podem ajudar o estudante a compreender melhor a matéria. Biografias de autores, documentários históricos, infografias ou comentários de especialistas são uma mais-valia para quem se prepara para um dos momentos mais importantes do ano letivo.

No RTP Ensina encontra recursos para diversas disciplinas que podem ser úteis durante todo o ano e numa altura de exames ainda mais.

Não esquecer que para além de ser relevante conhecer as matérias é importante descansar e saber estudar para tirar o máximo rendimento desse trabalho… Depois é aproveitar os recursos que estão disponíveis, entre outras, nas seguintes disciplinas:

História

Português

Geografia

Ciência

Artes

Filosofia

Texto replicado da fonte com pequenas alterações.

 

 

Desporto sem bullying : comportamentos de bullying : guidelines para pais

Maio 6, 2017 às 6:00 am | Publicado em Recursos educativos, Site ou blogue recomendado | Deixe um comentário
Etiquetas: , , , , , , , , , ,

 

O “Desporto sem Bullying” é um projeto de investigação-ação que sensibiliza as comunidades educativa e desportiva sobre bullying na formação desportiva, promovendo a intervenção direta através de 3 estratégias fundamentais – criação de ferramentas (guidelines e manuais),  formação de treinadores e intervenção especializada nos clubes (com acções de consultoria ou desenvolvimento e implementação de planos Anti-Bullying).

descarregar o guia no link:

http://www.desportosembullying.pt/files/uploads/2017/04/guidelines-bullying-pais.pdf

mais informações:

http://www.desportosembullying.pt/

Campanha “70Já” esclarece jovens sobre os seus direitos

Maio 2, 2017 às 6:00 am | Publicado em Site ou blogue recomendado | Deixe um comentário
Etiquetas: , , , , ,

Notícia do http://p3.publico.pt/ de 18 de abril de 2017.

“Queremos que os jovens conheçam os direitos que têm porque achamos que serão seguramente mais intervenientes, participativos e no fundo mais exigentes também”

Texto de Lusa

O Governo quer uma juventude activa, com conhecimento pleno dos seus direitos, que seja mais participativa e mais exigente, razão pela qual vai lançar uma campanha de sensibilização dos jovens para os seus direitos definidos na Constituição Portuguesa.

A campanha é apresentada hoje em Vila Nova de Gaia e vai durar até ao final da actual legislatura. Chama-se “70Já” e tem este nome porque quer chamar a atenção dos jovens para o artigo 70.º da Constituição, que remete para os direitos da juventude. Em declarações à agência Lusa, o secretário de Estado da Juventude e do Desporto explicou que o “Já” no nome da campanha se justifica porque o Governo quer uma juventude activa “no sentido de algum imediatismo e da efectivação dos seus direitos”.

“Queremos que os jovens conheçam os direitos que têm porque achamos que serão seguramente mais intervenientes, participativos e no fundo mais exigentes também”, adiantou João Paulo Rebelo, defendendo que o país só tem a ganhar com a inclusão e com a participação dos jovens na sociedade. João Paulo Rebelo apontou, por outro lado, que houve, nos últimos anos, um “desinvestimento na área da informação juvenil”. “Infelizmente, como se sabe, nos últimos anos passou um bocadinho essa ideia de que deveria haver quase um agradecimento dos jovens por terem acesso a um conjunto de direitos que na verdade lhes estão garantidos pela Constituição”, sublinhou, acrescentando que pretende acabar com a ideia de que “é melhor um contrato precário do que não ter contrato nenhum”.

De acordo com o secretário de Estado, a campanha vai estar assente num ‘site’, onde estará concentrada toda a informação, e que será coordenado pelo Instituto Português do Desporto e da Juventude. Nesse ‘site’, os jovens vão poder ficar a saber todos os programas específicos que o actual Governo está a levar a cabo nos vários direitos, desde a educação, desporto, saúde, mobilidade, emprego ou cultura. João Paulo Rebelo deu como exemplo o Instituto de Emprego e Formação Profissional que, não sendo um organismo que trabalhe apenas com a população juvenil, tem medidas específicas para os mais jovens e serão essas que estarão refletidas no site.

O ‘site’ terá interligações com as mais diversas redes sociais, além de estar também pensado material gráfico que será distribuído nas escolas, associações juvenis, lojas Pontojá ou municípios. Além disso, está também pensada a criação do comité “70Já”, através do qual será feita a gestão participada da campanha, coordenada pelo Instituto Português do Desporto e da Juventude, mas envolvendo vários organismos do Estado e também os próprios jovens. O secretário de Estado adiantou que a campanha vai focar-se em várias áreas e deu como exemplo a participação, tema que vai ter “especial relevância”, num ano em que vão decorrer as próximas eleições autárquicas. “Portugal é um país onde os jovens não votam ao nível da média europeia. Estamos distantes dos países onde os jovens votam mais e queremos inverter isso”, apontou João Paulo Rebelo, acrescentando que esse objetivo e o apelo à participação dos jovens está presente nesta campanha.

A campanha vai incluir também seminários, ‘workshops’ e ações de divulgação em todo o território nacional, estando pensada especificamente para os jovens até aos 30 anos, desde estudantes, à procura do primeiro emprego, profissionais, em situação “nem-nem” e outros.

 

 

 

O Pisca faz Faísca! recursos digitais no âmbito da cidadania digital para crianças em idade pré-escolar

Abril 29, 2017 às 10:00 am | Publicado em Recursos educativos, Site ou blogue recomendado | Deixe um comentário
Etiquetas: , , , , , , , , ,

No âmbito do projeto SeguraNet, a Direção-Geral da Educação irá enviar, durante o mês de maio, aos Jardins de Infância, do ensino público, uma coleção de três histórias infantis “O Pisca faz Faísca!”. Com este recurso, pretende-se alcançar, o público em idade pré-escolar, abordando temáticas prementes para esta faixa etária no que respeita à cidadania digital.

Sugere-se a visita guiada ao website ”O Pisca faz Faísca”:
http://pisca.seguranet.pt/, um espaço online que disponibiliza a coleção das histórias em formato digital e onde poderão ainda ser exploradas diversas atividades (adivinhas, sopa de letras, correspondências, pinturas, entre outras).

 

Unicoos – Vídeos tutoriais de matemática, física, química e tecnologias

Abril 12, 2017 às 8:00 pm | Publicado em Recursos educativos, Site ou blogue recomendado, Vídeos | Deixe um comentário
Etiquetas: , , , , , , , ,

mais informações no site:

http://www.unicoos.com/

“Só Para Curiosos” Estreia na Rádio Miúdos a 3 de abril

Março 31, 2017 às 10:35 am | Publicado em A criança na comunicação social, Site ou blogue recomendado | Deixe um comentário
Etiquetas: , , , , , ,

Andas de lupa na mão e caderno na outra?  ​​​​​​​Gostas de bichos e bicharocos e adoras histórias sobre dinossauros? Fazes muitas perguntas à mãe e ao pai sobre as coisas que te rodeiam?  Gostas das histórias sobre príncipes e princesas, Reis e Rainhas e impressionas-te com os Castelos construídos no alto dos montes? Então, o Só Para Curiosos é mesmo para ti!

Em parceria com a Rádio Miúdos, o projecto Entre Memórias – Educação Patrimonial Itinerante dá a conhecer e explica muitas curiosidades sobre o património que nos rodeia, num novo programa de rádio, a ESTREAR no DIA 3 DE ABRIL.

O projeto Entre Memórias – Educação Patrimonial Itinerante promove a memória coletiva sem esquecer aquelas que são mais pessoais, que constituem, igualmente, um património único a ser salvaguardado. Por isso gostam de contar histórias ligadas às tradições e às memórias do nosso país, dançam na memória dos bailes e das festas das aldeias, contam lengalengas que moram na nossa infância, e procuram, ainda, saber onde moram as memórias para cada um de nós.

A Rádio Miúdos é a primeira rádio em português para crianças, pais e professores. Com emissão online e ouvintes em 150 países, nasceu em Novembro de 2015 e pretende chegar a toda a diáspora e lusofonia. A equipa da Rádio Miúdos inclui profissionais da comunicação e da educação, conta com colaboradores de várias áreas (Literatura, Psicologia, Pediatria, Filosofia para Crianças, Música, Ciência, entre outros), e conta com vários miúdos como locutores e correspondentes em vários pontos do país e até no estrangeiro.

O Instituto de Apoio à Criança é uma das instituições que apoia a Rádio Miúdos

 

 

Página seguinte »


Entries e comentários feeds.