Crianças pequenas podem comer açúcar?

Setembro 15, 2016 às 8:00 pm | Publicado em Vídeos | Deixe um comentário
Etiquetas: , , , ,

texto do site http://g1.globo.com/ de 5 de setembro de 2016.

globo

por Dra. Ana Escobar

A American Heart Association ou Associação Americana do Coração lançou recentemente uma recomendação  contraindicando fortemente o consumo de açúcar para crianças com menos de 2 anos de idade. Para as crianças de 2 a 18 anos, o consumo total de açúcar deve se limitar a 25g por dia, o que significa 6 colheres de chá ou 5 pacotinhos.

Até 1 ano de idade, tudo certo. Depois disso, nada de bolo, nada de brigadeiro ou de docinhos nos  aniversários dos irmãos ou amigos mais velhos. Nada de sorvete, chocolate, suspiro e tantos mais até que o pequeno complete 2 anos de vida.

Dúvidas importantes: será que os pais brasileiros conseguiriam seguir esta recomendação? Será que esta rígida restrição de consumo se aplica apenas aos americanos, que enfrentam um grave problema de obesidade? E os açúcares “embutidos” nos alimentos? Como ficam? Vamos refletir sobre isso.

Em 2015, a Organização Mundial de Saúde (OMS) sugeriu o consumo  máximo de 50g por dia de açúcar e afirmou que o consumo de 25g por dia poderia, sim, trazer maiores benefícios à saúde de todos, sem particularizar a faixa etária.

Importante saber que o açúcar que consumimos pode estar basicamente em dois locais: na mesa, que é o açúcar visível, que enxergamos e que usamos para adoçar o leite, os sucos ou o café, por exemplo e o que está “escondido” ou embutido em alimentos industrializados como sucos de frutas, ketchup, sopas, pães, macarrão, fórmulas de leite em pó, bolachas ou refrigerantes, para citar alguns exemplos.

Saliente-se que o açúcar natural das frutas, legumes, verduras ou do leite fresco ficam fora desta conta. O consumo destes alimentos, ao contrário, é bastante incentivado.

Segundo a OMS os brasileiros consomem 50% a mais de açúcar do que deveriam, ou seja, 75g por dia, em média, o que equivale a 18 colheres de chá ou 15 pacotinhos. Muito próximo das crianças e adolescentes  americanos que consomem uma média de 79g por dia de açúcar, ou seja, mais ou menos 19 colheres de chá. Lembrando que a recomendação é diminuir para no máximo 6 colheres de chá por dia, ou seja, 5 pacotinhos.

A obesidade infantil é também um problema sério no Brasil. Segundo a ABESO ( Associação Brasileira para o estudo da Obesidade e da Síndrome Metabólica), quase 40% das crianças de 5 a 9 anos na região sudeste estão com sobrepeso. A obesidade sabidamente está relacionada a outros problemas de saúde como hipertensão e diabetes, por exemplo.

O gosto pelo paladar mais “doce” se faz principalmente na infância. Por esta razão é importante acostumar os pequenos a consumir alimentos com baixo teor de açúcar. Vale também para  adolescentes e adultos. Quanto menos açúcar, melhor. Tente, por exemplo, começar a tomar o cafezinho sem açúcar. Faça assim também com outros alimentos, como chás, sucos, leite e tantos outros. Com o tempo, o paladar se acostuma.

O equilíbrio é a conduta de ouro neste e em tantos outros casos. Sem exageros, nem para um lado e nem para o outro. Pode ser difícil privar uma criança maior de 1 ano de um brigadeiro em uma festinha. Não a prive. São estas exceções que tornam a infância e a vida um pouco mais gostosa e doce; desde que a exceção não se torne a regra, claro!

O consumo com consciência e ponderação, embasado no conhecimento científico, é sempre o mais indicado em todas as idades.

visualizar o vídeo no link:

http://g1.globo.com/bemestar/blog/doutora-ana-responde/post/criancas-pequenas-podem-comer-acucar.html

TrackBack URI

Create a free website or blog at WordPress.com.
Entries e comentários feeds.

%d bloggers like this: