Como minimizar o impacto do Cyberbullying

Janeiro 31, 2019 às 8:00 pm | Publicado em Divulgação | Deixe um comentário
Etiquetas: ,

Texto do site Internet Segura de 14 de janeiro de 2019.

O ambiente online oferece diferentes oportunidades e riscos aos seus utilizadores. O Cyberbullying é um dos riscos potencializados pela Internet.

Resultado da conjugação das palavras Cyber e Bullying, este comportamento tem como objetivo infligir sofrimento e/ou ofender a integridade da vítima, através da utilização das tecnologias online. O Cyberbullying pode manifestar-se de diferentes formas: pela publicação não autorizada de fotografias nas redes sociais, por insultos através de mensagens, roubo de identidade, intimidação, entre outras.

Por isso, o Centro Internet Segura organizou um conjunto de dicas de como minimizar situações de Cyberbullying para pais e filhos.

Para os pais/familiares/educadores:

– Fale sobre o tema do Cyberbullying com o seu filho, para que ele esteja a par dos seus diferentes riscos e formas;

– Conheça o mundo digital do seu filho, nomeadamente as plataformas e canais online que mais utiliza;

– Converse com o seu filho regularmente. Faça saber que pode confiar em si e falar consigo caso esteja a ser vítima deste comportamento;

– Se tiver conhecimento de um caso de Cyberbullying, intervenha denunciando-o e contactando a Linha Internet Segura para definir a melhor estratégia de resolução para o caso.

Para os jovens:

– Caso alguém te esteja a provocar ou a tentar humilhar, não respondas. Se reagires o agressor vai perceber que está a conseguir o efeito que pretendia sobre ti. Se estiveres nesta situação, mantem-te calmo e bloqueia o agressor das tuas redes sociais e outros canais de comunicação online que possa utilizar até chegar até ti;

– Guarda registos do que aconteceu. Como a característica do Cyberbullying é ser realizada online poderás guardar todas as provas no teu telemóvel, através de capturas de ecrã ou gravações de conversas. Poderás, mais tarde utilizá-las para denunciar os agressores;

– Não compactues com os agressores. Quanto mais seguidores essa pessoa possuir, mais poder lhe estão a dar para magoar mais vítimas. Se estiveres a passar por alguma situação destas, recorda-te que podes entrar em contacto com a Linha Internet Segura;

– Se fores vítima de Cyberbullying pede ajuda. Procura um adulto em quem confies para denunciar ou intervir na situação.

Navegue em segurança!

 

Será que sou vítima de violência no namoro? Seminário em Coimbra – 14 de fevereiro

Janeiro 31, 2019 às 12:00 pm | Publicado em Divulgação | Deixe um comentário
Etiquetas: , ,

Mais informações no link:

https://www.cnpdpcj.gov.pt/seminario-sobre-a-violencia-do-namoro.aspx?fbclid=IwAR2E6WdLPaWVyBDZle6RQgrXNAkrKC0txKMrrPEWs0WhdGm9-H64mk7ugS0

Sono, boa alimentação e exercício físico. O que exige a saúde mental das crianças?

Janeiro 31, 2019 às 6:00 am | Publicado em A criança na comunicação social | Deixe um comentário
Etiquetas: , , ,

Notícia da TSF de 14 de janeiro de 2019.

Rita Costa

A psicóloga Inês Afonso Marques aponta os três fatores essenciais para a saúde mental dos mais novos.

É preciso dar importância à saúde mental e é essencial que não nos centremos apenas na saúde mental dos adultos. A psicóloga clínica e psicoterapeuta infanto juvenil Inês Afonso Marques afirma que há três pilares fundamentais aos quais devemos dar atenção: o sono, a alimentação e o exercício físico.

É essencial garantir que as crianças descansam, que “têm um sono reparador e dormem o número de horas suficiente”. Inês Afonso Marques lembra que o sono é fundamental para que as crianças cresçam saudáveis, consigam regular as suas emoções, consigam estar atentas na escola e tenham vontade de aprender.

“O outro pilar ter a ver com a alimentação, garantirmos que as nossas crianças têm uma alimentação tendencialmente equilibrada, que não saltam refeições, que tomam um bom pequeno-almoço antes de irem para a escola”, sublinha a psicóloga.

A atividade física é o terceiro pilar. “É fundamental que todas as crianças possam mexer-se e praticar algum tipo de atividade física”, concluiu.

Declarações de Inês Afonso Marques no link:

https://www.tsf.pt/sociedade/saude/interior/sono-boa-alimentacao-e-exercicio-fisico-o-que-exige-a-saude-mental-das-criancas-10433424.html?fbclid=IwAR2juDO0E_nuAl_nQjKSb4g0s75UX31FH3DcGPEc-gzwGegiM1ZledInt_g


Entries e comentários feeds.