Irão: crianças que crescem no corredor da morte

Junho 28, 2016 às 9:00 pm | Publicado em A criança na comunicação social | Deixe um comentário
Etiquetas: , , ,

Capturar

 

Shaqayeq tem 15 anos e aguarda nos “corredores da morte” pelos seus 18 anos, momento em que será executada pelo crime de furto de viatura. De acordo com o último relatório elaborado pela Amnistia Internacional, no Irão, entre 2005 e 2015, foram levadas a cabo 73 execuções de menores de 18 anos. “É provável que os números reais sejam bastante mais elevados, uma vez que existem casos de pena de morte que não são reportados”, pode ler-se no referido documento. A ONU estima que 160 menores aguardem actualmente o cumprimento de pena capital. O sistema judicial do país detém as crianças nos centros de correcção de delinquentes juvenis até ao cumprimento da pena. A maior parte das execuções resultam de crimes de homicídio, violação, ofensas relacionadas com venda ou consumo de estupefacientes ou com a ameaça à segurança nacional. Segundo a lei iraniana, raparigas com mais de nove anos e rapazes com idade superior a quinze são imputáveis, podem ser julgados e condenados como se de adultos se tratasse. O projecto “Waiting Girls”, do fotógrafo iraniano Sadegh Souri, tem como principal objectivo alertar a comunidade internacional para a contínua violação da “Convenção sobre os Direitos da Criança”, ratificada pelo Governo iraniano há duas décadas. Em muitos casos, o sistema aguarda até que a criança prefaça os dezoito anos de idade para cumprir a execução, mas a Amnistia Internacional refere casos em que a pena foi aplicada a menores. Esta série, “Waiting Girls”, é finalista do prémio anual Leica Oskar Barnack Award de 2016.

Ana Marques Maia para o Público, em 13 de junho de 2016

Veja mais fotos AQUI.

 

 

 

 

 

 

TrackBack URI


Entries e comentários feeds.

%d bloggers like this: