‘Pimpolho’ vai chegar a mais 1600 crianças de seis municípios

Outubro 3, 2016 às 12:00 pm | Publicado em A criança na comunicação social, Vídeos | Deixe um comentário
Etiquetas: , , , , ,

Notícia do http://www.correiodominho.com/ de 16 de setembro de 2016.

O sucesso do projecto Pimpolho, que arrancou em Maio de 2014 com o Município de Braga, ditou o alargamento a mais cinco municípios (Amares, Póvoa de Lanhoso, Terras de Bouro, Vieira do Minho e Vila Verde). “O sucesso da parceria vai permitir atender 1600 crianças por ano”, adiantou João Ferreira, da administração do Hospital de Braga, referindo que este projecto de detecção precoce da ambliopia, afecta “uma em cada 20 crianças desta região”.

Trata-se de um rastreio oftalmológico realizado a crianças entre os 3 e aos 4 anos de idade, para despistar a ambliopia, “uma doença silenciosa e de difícil detecção pela família”.
O presidente da Câmara Municipal de Braga, Ricardo Rio, mostrou-se “orgulhoso”por o município ser “percursor” deste projecto. “Este projecto é um exemplo para o país e o facto do Ministério da Saúde lançar uma iniciativa similar mostra o mérito desta prevenção precoce”, salientou Ricardo Rio, destacando o que este projecto representa para o futuro e que o deixa “particularmente satisfeito e comprometido”.

Trata-se de uma doença exclusiva da infância e que, se não for tratada, “é irreversível, podendo mesmo levar à cegueira”. “Mais de 90 por cento das crianças diagnosticadas com ambliopias nunca tinham dado qualquer sinal que algo poderia não estar bem com a sua visão”, explicou, entretanto, Sandra Guimarães, oftalmologista pediátrica e mentora do projecto, adiantando que o ‘Pimpolho’ permitiu, ainda, detectar outras doenças oftalmológicas, como estrabismo, astigmatismo, hipermetropia.

Todas as situações detectadas são encaminhadas com uma carta aos encarregados de educação, aconselhando uma consulta de oftalmologia. Do concelho de Braga, 100 por cento das escolas públicas aderiram ao projecto.
Num inquérito realizado a cerca de 400 pais, o hospital concluiu que apenas 23% sabia da existência de ambliopia, passando este valor para 74,5% após a implementação do ‘Pimpolho’.
As autarquias envolvidas no projecto assumem o transporte entre a escola e o hospital, assim como a logística de agendamento com os estabelecimentos.

 

TrackBack URI

Create a free website or blog at WordPress.com.
Entries e comentários feeds.

%d bloggers like this: