ByteDance, dona do TikTok, paga multa de $1,1 milhões por ter recolhido dados de crianças

Dezembro 13, 2019 às 8:00 pm | Publicado em A criança na comunicação social | Deixe um comentário
Etiquetas: , , , , ,

Notícia do PPLWare de 8 de dezembro de 2019.

O TikTok tem estado sob fogo no mundo Ocidental, especialmente nos EUA. O seu crescimento notável tem preocupado algumas entidades, sobretudo por ser uma empresa chinesa. Agora, a ByteDance, dona do TikTok, aceitou pagar multa de $1,1 milhões por ter recolhido dados de crianças.

Segundo o acordo alcançado, foram violadas leis de privacidade das crianças nos EUA, recolhendo dados e executando a app “de forma imprudente e ilegal para obter ganhos comerciais”.

O TikTok, apesar de ter pouca representatividade em Portugal, é uma das redes sociais que mais cresce em todo o mundo! Desde 2017, o seu crescimento foi de 1.533%.

Especialmente popular junto dos mais novos, o TikTok consiste em pequenos vídeos em que os utilizadores acrescentam música e efeitos especiais. Um conceito semelhante ao antigo Vine, entretanto extinto.

A empresa mãe da rede social é a ByteDance, da China. Esta empresa adquiriu o Musical.ly em 2017 e transformou-o no fenómeno que o TikTok é hoje em dia. Contudo, algumas práticas realizadas pela antiga rede social ditaram agora uma multa milionária para a ByteDance.

Num processo judicial nos EUA alega que o Musical.ly havia recolhido, de forma indevida, dados de crianças. Em causa está a “recolha e divulgação clandestina de informações de identificação pessoal e/ou dados (…) de utilizadores menores de idade, tendo sido posteriormente vendidos a terceiros para que pudessem comercializar os seus produtos e serviços na rede social”.

Acima de tudo, as queixas estão no ineficaz controlo do uso do TikTok por parte de menores de idade, especialmente em crianças com menos de 13 anos. Para além disso, a acusação focou-se também no tratamento realizados aos dados destes utilizadores, que devem ser diferenciados tendo em conta o seu estatuto.

Tendo em conta o sucedido, a ByteDance aceitou pagar 1,1 milhões de dólares pelas violações de privacidade feitas no passado. Para além disso, demonstrou que irá mudar a sua atividade no futuro de modo a evitar a repetição destas situações.

O TikTok está comprometido com a proteção dos dados dos seus utilizadores, especialmente dos mais jovens. Embora discordemos de grande parte do que é alegado na denúncia, temos trabalhado com as partes envolvidas e temos o prazer de anunciar uma solução para este problema”.

Nos Estados Unidos da América, a app da rede social já foi transferida mais de 110 milhões de vezes. É assim um autêntico caso de sucesso!

Eduardo Mota

Redator

TrackBack URI


Entries e comentários feeds.

%d bloggers like this: