Manuela Eanes recebe Prémio Cidadão Europeu 2015

Setembro 3, 2015 às 10:16 am | Publicado em O IAC na comunicação social | Deixe um comentário
Etiquetas: , ,

prémio

 

Mário Ruivo, Instituto Marquês de Valle Flôr e Manuela Eanes recebem Prémio Cidadão Europeu 2015

O Prémio do Cidadão Europeu 2015 do Parlamento Europeu (PE) vai ser entregue no próximo dia 4 de setembro de 2015, às 11:00, no Gabinete do PE em Portugal. Os galardoados, que estarão presentes, são o Professor Mário Ruivo, o Instituto Marquês de Valle Flôr e Manuela Eanes. O Prémio reconhece pessoas ou organizações que promovem o entendimento e a integração dos cidadãos na União Europeia (UE) e a cooperação entre países.
Desde 2008 que o Parlamento Europeu atribui anualmente a um conjunto de cidadãos e/ou organizações de vários países da UE o Prémio do Cidadão 2015, reconhecendo o trabalho na promoção de um melhor entendimento mútuo e de uma maior integração dos cidadãos ou na melhoria da cooperação transfronteiriça ou transnacional da União Europeia.

Em 2015, foram três os portugueses contemplados com o prémio, que será entregue a 4 de setembro de 2015 no Gabinete do Parlamento Europeu em Portugal, às 11:00, na presença dos galardoados e de eurodeputados portugueses.

Mário Ruivo foi distinguido pelo trajeto pessoal, académico e profissional de excelência, com relevância para o seu papel no fortalecimento dos ideais europeus e das suas instituições, nomeadamente na candidatura de Lisboa a sede da Agência Europeia de Segurança Marítima e na coordenação da Comissão Mundial Independente dos Oceanos.

O Instituto Marquês de Valle Flôr foi reconhecido pelo desenvolvimento do projeto “Sem Barreiras”, uma intervenção integrada com terapia da fala e língua gestual para a melhoria da qualidade de vida da comunidade surda em São Tomé e Príncipe, o que constitui um exemplo das boas práticas de cooperação no Ano Europeu do Desenvolvimento.

Maria Manuela Ramalho Eanes foi premiada pelo seu desempenho como presidente do Instituto de Apoio à Criança, do qual foi cofundadora em 1983. O Instituto é, desde 2001, a única instituição portuguesa representada na organização “Missing Children Europe”.

Os galardoados participarão a 14 e 15 de outubro de 2015, no Parlamento Europeu em Bruxelas, numa cerimónia que reunirá os vencedores selecionados nos 28 Estados-membros.

 

Fonte

TrackBack URI


Entries e comentários feeds.

%d bloggers like this: