Esta longa lista de TPC ninguém se importa de fazer

Maio 23, 2016 às 8:00 pm | Publicado em A criança na comunicação social | Deixe um comentário
Etiquetas: , , ,

texto do Diário de Notícias de 8 de maio de 2016.

Estes trabalhos de casa têm como objetivo ajudar os alunos a preparem-se para os testes. Comer um gelado é uma das atividades pedidas

Jenny Thom elaborou uma lista longa de trabalhos de casa, mas que deverá conseguir alcançar algo raro: agradar à maioria. O objetivo é garantir que os seus alunos preparem-se para os testes que se aproximam, mas estudar, só se tiver mesmo de ser e só durante uma hora.

A professora numa escola primária em Reading, Inglaterra, segundo o Huffington Post, quer preparar os seus alunos, que têm 10/11 anos de idade, para os testes que se aproximam e para tal preparou uma lista de atividades para que pudessem descontrair durante o fim de semana.

A lista inclui trabalhos de casa como: andar de bicicleta, ver o programa preferido de televisão, rir até a barriga doer, correr até não conseguir mais, brincar no jardim e comer um gelado, entre outros.

No final lê-se: “Se sentires que precisas, podes fazer uma revisão, mas só o podes fazer durante uma hora, no máximo.” E acaba a escrever que quem tem de se preocupar é ela: “Vocês não precisam.”

 13139125_1003434363108039_285787736427756453_n

 

 

Anúncios

IX Conferência sobre Crianças Desaparecidas: dia 31 de maio de 2016 na Assembleia da República

Maio 23, 2016 às 1:39 pm | Publicado em Divulgação | Deixe um comentário
Etiquetas: , , , , , , , , ,

conferencia

mais informações no link:

http://www.iacrianca.pt/index.php/atualidades/noticias/item/828-ix-conferencia-sobre-criancas-desaparecidas-dia-31-de-maio-de-2016-na-assembleia-da-republica

Crianças até 12 anos obrigadas a decidir após divórcio

Maio 23, 2016 às 12:30 pm | Publicado em A criança na comunicação social | Deixe um comentário
Etiquetas: , , , ,

Notícia do Correio da Manhã de 23 de maio de 2016.

clicar na imagem

Crianças-de-12-anos-obrigad

 

 

Workshop ABC da Segurança “Como transportar o bebé no automóvel” 28 de maio no Porto

Maio 23, 2016 às 11:00 am | Publicado em Divulgação | Deixe um comentário
Etiquetas: , , , ,

zoom-Cartaz_Workshop_Gimnogravida_Maio

mais informações:

http://www.apsi.org.pt/index.php/pt/campanhas-e-acoes/eventos-a-60-dias/icalrepeat.detail/2016/05/28/48/-/workshops-abc-da-seguranca-como-transportar-o-bebe-no-automovel?filter_reset=1

Tráfico de Seres Humanos : relatório sobre 2015 – Relatório Anual Estatístico OTSH 2015

Maio 23, 2016 às 6:00 am | Publicado em Divulgação, Relatório | Deixe um comentário
Etiquetas: , , , , , , , , ,

tra

descarregar o relatório no link:

http://www.otsh.mai.gov.pt/Recursos/Pages/default.aspx

PORTUGAL: SINALIZAÇÕES RELATIVAS A MENORES

Em 2015, foram sinalizados 18 menores de idade como presumíveis vítimas de trafico em Portugal, dós quais 6 confirmados. Os restantes registos encontram-se classificados como:

  • “Não confirmados/Não considerados” (4),
  • “Pendente/Em investigação” (dado protegido),
  • “Sinalizado por ONG/Outra entidade” (6).

 

As situações confirmadas reportam-se a vítimas do sexo feminino, de nacionalidade estrangeira, nomeadamente menores angolanos (5). Em 3 registos, Portugal surge como país de destino, e em 3 como país de trânsito (tentativa de entrada no espaço europeu – o destino final seria França).

Relativamente a forma de exploração o, 3 registos estão tipificados como “indefinida” (associados às situações de transito), e os restantes 3 estão protegidos por segredo estatístico.

As formas de controlo apontadas são: ameaças diretas e verbais; controlo dos movimentos; ofensas corporais; ausência de remuneração; e exploração de vulnerabilidades.

Relativamente aos registos por “ONG/Outra entidade” (6), o tipo de exploração mais sinalizado foi para fins de exploração sexual (3), associado a presumíveis vítimas do sexo feminino. Uma análise mais detalhada destes registos, assim como das restantes formas de exploração sinalizadas (mendicidade forçada, e prática de atividades criminosas e mendicidade forçada) encontra-se protegida por segredo estatístico.


Entries e comentários feeds.