Pós-Graduação Protecção de Crianças em Perigo e Intervenção Local

Junho 12, 2015 às 8:00 pm | Publicado em Divulgação | Deixe um comentário
Etiquetas: , , ,

pos2

mais informações:

http://iepg.iscsp.ulisboa.pt/pos-graduacoes/estudos-sociais/proteccao-de-criancas-em-perigo-e-intervencao-local/objectivos-e-destinatarios

Trabalho infantil. Há 15 anos que não se faz avaliação no terreno

Junho 12, 2015 às 5:16 pm | Publicado em A criança na comunicação social | Deixe um comentário
Etiquetas: , , , , ,

Notícia da Rádio Renascença de 12 de junho de 2015.

DR

Autoridades desinteressaram-se do problema, denuncia a Confederação Nacional de Acção Sobre o Trabalho Infantil. O fenómeno subsiste em Portugal e foi agravado pela crise.

por Teresa Almeida

A Confederação Nacional de Acção Sobre o Trabalho Infantil (CNASTI) denuncia que, neste século, não se fez qualquer avaliação do problema do trabalho de crianças no terreno.

No Dia Mundial contra o Trabalho Infantil, que se assinala nesta sexta-feira, a CNASTI alerta para o desinteresse das autoridades nesta matéria, quando continuam a existir crianças a trabalhar em sectores como a agricultura, restauração, construção e, até, no mercado artístico, sem qualquer controlo.

“Neste momento, não há números, não há estatísticas, mas também ninguém faz o levantamento exaustivo desta realidade”, diz à Renascença a presidente da CNASTI, Fátima Pinto, sublinhando que a maior dificuldade reside na identificação dos casos.

“A CNASTI não tem capacidade para fazer esse trabalho, mas também não há interesse por parte das autoridades, porque desde o ano 2000 que este levantamento não se faz”, afirma.

Os sectores da agricultura, restauração e construção civil são, tradicionalmente, aqueles onde o fenómeno se regista com mais frequência. A mendicidade também acaba por funcionar como um “sector de actividade” para muitas crianças e a presidente da CNASTI lembra ainda “o sector do trabalho infantil artístico, onde os direitos dos mais novos não são acautelados”. Nesta área, “as crianças são também vítimas de exploração e com a conivência de todos”.

Risco de pobreza agrava problema

A suspensão da avaliação do problema no terreno corresponde exactamente à altura da descoberta de um grande número de crianças a trabalhar em fábricas, sobretudo do sector têxtil.

A experiência da CNASTI leva os seus responsáveis a concluir que o aumento do número de casos de crianças em situação de pobreza potencia a realidade do trabalho infantil. Fátima Pinto lembra que “tem vindo a haver um risco muito maior de as crianças estarem sujeitas a situação de perigo”.

Os últimos dados da Rede Europeia Anti-Pobreza revelam que, em 2013, um quarto das crianças portuguesas vivia em risco de carência extrema, fenómeno que “tem vindo a crescer desde 2010”.

“O que os estudos nos dizem, e também os números que existem do INE, é que temos 25,6% de crianças em risco de pobreza em Portugal, em 2013. Não temos dados ainda de 2015, mas, com todos os cortes de subsídios e abonos, pensamos que os números poderão ser ainda piores. Serão números alarmantes”, sublinha a presidente da CNASTI.

Os números de 2013 revelam já, contudo, um agravamento do problema: “Se recuarmos a 2012, o aumento foi de quase dois pontos percentuais e, se avaliarmos em relação ao ano de 2010, o aumento foi de 3,3 pontos percentuais”.

 

 

 

Portugal não avalia trabalho infantil há 15 anos

Junho 12, 2015 às 4:04 pm | Publicado em A criança na comunicação social | Deixe um comentário
Etiquetas: , , , , , , ,

Notícia da TSF de 12 de junho de 2015.

ouvir a entrevista a Fátima Pinto no link:

http://www.tsf.pt/paginainicial/AudioeVideo.aspx?content_id=4620122

Reuters

12 de junho, Dia Mundial da Luta contra o Trabalho Infantil. Em Portugal, o fenómeno da exploração de menores não é “controlado” há mais de uma década.

Há 15 anos que o fenómeno do trabalho infantil não é estudado em Portugal. No entanto, a CNASTI, Confederação Nacional de Ação sobre o Trabalho Infantil, não tem dúvidas que existem ainda muitas crianças exploradas.

A CNASTI considera, por isso, urgente fazer um novo estudo, nacional, sobre o problema em Portugal.

A entidade que reúne sindicatos, instituições sociais e católicas sublinha que há mais de uma década que o governo/Estado não avalia o fenómeno.

A presidente, Fátima Pinto, admite que o país teve uma evolução notável nas últimas décadas do século XX, mas o trabalho infantil não desapareceu por completo. Para Fátima Pinto, este flagelo não desapareceu. Há ainda muitas crianças, diz, a trabalhar em Portugal.

Fátima Pinto receia que o aumento da pobreza infantil esteja a potenciar o problema da exploração.

No Dia Internacional Contra o Trabalho Infantil, a OIT, organização Internacional do Trabalho, revela que mais de vinte em cada cem crianças que vivem nos países pobres, entram no mercado de trabalho por volta dos 15 anos de idade.

TSF

 

 

PRESS RELEASE – Prémio Cidadão Europeu

Junho 12, 2015 às 1:45 pm | Publicado em Divulgação | Deixe um comentário
Etiquetas: , , , , ,

PRESS-RELEASE---Prémio-Cida

Vídeo da participação de Melanie Tavares do IAC na Comemoração do Dia Internacional da Criança – II Fórum Internacional da Criança Migrante “Vozes da Infância Mundial”

Junho 12, 2015 às 1:31 pm | Publicado em Divulgação, Vídeos | Deixe um comentário
Etiquetas: , , , , ,

Vídeo da participação da Dra. Melanie Tavares, Coordenadora dos Sectores da Actividade Lúdica e da Humanização dos Serviços de Atendimento à Criança do Instituto de Apoio à Criança, na Comemoração do Dia Internacional da Criança / II Fórum Internacional da Criança Migrante “Vozes da Infância Mundial” que decorreu no dia 1 de Junho, na Ordem dos Advogados.

Programa Estou Aqui / Regras Básicas para umas Férias em Segurança – Conselhos da PSP

Junho 12, 2015 às 1:00 pm | Publicado em Divulgação | Deixe um comentário
Etiquetas: , , , , , ,

tou

https://estouaqui.mai.gov.pt/Pages/Home.htm

Nívea inventa bonecas sensíveis a raios solares para incentivar as crianças a usar protetor solar

Junho 12, 2015 às 12:00 pm | Publicado em A criança na comunicação social, Vídeos | Deixe um comentário
Etiquetas: , , , , ,

texto do site  http://media.rtp.pt  

rtp

 Por Joana Martins joana.m.martins@rtp.pt

A brincar a brincar aprendem-se coisas muito importantes.

Que engraçado que é chegar à praia e ver os pais a correr atrás dos filhos para lhes passarem protetor solar enquanto as crianças se empenham nas cambalhotas e nas brincadeiras que imaginaram mal pusessem os pés da areia! Para muitos pais o verdadeiro desafio das férias é convencer os miúdos a porem creme várias vezes ao dia, por entre mergulhos e corridas.

Para contrariar essa empreitada, a Nívea resolveu dar uma ajuda: criou a Nivea Doll. Através da boneca, as crianças passam a compreender melhor a importância de usar protetor solar. O brinquedo é sensível ao sol e precisa de usar protetor, caso contrário ficará com a “pele” queimada.

Alguns exemplares desta boneca pensada pela Nívea e pela FCB Brasil foram entregues a pais e filhos nas principais praias do Rio de Janeiro. Imediatamente as crianças se aperceberam da importância de cuidar da sua boneca e levaram muito a sério a tarefa de a proteger dos escaldões. Assim, enquanto elas se entretinham a pôr creme na boneca, os pais cuidavam da pele dos filhos. Uma tarefa útil e divertida!

Truz, Truz… Deixa-me Entrar! Fábrica das Artes | Para todas as infâncias

Junho 12, 2015 às 9:14 am | Publicado em Divulgação | Deixe um comentário
Etiquetas: , ,

Manuel Ruas Moreira

 

9.10.11.12.16.18.19 junho 2015 | 10:00

13.14.20.21 junho 2015 | 11:00

Espaço Fábrica das Artes

Dos 12 meses aos 5 anos e família

Duração: 50 minutos

Ana Beatriz Degues e Patricia Vieira

Truz, Truz…Deixa-me entrar! Deixa-me entrar num mundo imaginário. Deixa-me descobrir o mundo das formas dos ritmos e dos sons, o mundo do movimento. Em Truz, Truz…Deixa-me entrar! uma cidade de cartão serve como paisagem de fundo para explorarmos e descobrirmos os espaços do nosso corpo, envolvendo-nos numa dança genuína e curiosa. Propomo-nos construir e desconstruir uma cidade, percorrer as suas ruas e descobrir que estas casas de cartão se podem transformar em muitas outras coisas…

É um espetáculo, uma oficina! Uma descoberta do nosso corpo e do mundo que nos rodeia!

Uma encomenda da Fábrica das Artes, apresentada originalmente em maio de 2012.

CONTACTOS FÁBRICA DAS ARTES Maria José Solla | Manuel Moreira | Tânia Guerreiro Todos os dias úteis das 11:00 às 13:00 e das 15:00 às 18:00 Telefones (+351) 213 612 899 e (+351) 213 612 898 ou do fax (+351) 213 612 859.

fabricadasartes@ccb.PT

mais informações:

https://www.ccb.pt/Default/pt/FabricaDasArtes/Programacao/Espetaculos?A=51

Dia Mundial Contra o Trabalho Infantil – 12 de Junho de 2015

Junho 12, 2015 às 6:00 am | Publicado em A criança na comunicação social | Deixe um comentário
Etiquetas: , , ,

dia

mais informações:

http://www.ilo.org/ipec/Campaignandadvocacy/wdacl/lang–en/index.htm


Entries e comentários feeds.