Filme – Como estrelas na terra

Dezembro 15, 2015 às 8:00 pm | Publicado em Vídeos | Deixe um comentário
Etiquetas: , , , , ,

Texto do site http://theblogteacher.blogspot.pt  de 27 de novembro de 2015.

Sexta é sempre dia de algo multimédia, um filme extraordinário sobre a dislexia! Simplesmente delicioso!

“O filme conta a história de um menino e 9 anos chamado Ishaan Awasthi, ele sofre de dislexia, estuda em uma escola normal e repetiu uma vez o terceiro período e está correndo o risco de isso acontecer de novo. O menino diz que as letras dançam em sua frente e não consegue acompanhar as aulas e nem prestar atenção. Seu pai acredita que ele é indisciplinado e o trata com rudez e falta de sensibilidade.

Quando o pai é chamado na escola para conversar com a diretora, o mesmo decide levar o filho a um internato. O menino fica com menos vontade de aprender e de ser uma criança, ele acaba ficando deprimido, sente a falta da mãe, do irmão mais velho e da vida. A filosofia do internato é “Disciplinar Cavalos Selvagens”. De repente aparece um professor substituto de artes, este não era um professor tradicional, não seguia rigorosamente as normas da escola, tem uma metodologia própria.

Quando o professor conhece Ishaan, percebe que o menino sofre de dislexia e decide ajudá-lo. Este não era um problema desconhecido pelo educador que decide tirar o garoto do abismo no qual se encontrava . Ele ensinou Ishaan a ler e escrever, a partir desse momento o menino vai superando a opressão da família e suas próprias limitações, passa a ver a dentro da escola, um novo significado. O filme mostra a importância do professor e seu poder de transformação nos alunos. É necessário que o educador tenha sua própria metodologia de ensino, de forma a estimular a compreensão dos alunos, tornando a sala de aula, um lugar agradável e estimulante.

Na escola onde Ishaan estudava, os professores só corrigiam os erros gramaticais dele e não percebiam que ele era uma criança especial, que precisava ser compreendida, e junto com seu professor pudesse ampliar seus conhecimentos, desenvolvendo a habilidade de leitura e escrita. No filme “Como Estrelas Na Terra o professor substituto usa uma metodologia de ensino inovadora, onde existe a motivação, usa o conhecimento de mundo dos alunos, buscando aprofundar e ampliá-los. O educador consegue mobilizar a escola a respeito da diversidade que existe na sala de aula, mostrando que é possível fazer com que o aluno desenvolva sua capacidade de aprendizagem a partir da compreensão e do incentivo do educador.

O filme mostra uma lição de vida. Um garoto que foi tratado com respeito por um professor, que soube valorizar e entender as diferenças, usa como forma de expressão a arte, incentivando-o e mostrando-o que seu problema pode ser superado e que sua deficiência não o tornava diferente dos outros. A dislexia é uma doença que está longe de ser solucionada, e o que salvou o garoto não foi a descoberta da doença, mas sim, os novos métodos utilizados pelo educador, fazendo com que o menino aprendesse a lidar com sua diferença. Este filme retrata a realidade na qual vivemos, os alunos com diversas deficiências são colocados em escolas normais e infelizmente as escolas regulares e os professores não estão preparados para essa mudança. ” retirado da descrição do Youtube, criado pelo PORTAL EDUCAÇÃO

 

KidspráTV

Dezembro 15, 2015 às 12:00 pm | Publicado em Vídeos | Deixe um comentário
Etiquetas: , , , , , , ,

Crianças do Jardim de Infância e primeiro ciclo também têm voz ativa.

A Associação de Pais do Centro Escolar do Fujacal, que pertence ao Agrupamento de Escolas André Soares em Braga tem, fez um ano em Novembro, uma televisão feita com as crianças e para elas.

O KidspráTV! é uma televisão inclusiva, que pretende ensinar de uma forma não formal vários temas, que pretende e tem conseguido dar voz e mostrar que crianças do Jardim de Infância e do 1º ciclo estão atentas ao que se passa e têm a sua opinião a dar. Num só ano, este projeto envolveu ativamente 83 crianças que participaram  como pivôs, como repórteres, filmaram e fotografaram. Muitas mais participaram ativamente nas mais variadas atividades. Foram feitas muitas entrevistas às mais variadas personalidades, participou-se em muitos projetos, saiu-se para o exterior da própria escola e empreendeu-se.

Mais do que escrever sobre o projeto convidámos a conhecer o mesmo em https://www.youtube.com/channel/UC4PJePnkrE0-K62V7WnfZSA/videos

Todas as semanas veja o projeto crescer e mais crianças a empreender.

 

Canal YouTube

https://www.youtube.com/channel/UC4PJePnkrE0-K62V7WnfZSA/videos

Facebook

https://www.facebook.com/apee.fujacal/timeline

Apresentação do livro “Pensar a Educação em Portugal: a visão do CNJ” em Braga

Dezembro 15, 2015 às 10:00 am | Publicado em Divulgação | Deixe um comentário
Etiquetas: , , ,

pensar

mais informações:

https://www.facebook.com/events/1033639799992439/

 

Por que razão as crianças desistem de estudar um instrumento?

Dezembro 15, 2015 às 6:00 am | Publicado em A criança na comunicação social | Deixe um comentário
Etiquetas: , , , ,

texto do site http://www.dacapo.pt

Veja Abril

 

Por que razão as crianças desistem de estudar um instrumento?

Por que razão as crianças desistem de estudar um instrumento ao fim de um ou dois anos? Falta de talento, excesso de actividades, falta de empatia com o professor ou falta de interesse são as razões geralmente apontadas.

Um artigo publicado por Anthony Mazzocchi, no site da National Association for Music Education defende que o ambiente e o estímulo que a criança tem nos primeiros anos de estudo faz a diferença toda. Começa logo pela importância que os pais dão ao ensino da música que, geralmente, é considerado um passatempo e não uma disciplina séria equiparada à Matemática, Português, Ciências, etc, ou seja, a música tem de ser encarada como uma disciplina tão importante como as outras.

fundamental ter uma rotina de trabalho

Igualmente importante é o tempo de estudo que cada aluno deve dedicar ao instrumento, sendo fundamental ter uma rotina de trabalho. O talento é relativo, já que a maioria das crianças tem de ensaiar bastante para ultrapassar as dificuldades e mesmo a minoria que aprende com mais facilidade vai ter, mais tarde ou mais cedo, de se dedicar para vencer as novas dificuldades que vão surgindo. Qualquer criança, se tiver um bom professor e estudar correctamente, vai ter sucesso como aluno.

Os estudantes de música não podem parar de tocar no Verão. As estatísticas mostram que os alunos que não lêem durante o Verão ficam atrás daqueles que lêem nas férias. O mesmo se aplica em relação a um instrumento. Um ano de aprendizagem musical pode rapidamente “desaparecer” se durante as férias de Verão os alunos não arranjarem forma de tocarem de vez em quando. Voltar a tocar após uma longa paragem pode ser frustrante ao ponto do aluno querer desistir no ano lectivo seguinte.

atentos à manutenção do instrumento

Outro problema é o estado do instrumento, se for mal cuidado, de péssima qualidade, com cordas ou palhetas más, estiver avariado ou for inadequado ao tamanho da criança, esta pode desanimar e sentir-se frustrada por não conseguir obter os resultados programados. Quando não se tem um bom instrumento é difícil estar-se motivado para estudar, até mesmo para um profissional quanto mais para uma criança da iniciação. Pais e professores devem estar atentos à manutenção do instrumento.

Tocar em público, fazer audições regularmente, ou seja, ter um objectivo é deveras motivador para um aluno, que vai se sentir estimulado a estudar para que a apresentação do seu trabalho seja bem-sucedida. É importante que aluno se sinta divertido a tocar, ou seja, além das peças que são trabalhadas na escola, devem também tocar as suas músicas preferidas.

os benefícios sociais e psicológicos duradouros

É comum hoje as crianças terem várias actividades extracurriculares ao ponto de terem todos os dias ocupados, sem tempo para brincarem. Muitos pais acabam por eliminar as actividades em excesso sem qualquer critério, correndo o risco de abdicar de uma formação indispensável para o desenvolvimento dos seus filhos.

No caso da música, os pais devem tentar entender os benefícios sociais e psicológicos duradouros que traz, para seu filho, a prática de um instrumento musical, que vai servir para a vida inteira. Uma criança que estude 10 minutos por dia, vai sempre ter sucesso no seu instrumento.

Os pais devem lembrar os filhos da hora de estudar, incutir-lhes essa disciplina, que depois será aplicada automaticamente em todas as disciplinas. Criar uma rotina é fundamental para que a criança tenha sucesso no seu instrumento.

Fonte: National Association for Music Education

 


Entries e comentários feeds.