Brincar na rua, com dia e hora marcada

Fevereiro 22, 2018 às 12:00 pm | Publicado em A criança na comunicação social | Deixe um comentário
Etiquetas: , , ,

Notícia da https://www.tsf.pt/ de 6 de fevereiro de 2018.

Fora de casa e sem tecnologia. O projeto da associação Ludotempo, distinguido pela UEFA, está a chegar a Lisboa.

As crianças do projeto Brincar de Rua, em Leiria, juntam-se uma vez por semana para interagir fora de casa, sem tecnologia. “Brincamos no parque, depois vamos ali, temos um esconderijo. Partimos as pedras para ficar maior. Depois tem aquela árvore, parece uma cadeira”, descreve um dos elementos do grupo, Bogdan, nove anos de idade.

No Bairro dos Capuchos, a imaginação ganha asas entre as árvores, por caminhos tão livres como o pensamento.

– “Estamos a tentar construir uma casa, não sei se é mesmo”.
– Pode ser uma casa imaginária.
– “Sim, é isso que vai ser, só que vamos pôr alguns ramos a tapar”.
– Rafael, quem é que decide as brincadeiras, aqui?
– “É em conjunto, acho eu. Não, ainda não sei, isso eu não sei, está bem?”

Premiado pela Fundação UEFA for Children, o Brincar de Rua existe há ano e meio. Atualmente envolve 46 crianças, em quatro bairros.

Nos Capuchos, “podem brincar no monte ou no parque”, explica Sofia Rino, mãe e voluntária no projeto, que mobiliza dois monitores por sessão. “Neste caso, estava a mandar uma mensagem à Marta e ela estava a dizer-me que ficou com menos três meninos, ou seja, há três meninos que voltaram para trás, para ao pé de mim, no parque. E vamos gerindo assim, por SMS”.

Francisco Lontro, da associação Ludotempo, responsável pelo Brincar de Rua, a explicar a importância dos limites invisíveis no perímetro de segurança, porque “79% dos pais” responderam em inquérito que “achavam fundamental” a experiência de brincar na rua, mas “não tinham como o fazer”. Daí, adianta, “todo o processo do Brincar de Rua foi criar camadas sobre camadas de segurança” e pensar como podia ser otimizado para “devolver às comunidades a possibilidade de dar esta oportunidade aos miúdos”.

Os adultos não interferem, todo o guião de brincadeiras é construído em tempo real pelos mais novos. Uma questão decisiva, considera Francisco Lontro, para quem “não há autonomia, não há liberdade, sem responsabilidade”. Os objetivos do Brincar de Rua passam por “torná-los mais ativos” e “dar-lhes competências sociais e pessoais para que possam ser livres”, nas brincadeiras e noutras circunstâncias da vida. Para que se tornem “mais resilientes, mais resistentes, mais persistentes”.

Longe dos ecrãs e dos jogos de telemóvel, tablet ou consola, a viver emoções e desafios cara a cara. “Mas também depois há outro fator, que já não se fala tanto, que é a questão da literacia motora, por assim dizer. De ter miúdos que sabem utilizar o seu próprio corpo para saltar um muro, para medir a distância em relação ao outro para não se atropelarem, para construir qualquer coisa a partir de um elemento qualquer natural”, salienta Francisco Lontro.

Um brincar do antigamente, com dia e hora marcada. Que é “uma pedrinha na engrenagem” e permite aos pais “mudar a semana” dos filhos, afirma o presidente da associação Ludotempo.

Próximo passo, Lisboa: o Brincar de Rua está a chegar à freguesia de Carnide. “Os miúdos vivem num bairro, muitas vezes não conhecem sequer os vizinhos do próprio prédio, quanto mais a dinâmica do bairro, e nós queremos inverter isso. Queremos que isto funcione como uma microcomunidade, que facilite as relações entre as pessoas que estão dentro dessa tal microcomunidade do Brincar de Rua. E fomentar que eles, pequeninos, possam ser os embaixadores de um regresso a uma cultura de vivência de bairro”, esclarece Francisco Lontro.

O objetivo da Ludotempo é formar pelo menos 75 grupos comunitários até ao final de 2019. A associação acredita que o brincar está no código genético humano e que a rua nunca vai passar de moda.

Ouvir a reportagem no link:

https://www.tsf.pt/sociedade/interior/brincar-na-rua-com-dia-e-hora-marcada-9099962.html

Mais informações nos links:

http://www.ludotempo.pt/brincar_de_rua

https://uefafoundation.org/action/brincar-de-rua-street-play/

 

Anúncios

TrackBack URI


Entries e comentários feeds.

%d bloggers like this: