Poluição ambiental relacionada com comportamento das crianças

Dezembro 29, 2017 às 8:00 pm | Publicado em Estudos sobre a Criança | Deixe um comentário
Etiquetas: , , , , , , , ,

Notícia do https://ionline.sapo.pt/ de 18 de dezembro de 2017.

Estudo da Universidade do Sul da Califórnia conclui que a exposição a partículas que não são visíveis a olho nu podem alterar o comportamento das crianças…e não é de uma forma positiva.

De acordo com o estudo, estas partículas não visíveis a olho nu afetam, diretamente, o comportamento das crianças.

Segundo escreve o site PopSci, os cientistas norte-americanos analisaram durante dez anos, cerca de 700 crianças, e concluíram que o contacto direto destas partículas com o cérebro de crianças e adolescentes está relacionado ao mau comportamento, sendo que o risco de delinquência é um dos comportamentos mais notórios.

O estudo foi publicado na revista científica Journal of Abnormal Psychology, e defende também que este comportamento pode ser mais grave quando há uma relação entre a crianças e adolescentes .

O estudo citado na notícia é o seguinte:

Longitudinal Analysis of Particulate Air Pollutants and Adolescent Delinquent Behavior in Southern California

Workshop “O bebé nasce pela boca: voz, sujeito e clínica do autismo” 15 de Janeiro de 2018 em Lisboa

Dezembro 29, 2017 às 12:00 pm | Publicado em Divulgação | Deixe um comentário
Etiquetas: , , ,

mais informações:

https://www.facebook.com/events/1516597765042128/

https://docs.google.com/forms/d/e/1FAIpQLSdcfR5XVFJEgoYq0hbRcMBtUP2X7kMVxAYnogR1kJhxq1atwg/viewform

L’enfant et les sortilèges de Maurice Ravel – Teatro Nacional de São Carlos até 6 de Janeiro de 2018

Dezembro 29, 2017 às 9:00 am | Publicado em Divulgação | Deixe um comentário
Etiquetas: , , ,

Uma criança desobediente destrói e maltrata os objetos que a rodeiam. Mas estes ganham subitamente vida e enfrentam o pequeno rebelde, repreendendo-o pelo seu comportamento que há muito os magoa e atormenta. Ao dar-se conta das consequências das suas ações, a criança, através de uma viagem espiritual, conhece o amor, a amizade e o perdão.

mais informações no link:

https://tnsc.pt/temporada-lirica-2017-2018-teatro-nacional-de-sao-carlos-lenfant-et-les-sortileges/

Metade das fotos dos sites de pedofilia são tiradas das redes sociais dos pais

Dezembro 29, 2017 às 6:00 am | Publicado em A criança na comunicação social | Deixe um comentário
Etiquetas: , , , , , ,

Notícia do site https://bebemamae.com/

Por: Bruna Romanini

São imagens das crianças fazendo atividades cotidianas que são retiradas do Facebook, Instagram e outras redes sociais

Metade do material encontrado em sites de pedofilia são imagens inocentes de crianças realizando atividades do dia a dia. E pior, estas imagens foram postadas por seus próprios pais em suas contas nas redes sociais, como Facebook e Instagram! Foi o que descobriu uma investigação feita pela Comissão Australiana de Seguranças das Crianças na Web.

Muitas das fotos inocentes estavam em pastas com nomes como “crianças na praia”, “ginástica artística”, entre outras. “Diversos dos pedófilos deixaram claro que obtiveram as imagens vasculhando as redes sociais de pais. As imagens vinham quase sempre acompanhadas de comentários explícitos e perturbadores”, alerta Alastair MacGibbon, um dos responsáveis pela investigação. Esta ação conseguiu remover mais de 25 mil imagens de crianças que eram utilizadas em sites de pedofilia.

A seguir, confira maneiras simples de evitar que criminosos acessem suas fotos e vida pessoal:

  • Ajuste as configurações de privacidade das suas redes sociais. Saiba que tanto o Facebook quanto o Instagram possuem configurações que só permitem que algumas pessoas, seus amigos ou seguidores, vejam as imagens que você posta;
  • Tenha apenas pessoas próximas e confiáveis como amigos ou seguidores nas redes sociais;
  • Converse com seus amigos e familiares sobre os cuidados importantes na hora de postar fotos do seu filho ou de outras crianças;
  • Não publique endereços de moradia, trabalho, creche ou outros nas redes sociais;
  • Caso tenha um blog ou algo parecido, evite publicar fotos do seu filho.

mais informações na notícia:

MEDIA WATCH: Pedophiles recycle millions of photos from social networ


Entries e comentários feeds.