Crianças forçadas a casar em África poderão ser 310 milhões até 2050

Dezembro 9, 2015 às 8:00 pm | Publicado em A criança na comunicação social, Relatório | Deixe um comentário
Etiquetas: , , ,

Notícia da SIC Notícias de 26 de novembro de 2015.

mais informações no comunicado de imprensa da Unicef:

O número de meninas noivas em África pode mais que duplicar para 310 milhões até 2050 – UNICEF

© Siegfried Modola Reuters

Os casamentos forçados de crianças em África poderão mais que duplicar até 2050, a menos que sejam tomadas medidas urgentes, alertou hoje o Fundo das Nações Unidas para a Infância (UNICEF), num relatório.

O documento da UNICEF advertiu que caso se mantenham os níveis atuais, o número total de crianças forçadas a casar em África irá aumentar de 125 milhões para 310 milhões até 2050.

Com base nestes dados, o continente africano irá ultrapassar o sul da Ásia e será daqui a três décadas a região no mundo com o maior número de mulheres com idades entre os 20 e os 24 anos que foram forçadas a casar ainda crianças.

Entre os países africanos mencionados no relatório, hoje apresentado em Lusaka (Zâmbia) por ocasião de uma cimeira da União Africana dedicada à temática, estão os lusófonos Moçambique e Guiné-Bissau.

De acordo com os dados estatísticos do relatório, uma em cada três adolescentes casadas na Guiné-Bissau está envolvida numa união polígama.

Em Moçambique, a probabilidade de uma jovem mulher já ter três ou mais crianças é sete vezes maior para aquelas que casaram aos 15 anos, indicaram os mesmos dados.

No documento, a UNICEF apontou as taxas de redução lentas, combinadas com um rápido crescimento demográfico, como as principais causas deste aumento global projetado para o continente africano.

Em África, a percentagem de jovens mulheres que casaram na infância baixou de 44% em 1990 para os 34% no presente ano.

“Dado que se prevê que a população total de raparigas em África aumente dos 275 milhões atuais para 465 milhões até 2050, são necessárias medidas muito mais ambiciosas, já que mesmo a duplicação da atual taxa de redução de casamentos na infância significaria, ainda assim, um aumento do número de noivas crianças”, indicou o documento.

Segundo a UNICEF, os progressos, até agora alcançados, revelam uma profunda falta de equidade: a probabilidade de uma rapariga proveniente de um grupo mais pobre da sociedade vir a casar na infância é tão forte hoje como o era há 25 anos.

“O número de raparigas afetadas — e o que tal significa em termos de infâncias perdidas e futuros estilhaçados — sublinham a urgência de banir a prática do casamento na infância de uma vez por todas”, afirmou o diretor executivo da UNICEF, Anthony Lake, citado num comunicado.

“Os dados também revelam claramente que, para acabar com o casamento na infância, é preciso um enfoque muito mais nítido em alcançar as raparigas mais pobres e marginalizadas — aquelas que estão mais carenciadas e correm maiores riscos — através de uma educação de qualidade e de um leque de outros serviços de proteção”, prosseguiu o representante.

Para Anthony Lake, cada menina noiva representa “uma tragédia individual” e o aumento destes casos “é intolerável”.

Lusa

 

 

 

 

A Patrycja e o seu estágio no IAC-CEDI

Dezembro 9, 2015 às 3:39 pm | Publicado em Divulgação | Deixe um comentário
Etiquetas: , , , , , , ,

patricia_nuno

A Patrycja e o seu estágio no IAC-CEDI

My name is Patrycja, I’m Pole and I have been an intern in the Clube Intercultural Europeu within Erasmus Plus programme since October 2015. Clube is a non-profit organization that operates in the fields of youth, education and training.

I started my internship just after my graduation from University of Warsaw where I studied law. The story why I have chosen Portugal as a place for my internship goes back to June 2014. That was the first time I came to Portugal. Amazed with the beauty of Lisbon, people’s friendliness and food, I realized I wanted to spend more time in this country but not purely as a tourist. A will to rest and relax turned into a will to experience a day–to-day life in Lisbon, to try to understand the complex society living there and have a multicultural experience. I wanted to see other sides of Lisbon besides the touristic one that I had only known. I also believed that Lisbon is a place where I can develop my skills that could later help me in my future work as a lawyer. An internship in Clube has given me that opportunity.

On of the tasks that I have been assigned during my internship involved working within one of the projects run by Instituto de Apoio à Criança (IAC). IAC is a separate institution that Clube helps at several levels on and off. My task is to digitize recordings dealing with topics related to IAC’s sphere of activities. Among those there are conferences organized by IAC as well as documentaries about children from underprivileged backgrounds, including those living in the streets. The cassettes generally deal with children´s rights. IAC has existed since 1983 and during this time there has been done an incredibly valuable work. Most of it has been saved on VHS cassettes as that was the main way of saving documents before. Nowadays, there is a tendency to store everything in a digitized form as that requires less space, is cheaper as well as gives an opportunity to a wider community to have access to the fruits of the work of IAC. The recordings may be uploaded later on the IAC’s website, Facebook fanpage etc. The process of digitizing is a tedious job but is extremely important for IAC as well as for children whom IAC helps most. Only in this way, will the future generation be able to benefit from the activities that IAC has carried out.

During my internship I have also participated in a project Sementes a Crescer E5G. It is a socio-educational project managed by Clube in João Nascimento Costa district near Olaias, parish of Beato. There are various activities carried within this project that are aimed at integrating the people living in the neighborhood, improving chances of finding a job for the unemployed, helping out children with homework as well as organizing their leisure time. Recently a new activity has been added to the offer of Sementes – English classes and my task was to conduct them. Amongst the students there have been people from the neighbourhood – students still attending school, those who dropped out of school, unemployed people – basically anyone who felt like improving their language skills or simply start learning English. Everyone is welcome at the class. The level of English does not matter. The only requirement is a willingness to learn. The classes take place every Friday and there are three groups – two groups for total beginners (in the morning and in the evening) and one group in the evening where the level is a bit more advanced. That group is more popular amongst students who have already a good command of English but want to practice it more, especially through conversations.  The project has turned out to be a very good idea. More and more people wish to attend the classes. And when it comes to students who have participated in the classes since the beginning, I can already tell they have made a progress.

My internship has lasted only 3 months but during this time I have been given an opportunity to work within the fields I had not worked before. I believe this has been a valuable experience for my professional life of a future lawyer as well as for my personal development. I am very glad I have chosen Clube as a place to do my internship.

II Jornadas Sociais Supraconcelhias Aguiar da Beira, Celorico da Beira, Fornos de Algodres e Trancoso

Dezembro 9, 2015 às 2:37 pm | Publicado em Divulgação | Deixe um comentário
Etiquetas: , , , , ,

cpcj

II Jornadas Sociais Supraconcelhias Aguiar da Beira, Celorico da Beira, Fornos de Algodres e Trancoso.
Um ano após a realização das I Jornadas Sociais Supraconcelhias, em Aguiar da Beira, segue-se a II edição, desta vez, em Fornos de Algodres, nos dias 10 e 11 de dezembro de 2015. As inscrições decorrerão até 09 de dezembro

gci@cm-fornosdealgodres

271 700 066

https://www.facebook.com/events/1497841257185537/

programa

http://www.cm-aguiardabeira.pt/index.php?option=com_k2&view=item&id=242:ii-jornadas-sociais-supraconcelhias&Itemid=177

Ritmar – alunos dos 3º e 4º anos do 1º ciclo na Fábrica das Palavras \ Biblioteca Municipal de Vila Franca de Xira

Dezembro 9, 2015 às 12:00 pm | Publicado em Divulgação | Deixe um comentário
Etiquetas: , , , ,

ritmar

O “RITMAR…” tem como objetivo principal explorar as histórias através da rima e dos diferentes ritmos, assim como estimular a criatividade.

Esta atividade consiste na leitura de pequenos contos do livro com o título “O Rap do Mar e outros contos de rimar” da autoria de Lurdes Breda. Cada conto será lido com um ritmo diferente, por exemplo a história “O mar que sabia rimar” será lida com o ritmo do ”rap”…

Depois das histórias será lançado o desafio às crianças que quiserem experimentar contar as histórias, ou parte delas, em “rap”, ou com outro ritmo por elas sugerido.

Será ainda, proposto a realização de uma atividade lúdica em que predomina a rima.

5 e 19 de novembro

3 e 17 de dezembro

14 e 28 de janeiro

11 e 25 de fevereiro

10 de março

21 de abril

de junho

http://bmvfx.cm-vfxira.pt/index.php

 

Postais de Natal do IAC

Dezembro 9, 2015 às 6:00 am | Publicado em Divulgação | Deixe um comentário
Etiquetas: ,

postal

Ao celebrar a quadra natalícia ajude-nos a ajudar as nossas crianças adquirindo os postais de Natal do IAC. Assim, está a promover os Direitos das Crianças. Preço de cada postal com envelope: 0,50€. Para encomendar: iac-sede@iacrianca.pt ou Tel: 213 617 880

Visualizar todos os postais no link:

http://www.iacrianca.pt/index.php/atualidades/noticias/item/708-postais-de-natal


Entries e comentários feeds.