Campanha “Brinquedos que tocam o coração” com o apoio do IAC

Dezembro 5, 2018 às 4:00 pm | Publicado em Divulgação | Deixe um comentário
Etiquetas: , , , , ,

Mais informações na notícia:
“Brinquedos que tocam o coração” leva milhares de crianças a brincar este Natal

 

 

Brinquedos que tocam o coração: “Queremos promover o direito da criança a brincar” Melanie Tavares do IAC na TVI

Dezembro 5, 2018 às 2:34 pm | Publicado em Vídeos | Deixe um comentário
Etiquetas: , , , , , ,

Melanie Tavares, Coordenadora do Departamento de Atividades Lúdicas do Instituto de Apoio à Criança, explicou no Diário da Manhã como os portugueses podem ajudar nesta campanha.

TVI Diário da Manhã de 5 de dezembro de 2018.

Visualizar o vídeo no link:

https://tvi24.iol.pt/videos/sociedade/brinquedos-que-tocam-o-coracao-queremos-promover-o-direito-da-crianca-a-brincar/5c07972f0cf20b592eba84c0

 

 

A criança para ler – Miguel Esteves Cardoso

Dezembro 5, 2018 às 12:00 pm | Publicado em A criança na comunicação social | Deixe um comentário
Etiquetas: , , , ,

Artigo de opinião de Miguel Esteves Cardoso publicado no Público de 22 de novembro de 2018.

A única maneira segura de pôr uma criança a ler para o resto da vida é ver os pais constantemente a ler. Não gostam de ser interrompidos porque gostam de ler.

A única maneira segura de pôr uma criança a ler para o resto da vida é ver os pais constantemente a ler. Não gostam de ser interrompidos porque gostam de ler.

Assim a criança vê os livros como um prazer adulto. Ler como andar e falar é uma coisa que consegue fazer quase tão bem como os mais velhos. E, tal como andar e falar, a criança depressa repara que está sempre a melhorar, para mais a um ritmo agradavelmente rápido.

A criança deve descobrir a leitura sem sermões sobre o lindo que é ler ou exortações agressivas a ler ou ficar burro toda a vida.

Aquilo que se descobre nos livros é uma maneira de fugir às ordens e desejos dos nossos pais. Os pais querem impingir-nos livros bons, artísticos e poéticos, cheios de lições de vida.

Lembro-me perfeitamente do prazer de descobrir os livros do William escritos por Richmal Crompton que se tornou a minha primeira escritora preferida. William era desobediente, mentiroso, ladrão, megalómano, vaidoso e azarado. Era o meu herói.

Quando Tom Sawyer e o Huckleberry Finn abriram a minha imaginação ao mundo eu recebi-os como extensões gloriosas do William. Se tivesse começado como os meus pais queriam teria lido devagar e sem urgência porque o texto era difícil de mais para a minha idade e para o meu apetecimento.

Ao fingirem que não gostavam das minhas leituras os meus pais souberam viciar-me nos livros. Era eu que os escolhia e era através deles que eu fugia para um mundo onde não havia regras e onde as famílias eram coisas chatas que nos atravancavam as vidas.

 

Alerta utilizadores Android: Não instale nenhuma destas 9 Apps direcionadas para crianças

Dezembro 5, 2018 às 6:00 am | Publicado em A criança na comunicação social | Deixe um comentário
Etiquetas: , , , , ,

pplware

Notícia e imagem do pplware de 22 de novembro de 2018.

São vários os alertas que temos publicado direcionados para os utilizadores que usam smartphones e tablets Android! Infelizmente a Google não tem conseguido manter a sua loja de aplicações para Android limpa de malware e as recomendações para não instalar determinadas app surgem das mais diversas empresas de segurança e utilizadores.

Lukas Stefanko, investigador da ESET, denunciou recentemente a existência de vários jogos, disponíveis na Google Play Store, que possuíam malware. Agora o investigador alerta para a existência de 9 apps, direcionadas para crianças, que também elas possuem malware.

De acordo com um tweet, Lukas Stefanko revelou existirem 9 apps maliciosas que são direcionadas para crianças. Segundo o investigador, estas apps já foram instaladas 23 mil vezes e nesse sentido é importante alertar os utilizadores para não procederem à sua instalação ou então, caso já tenham instalado, proceder à sua remoção. O nome das apps encontra-se no próprio tweet.

Tal como outras aplicações, estas apps escondem-se a si próprias e depois apresentam publicidade. Vejam no vídeo seguinte como tudo funciona.

Se já instalou alguma destas apps deve proceder urgentemente à sua remoção.Para tal basta ir as Definições>Gestor de aplicações, selecionar a app/jogo e remover.

Se é utilizador Android, esteja atento ao que lhe aparece na loja de aplicações oficial, pois, nem todas as apps são fidedignas. A Google tem aqui um grave problema que terá de resolver com a maior brevidade para garantir a credibilidade do seu serviço a este nível!

Pedro Pinto

Pedro Pinto é Administrador do site. É licenciado em Engenharia Informática pelo Instituto Politécnico da Guarda (IPG) e obteve o grau de Mestre em Computação Móvel pela mesma Instituição. É administrador de sistemas no Centro de Informática do IPG, docente na área da tecnologia e responsável pela Academia Cisco do IPG.

 


Entries e comentários feeds.