Atividade física intensa importante na prevenção da obesidade infantil

Junho 4, 2015 às 8:00 pm | Publicado em Estudos sobre a Criança | Deixe um comentário
Etiquetas: , , , ,

Notícia do site  http://lifestyle.sapo.pt  de 23 de maio de 2015.

APCOI - Associacao Portuguesa Contra a Obesidade Infantil

De acordo com a Associação Portuguesa Contra a Obesidade Infantil (APCOI) uma em cada 3 crianças portuguesas tem excesso de peso. Valores que colocam Portugal entre os países da Europa com as maiores taxas de prevalência de obesidade pediátrica.

Para tentar contrariar estes números é essencial incentivar as crianças para a prática de exercício físico de forma regular e, claro, incutir hábitos saudáveis de alimentação e hidratação.

Um estudo desenvolvido em 2014 pelo Laboratório de Exercício e Saúde da Faculdade de Motricidade Humana, Universidade de Lisboa, revelou que “para reduzir o índice de massa gorda nas crianças é necessário incluir a prática de atividade física intensa”.

A avaliação, realizada com acelerómetros em 175 raparigas e 168 rapazes, entre os 10 e os 12 anos, teve como objetivo determinar as associações entre a dose de dispêndio energético de intensidade moderada versus intensidade elevada e a obesidade total e abdominal infantil.

Os investigadores observaram que estes indicadores de obesidade estavam somente associados com a atividade física de intensidade elevada.

As diretrizes da prática da atividade física defendem que as crianças devem praticar pelo menos 60 minutos de atividade moderada por dia e que as intensidades elevadas devem ser incorporadas pelo menos 3 vezes por semana.

Embora ainda não esteja clarificado o contributo da intensidade da atividade física, este estudo vem chamar a atenção para a importância da intensidade elevada com a finalidade das crianças terem um perfil mais saudável de composição corporal.

Tal como sucede com os adultos, as crianças devem ser acompanhadas por especialistas, médicos e profissionais ligados à prática do exercício, de forma a adaptar o esforço às necessidades e capacidades corporais. Mas a prática de exercício é essencial e deve ser incentivada desde os primeiros anos de vida do bebé.

 

 

Férias de Verão na Aventura Social Associação

Junho 4, 2015 às 6:00 pm | Publicado em Divulgação | Deixe um comentário
Etiquetas: ,

aventura

mais informações:

https://www.facebook.com/aventurasocialassociacao?fref=photo

http://www.aventurasocial-associacao.com/

Sessão de filosofia para crianças e famílias na Ludobiblioteca da EB Areia-Guincho

Junho 4, 2015 às 4:00 pm | Publicado em Divulgação | Deixe um comentário
Etiquetas: ,

filo

https://www.facebook.com/Ludobiblioteca.EB1JIAreia.Guincho/timeline

Entrevista de Manuel Coutinho ao programa “Carlos Bastos Entrevista…” da Rádio Renascença

Junho 4, 2015 às 3:16 pm | Publicado em O IAC na comunicação social | Deixe um comentário
Etiquetas: , ,

Entrevista do programa “Carlos Bastos Entrevista…”da Rádio Renascença ao Dr. Manuel Coutinho (Secretário–Geral do Instituto de Apoio à Criança e Coordenador do Sector SOS-Criança do Instituto de Apoio à Criança) no dia 4 de junho de 2015.

Ouvir a entrevista no link:

http://rr.sapo.pt/programas_detalhe.aspx?fid=1448&did=189504

ou

http://rr.sapo.pt/podcastfeed.aspx?fid=1448

Manuel Coutinho

Secretário–Geral do Instituto de Apoio à Criança e Coordenador do  Sector SOS-Criança do Instituto de Apoio à Criança.

O Carlos conversou com Manuel Coutinho do Instituto de Apoio à Criança. Como é que estão as nossas crianças? E os pais? E a escola? Enfim, para descobrir mais sobre o tema e para ficar surpreendido com algumas respostas… é só ouvir a Renascença.

 

rr

 

Espetáculo de dança para bebés – 4 a 7 de Junho, na Fábrica das Artes do CCB

Junho 4, 2015 às 2:00 pm | Publicado em Divulgação | Deixe um comentário
Etiquetas: , , , , , , ,

Instalação interactiva para bebés

Esta lindíssima “mini” peça de dança/teatro foi criada pela coreógrafa Siri Dybwik na continuação do seu trabalho de investigação artística e do seu desejo de chegar ao público mais novo.  Este Quarto dos Miúdos acontece numa tenda onde as crianças e os seus pais se envolvem numa brincadeira sem palavras, em que objetos, sons e figurinos deslumbrantes são o estímulo para uma experiência verdadeiramente mágica. Diversas cores, texturas e materiais oferecem à criança experiências diferentes enquanto observam, tocam, ouvem e se movimentam livremente no espaço.

Conceção e coreografia Siri Dybwik | Música e sonoplastia Nils Christian Fossdal | Cenografia Caroline Collinge | Adereços Robert Allsopp | Figurinos Britt Stigen Martinsen | Bailarina Marie Ronold Mathisen | Produção dybwikdans | Co-produção RAS, Tou Scene | Fotografia Rune Bergan

Este espetáculo estreou no RAS na primavera de 2014 e foi apresentado em Tou Scene, Bærum Kulturhus, Asker Kulturhus e Haugesund Teater.

CONTACTOS FÁBRICA DAS ARTES Maria José Solla | Manuel Moreira | Tânia Guerreiro Todos os dias úteis das 11:00 às 13:00 e das 15:00 às 18:00 Telefones (+351) 213 612 899 e (+351) 213 612 898 ou do fax (+351) 213 612 859. fabricadasartes@ccb.pt

mais informações:

https://www.ccb.pt/Default/pt/FabricaDasArtes/Programacao/Espetaculos?A=286

 

Maus-tratos a crianças aumentam. Na dúvida, denuncie – Entrevista de Manuel Coutinho à Rádio Renascença

Junho 4, 2015 às 1:00 pm | Publicado em O IAC na comunicação social | Deixe um comentário
Etiquetas: , , , ,

Entrevista da Rádio Renascença ao Dr. Manuel Coutinho (Secretário–Geral do Instituto de Apoio à Criança e Coordenador do Sector SOS-Criança do Instituto de Apoio à Criança) no dia 4 de junho de 2015.

rr

ouvir a entrevista no link:

http://rr.sapo.pt/informacao_detalhe.aspx?fid=25&did=189538

Dia Internacional das Crianças Inocentes Vítimas de Agressão assinala-se esta quinta-feira. O Instituto de Apoio à Criança admite que a sociedade portuguesa está cada vez mais alerta e menos tolerante face a situações de maus-tratos a menores.

Todos os dias chegam dezenas de denúncias à Linha SOS Criança. Em 2014, o número casos chegou aos três mil e tudo indica que seja superado este ano.

“Este ano, dado que tem havido uma maior sensibilização até da comunicação social para estes problemas, posso dizer que os números vão mais adiantados se os compararmos com o ano passado”, revela Manuel Coutinho, secretário-geral do Instituto de Apoio à Criança e coordenador da Linha SOS.

Existem mais casos e mais denúncias, o que leva Manuel Coutinho a afirmar que a sociedade portuguesa está cada vez mais alerta e menos tolerante face a situações de maus-tratos – sejam de negligência, abusos sexuais ou outro tipo que cause sofrimento nas crianças.

Na dúvida, defende, é sempre melhor denunciar. “É melhor apresentarmos uma situação e depois não ser nada do que não apresentarmos porque temos dúvida e depois essa criança veio a morrer, a ter um sofrimento grave, a ficar em perigo. Todos nós podemos ajudar a prevenir o flagelo dos maus-tratos e ajudar a prevenir é agir antes que a situação de risco aconteça”, justifica.

A Linha SOS Criança nasceu nos anos 80 para tornar mais rápida a resposta das autoridades a estas situações, mas também para que muitas crianças pudessem contar os seus problemas, ajudando-as assim a gerir problemas que lhes provocam grande sofrimento.

O divórcio é um desses casos. Manuel Coutinho lembra, por isso, que “a separação da relação conjugal não significa separação da relação parental”.

“Um pai e uma mãe que gostam muito de um filho devem lutar por ele, mas devem perceber que um filho tem direito a ter um pai e uma mãe e que não é justo andarmos a partir as crianças ao meio, andarmos a manipular as crianças e cada um andar a denegrir a imagem do outro”, sublinha.

Ficam os alertas nesta quinta-feira, Dia Internacional das Crianças Inocentes Vítimas de Agressão.

 

 

Depressão na idade adulta pode estar relacionada com bullying

Junho 4, 2015 às 12:00 pm | Publicado em Estudos sobre a Criança | Deixe um comentário
Etiquetas: , , , , , , ,

Notícia do site http://lifestyle.sapo.pt  de 3 de junho de 2015.

O estudo citado na notícia é o seguinte:

Peer victimisation during adolescence and its impact on depression in early adulthood: prospective cohort study in the United Kingdom

Investigadores publicaram dados na revista BMJ segundo os quais os adolescentes vítimas de práticas de agressão ou intimidação reiterada pelos pares tendem muitas vezes a sofrer mais tarde.

Os peritos analisaram as conclusões de um grande projeto em Bristol, Inglaterra, que se debruçou sobre a saúde de 14.500 residentes desde os primeiros anos da década de 90.

Numa fase do projeto, cerca de 4.000 participantes preencheram um questionário aos 13 anos e foram rastreados novamente cinco anos mais tarde para sintomas de depressão.

Em 683 pessoas que reportaram ter sofrido “bullying” pelo menos uma vez por semana aos 13 anos, cerca de 15 por cento estavam deprimidas aos 18 anos.

Isto foi quase o triplo da taxa para os adolescentes que não se incluíram neste parâmetro.

 

86% dos jovens portugueses usam a internet todos os dias

Junho 4, 2015 às 8:02 am | Publicado em Estudos sobre a Criança | Deixe um comentário
Etiquetas: , , , , , , , ,

Notícia do Observador de 15 de maio de 2015.

O estudo  citado na notícia é o seguinte:

EMPREGO, MOBILIDADE, POLÍTICA e LAZER: SITUAÇÕES E ATITUDES DOS JOVENS PORTUGUESES NUMA PERSPECTIVA COMPARADA

Milton Cappelletti

Catarina Falcão

Apenas 2,1% dos jovens entre os 15 e os 24 anos dizem nunca ter acedido à internet. Para além de consultar as redes sociais, os jovens procuram informação sobre eventos e falam no Skype.

Se tem entre 15 e 34 anos e está a ler esta notícia é mais provável que seja mulher, tenha formação superior, já trabalhe e viva confortavelmente com o seu rendimento atual. É esse o retrato que o estudo “Lazer, Emprego, Mobilidade e Política” encomendado pela Presidência da República indica sobre os jovens que lêem notícias e artigos na internet, uma atividade que 34,2% dos jovens portugueses dizem fazer com regularidade. Entre os mais jovens, 86,9% dos jovens dizem aceder todos os dias à internet, especialmente para comunicar nas redes sociais.

Mais de três quartos de todos os jovens portugueses vão diariamente à internet e entre os mais novos, com idade entre os 15 e os 24 anos, há 86,9% que afirmam aceder à rede todos os dias. Apenas 1,2% das pessoas entre os 15 e os 24 anos dizem nunca ter acedido à internet. Esta percentagem sobe para os 8,4% quando se fala de jovens entre os 25 e os 34 anos. Mas o que é que os jovens fazem na internet?

Infografia no link:

http://e.infogr.am/internet_jovens-0?src=embed

A prioridade na consulta da internet é claramente as redes sociais. 91,9% dos jovens dos 15 aos 24 utiliza-a diariamente para isso. A seguir fazem a consulta e envio dos seus e-mails, procuram informações, falam por Skype, jogam computador e ouvem música. Uma tendência que separa os jovens mais novos e os jovens entre os 25 e 34 é a maneira como os primeiros vêm mais televisão através de streaming na internet. Também são os mais novos que fazem mais downloads de música e filmes.

Na internet, os homens jogam mais jogos de computador e fazem mais downloads. Já as mulheres destacam-se por ler mais artigos e notícias e estarem mais atentas aos blogs. Também são as mulheres que compram mais online, mas a diferença é muito pouca em relação ao homens (21,8% dos homens e 22% as mulheres).

Infografia: Milton Cappelletti

 

 

Cinco euros. A nota que valeu um louvor a duas crianças

Junho 4, 2015 às 6:00 am | Publicado em A criança na comunicação social | Deixe um comentário
Etiquetas:

Cinco euros  A nota que valeu um louvor a duas crianças

Clique na imagem para aumentar.

DN 11/05/15


Entries e comentários feeds.