Instituições de apoio à criança unânimes na condenação do programa da SIC

Janeiro 16, 2018 às 12:00 pm | Publicado em O IAC na comunicação social | Deixe um comentário
Etiquetas: , , , , , , ,

Gerardo Santos Global Imagens

Notícia da https://www.tsf.pt/ de 15 de janeiro de 2018.

Ouvir as declarações à TSF da Dra. Dulce Rocha, Presidente do IAC, no link:

https://www.tsf.pt/sociedade/interior/instituto-de-apoio-a-crianca-e-unicef-criticam-programa-da-sic-9049905.html

Bárbara Baldaia

Instituto de Apoio à Criança, Comissão de Proteção de Crianças e Jovens, Ordem dos Psicólogos, UNICEF: todos criticam o programa Supernanny. ERC vai analisar queixas.

Dulce Rocha, presidente do IAC, espera que a SIC suspenda o programa: “Sei que a Comissão Nacional contactou a SIC, nós associamo-nos ao comunicado da Comissão Nacional e penso que a ERC não vai ficar indiferente, parece-me óbvio que isto não é adequado”.

A Entidade Reguladora da Comunicação Social adianta que está a receber diversas queixas – que vai avaliar – sobre o programa. As preocupações, avança a ERC, dizem respeito a uma “alegada violação de direitos fundamentais”.

Já a UNICEF não tem dúvidas de que o programa “viola os direitos da criança”, nomeadamente o “direito a ser protegida contra a intromissão na sua vida privada”.

Comissão Nacional de Proteção das Crianças e Jovens também sublinha o “elevado risco de ser violado o direto à imagem e à reserva da vida privada e da intimidade da criança”.

A Ordem dos Psicólogos também tem recebido queixas. Miguel Ricou, presidente da Comissão de Ética da Ordem, resume numa frase a avaliação que faz do programa: “Não há vantagem para as crianças e há perigos. Então, qual é a legitimidade de o fazer?”.

Miguel Ricou adianta que a própria produtora do programa pediu um parecer à Ordem dos Psicólogos antes de avançar com o programa. Esse parecer, a que a TSF teve acesso, foi negativo. Nele pode ler-se que “a intervenção psicológica não deve ser associada a programas onde se exponham publicamente casos particulares”.

Presente num total de 15 países, o programa ‘Supernanny’, que estreou no domingo na SIC, retrata casos de crianças indisciplinadas, para as quais uma ama — no formato português, é a psicóloga Teresa Paula Marques – propõe soluções para pais e educadores.

A SIC reage, dizendo que o programa “aborda situações comuns” com um “mero intuito pedagógico”.

 

 

TrackBack URI


Entries e comentários feeds.

%d bloggers like this: