Choro dos bebés ativa as campainhas do medo mais profundo

Agosto 22, 2015 às 1:00 pm | Publicado em Estudos sobre a Criança | Deixe um comentário
Etiquetas: , , , , , , , , ,

Notícia do Jornal de Notícias de 5 de agosto de 2015.

O estudo citado na notícia é o seguinte:

Human Screams Occupy a Privileged Niche in the Communication Soundscape

Adelino Meireles Global Imagens

Que o choro do bebé sinaliza um mau estar ou uma dor, já se sabia. O que estava por descobrir é porque é que aquele som em particular deixa os adultos com o seu sentido de alerta no limite. A resposta está na frequência do som.

De acordo com um estudo publicado na “Current Biology”, o choro e os gritos do bebé têm características acústicas especiais que conseguem activar uma parte do cérebro responsável pela prevenção e proteção do ser humano.

Esses sons possuem uma frequência específica, que não é nem aguda nem grave, chamada de dureza, que tem sido desvalorizada. Agora, descobriu-se que funcionam como estímulo da zona cerebral que faz a leitura de situações perturbadoras, localizada na amigdala, o que poderá levar a concluir que o choro do bebé tem como objectivo suscitar sentimento de medo nos adultos.

No contexto da pesquisa, quando Luc Arnal, um dos autores do trabalho, e a sua equipa perguntaram aos indivíduos da experiência que sons lhes pareciam mais aterradores, e foram precisamente esses os assinalados, os tais da zona da dureza.

A descoberta poderá também ajudar a criar sistema de alarme mais eficazes para carros e habitações. Pelo contrário, será também mais fácil corrigir os sons mais desagradáveis.

 

 

 

 

TrackBack URI


Entries e comentários feeds.

%d bloggers like this: