withSyria – vídeo de Bansky

Novembro 27, 2015 às 8:00 pm | Publicado em Vídeos | Deixe um comentário
Etiquetas: , , , , ,

mais informações.

https://withsyria.com/pt/

Agradecimento a todos os que participaram na nossa ação de Crowdfunding da Agenda IAC 2016

Novembro 27, 2015 às 1:00 pm | Publicado em Campanhas em Defesa dos Direitos da Criança | Deixe um comentário
Etiquetas: , , ,

capa_agenda_dt_brincar_006

Queremos agradecer a todos os que tornaram possível a concretização do projeto Agenda IAC 2016 através de doações na nossa ação de Crowdfunding:

Patrícia Leal
Dave Tucker
Noémi Outeiro
Kai Lemos
Manuel Sarmento
Daniel Marques da Silva
Maria Celina Mendes de Carvalho Coelho
Sandra Caldeira
Dolores Estrela Alveirinho
João da Silva Amado
Celia Costa
Asdrubal Pimenta
Natalia Telega
José Brito Soares
Regina Garcia
Joana Inácio
Laura Braga
Elisabete Sales
Francisco Monteiro
Maria João Malho
Ana Paula Ferreira
Abílio Paulo dos Santos
Adelino Pina e Silva
José Tarouca
Teresa Peres
Maria Madalena Figueiredo
Ana e Marc Despault
Carlos Peralta
Gustavo D AVila
Ana Lopes
Luísa Santos
Marta Outeiro
Carla Saldanha
Luísa Maria Lobão da Veiga Moniz
Clara Castilho
Salomé Sousa
Ana Paula Ramalho Correia
Marçal Avelino Marques Mendes
Pedro Pires
Fernando Cardoso
Leonor Silva
Manuel Coutinho
Vasco Alves
Isabel Mota
Sebastian Steeb
Ana Silva
Bernd Dröge
Formandos de Sintra
Dulce Rocha
Matilde Sirgado
Sónia Ventura Teixeira
Soraia Ferreira
Paula Cristina Correia Duarte
Anna Rocha
Susana Campos
Inês Fonseca
Cristina Sousa
Carmen Lopes
António Torrado
Conceição Alves
Ana Cunha
Luís dos Anjos
Mariana Santa-Marta
Melanie Tavares
Sofia Adrião
Liliana Silva
Antonio Sequeira

Não podemos esquecer todos aqueles que manifestaram a sua generosidade de forma anónima.

Bem hajam!

Bullying em idade escolar : qual o papel dos Pais? hoje em Vila Nova de Famalicão

Novembro 27, 2015 às 12:03 pm | Publicado em Divulgação | Deixe um comentário
Etiquetas: , ,

bullying

mais informações:

https://www.facebook.com/events/978991125476986/

MP constituiu este ano 44 arguidos por crimes sexuais contra crianças na internet

Novembro 27, 2015 às 12:00 pm | Publicado em A criança na comunicação social | Deixe um comentário
Etiquetas: , , , , , ,

Notícia do Público de 18 de novembro de 2015.

Lusa

Constituição dos arguidos resultou de investigações de crimes sexuais contra menores comunicados às autoridades portuguesas por outros Estados e organizações internacionais.

O Ministério Público constituiu este ano 44 arguidos, 37 dos quais homens, por crimes sexuais contra crianças através da internet e de meios informáticos, revelou esta quarta-feira a procuradora-geral da República (PGR), Joana Marques Vidal.

A constituição dos arguidos resultou de investigações de crimes sexuais contra menores comunicados às autoridades portuguesas por outros Estados e organizações internacionais, explicou a PGR numa cerimónia promovida pelo Ministério da Solidariedade, Emprego e Segurança Social para assinalar o Dia Europeu para a Protecção das Crianças contra a Exploração Sexual e Abuso Sexual. “Toda a informação que nos chega ao gabinete cibercrime, através de uma organização internacional, é remetida para uma secção do Departamento Central de Investigação e Acção Penal”, onde dois magistrados analisam a informação por forma a remeterem às comarcas e departamentos de investigação criminal os respectivos casos que vão dar origem a inquéritos criminais.

Segundo a Procuradora-Geral da República, “já houve casos em que este tipo de comunicações deram origem a detenções em prisão preventiva de arguidos e já houve casos de acusações”. Dados avançados por Joana Marques Vidal revelam que, entre Janeiro e Julho, foram analisados 20.647 ficheiros e 1181 pastas que deram origem a 593 participações, “algumas foram arquivadas e outras prosseguiram”. Neste momento, estão 201 participações pendentes em investigação.

Joana Marques Vidal alertou para este tipo de crimes através dos meios informáticos, afirmando que “é uma realidade ainda muito escondida”. “Nós sabemos que a maior parte dos abusos sexuais contra crianças participados em Portugal”, segundo alguns estudos, são praticados “no meio familiar ou por pessoas de relações próximas das vítimas”, mas “há um mundo extraordinariamente escuro, complexo e de difícil detenção de utilização das redes sociais e da internet” para a prática destes crimes.

Em declarações à agência Lusa, à margem da cerimónia, Joana Marques Vidal afirmou que os crimes de exploração e abuso sexual levantam “um sem mundo de desafios”. Um dos principais desafios na luta contra estes crimes “é as diversas instituições terem a capacidade de se articular na luta contra este crime e aplicar efectivamente o que o nosso quadro legal já prevê”, sublinhou a PGR. “No que diz respeito às responsabilidades do Ministério Público penso que é muito importante conseguir a articulação entre as jurisdições de famílias e menores e penal”, adiantou.

Já na questão da investigação criminal, Joana Marques Vidal considerou ser “muito importante que haja capacidade pericial de analisar todos os instrumentos, designadamente através dos meios informáticos, que são importantes para a apreciação depois da própria prova no âmbito dos processos criminais”. Por outro lado, também é importante “encontrar formas de ouvir as crianças, respeitando a sua idade e a sua capacidade de entendimento”. “Essas formas levam não só à preparação dos magistrados e dos técnicos que as ouvem, mas também há necessidade de termos espaços adequados para ouvirmos as crianças no âmbito das estruturas físicas dos tribunais”, onde “ainda há muito a caminhar”.

Segundo o Relatório Anual de Segurança Interna (RASI), foram registados, em 2014, cerca de 1011 casos de abuso sexual de crianças, adolescentes e menores dependentes, sendo a faixa etária dos 8 aos 13 anos a mais afectada. Dados do Conselho da Europa indicam que cerca de uma em cada cinco crianças na Europa são vítimas de alguma forma de violência sexual.

 

 

Rádio Miúdos

Novembro 27, 2015 às 11:27 am | Publicado em Divulgação | Deixe um comentário
Etiquetas: , , , ,

radio

Para quem não conseguiu ouvir a nossa 1ª EMISSÃO EXPERIMENTAL, poderá ainda ouvir durante esta semana em

www.radiomiudos.pt

Estará no ar nos seguintes horários:

24 de Novembro (hoje) – 19h00
25 de Novembro (4ª feira) – 1h00 e 8h00
26 de Novembro (5ª feira) – 15h00
27 de Novembro (6ª feira) – 5h00 e 20h00

Horas de Portugal Continental.

Participam nesta emissão a Engenheira Luísa Vale da Fundação Calouste Gulbenkian e o Dr. Manuel Coutinho do Instituto de Apoio à Criança.

Até já!

A Rádio Miúdos é uma rádio em português para crianças dos 0 aos 12 anos. A transmissão é feita pela internet e pretende chegar a toda a Diáspora

https://www.facebook.com/radiomiudos/timeline

 

Convenção sobre os Direitos da Criança (versão amigável)

Novembro 27, 2015 às 6:00 am | Publicado em Recursos educativos | Deixe um comentário
Etiquetas: , ,

amigavel

Visualizar o documento no link:

http://blogue.rbe.mec.pt/direitos-das-criancas-versao-amigavel-2123721

Sabias que tens direitos?

Sabias que as Nações Unidas aprovaram uma lei chamada Convenção sobre os Direitos da Criança?

Os teus direitos dizem respeito ao que podes fazer, e ao que as pessoas responsáveis por ti devem fazer para que sejas feliz, saudável e te sintas seguro.

Mas, claro que tu também tens responsabilidades para com as outras crianças e para com os adultos para que também eles gozem dos seus direitos.

Uma convenção é um acordo assinado entre países, para obedecerem à mesma lei. Quando o governo de um país ratifica uma convenção, quer dizer que se compromete a cumprir o que está escrito nessa convenção.

Portugal ratificou a Convenção sobre os Direitos da Criança em 21 de Setembro de 1990.

Isto significa que o nosso governo deve tomar as medidas necessárias para que todas as crianças gozem dos direitos definidos nessa Convenção.

A Convenção tem 54 Artigos que explicam cada um dos teus direitos.

A Convenção sobre os Direitos da Criança foi escrita por juristas, por isso não é fácil de compreender até mesmo pelos adultos.

O artigo 42 da Convenção diz que tens o direito de conhecer os teus direitos, por isso, decidimos escolher os que julgamos mais importantes e explicá-los numa linguagem mais simples.

 


Entries e comentários feeds.