Conferência Vítimas de crime na Europa: o futuro é agora!

Abril 14, 2015 às 8:00 pm | Publicado em Divulgação | Deixe um comentário
Etiquetas: , , , ,

apav

mais informações:

http://apav.pt/25/index.php/pt/

Comunicado da Direção do IAC sobre o Plano Nacional de Prevenção e Combate à Violência sobre as Crianças

Abril 14, 2015 às 4:49 pm | Publicado em O IAC na comunicação social | Deixe um comentário
Etiquetas: , , ,

capturar1

COMUNICADO

 

Plano Nacional de Prevenção e Combate à Violência sobre as Crianças

 

O Instituto de Apoio à Criança, preocupado com os diversos casos de violência extrema perpetrados contra as Crianças nas últimas semanas, decidiu que vai propor ao Governo a criação de um Plano Nacional de Prevenção e Combate à Violência sobre as Crianças.

Na verdade, este Plano, à semelhança do que sucede no caso de Violência Doméstica, permitirá medidas integradas de prevenção e de proteção da Criança, e simultaneamente na formação mais aprofundada dos profissionais que trabalham nesta área.

Por outro lado, o Instituto entende dever apelar à reflexão sobre o agravamento de penas em casos de Crimes Violentos Contra Crianças, sempre que se verifiquem actos cruéis, desumanos e degradantes.

O IAC acredita que o Plano Nacional que preconiza contribuirá para a defesa e promoção dos Direitos da Criança.

 

                                                                                                                                                                  A Direção

 

 

Lx.14.04.2015

 

 

Instituto de Apoio à Criança defende plano nacional para prevenção de maus tratos

Abril 14, 2015 às 3:15 pm | Publicado em O IAC na comunicação social | Deixe um comentário
Etiquetas: , , , ,

Notícia do Diário de Notícias de 13 de abril de 2015.

Gerardo Santos Global Imagens

A presidente do Instituto de Apoio à Criança lembra que as crianças, principalmente as que ainda não falam e também aquelas com deficiências, são as vítimas mais vulneráveis.

A presidente do Instituto de Apoio à Criança (IAC), Dulce Rocha, defendeu esta segunda-feira a criação de um plano nacional para a prevenção dos maus tratos nas crianças, apontando a necessidade de mais formação para uma deteção mais precoce.

Em declarações à agência Lusa, a propósito dos dois mais recentes casos de morte de crianças, uma assassinada, outra alegadamente vítima de maus tratos, Dulce Rocha defendeu que é preciso mais prevenção e formação de maneira a detetar mais precocemente casos de violência infantil, principalmente sobre crianças que não conseguem queixar-se.

“À semelhança do que já sucede com a violência doméstica, devia haver um plano nacional para a prevenção dos maus tratos, um plano nacional contra a violência sobre as crianças porque as crianças têm direito a uma vida sem violência”, sustentou.

Segundo Dulce Rocha, os casos de violência sobre as crianças são cíclicos e se há alturas em que o IAC os consegue diagnosticar atempadamente, outros há que são muito imprevisíveis.

“O que me parece, que é uma conclusão a retirar, é que as crianças, principalmente as que ainda não falam e também aquelas com deficiências, que têm dificuldade de comunicação, são das mais vulneráveis de todas”, apontou a responsável.

Nesse sentido, a presidente do IAC defendeu que é preciso estar mais atento aos sinais em crianças que não conseguem ainda expressar-se.

“A atenção tem que ser cada vez maior, a formação também, a formação dos profissionais para conseguirem ler os sinais, mesmo que uma pessoa menos atenta não consiga”, frisou.

Sobre essa questão, concretizou que os profissionais que lidam com este tipo de casos deveriam ter uma formação mais específica, que lhes permitisse descobrir mais cedo, quando o caso já não é apenas um risco, mas já estão perante uma situação de perigo.

“Todos achamos inadmissível, mas temos de tomar medidas para que a situação não continue na mesma porque às vezes parece que há uma acalmia destes casos, nas depois vem ciclicamente e somos confrontados com casos deste tipo”, alertou Dulce Rocha, salientando que a prevenção nestes casos está muito ligada ao conhecimento.

Defendeu, por isso, que seja uma formação de prevenção com conhecimento, sublinhando que a formação ao nível dos procedimentos ou dos processos é importante, mas não é fundamental.

“O fundamental é ouvir os médicos experientes, os magistrados experientes, as pessoas que já tiveram casos, haver estudos de casos. Isso é que me parece que seria uma formação que não deixaria tudo na mesma”, sustentou.

Na opinião de Dulce Rocha, ainda existe uma visão muito romântica da família, vista como lugar de afetos, quando há muitos casos em que isso não acontece e em que a família se transforma num “lugar de tormento, de grande violência”.

Nesse sentido, defendeu que não se pode automaticamente partir do princípio que todas as famílias são lugares de afetos e deve haver um trabalho de verificação para perceber se deve ou não ser feita vigilância.

 

 

 

 

AJUDE-NOS A AJUDAR!

Abril 14, 2015 às 12:02 pm | Publicado em Campanhas em Defesa dos Direitos da Criança | Deixe um comentário
Etiquetas: , , ,

irs_iva_site_2015_

Vídeo da participação de Dulce Rocha no programa “A Tarde é Sua” sobre maus-tratos infantis

Abril 14, 2015 às 11:30 am | Publicado em O IAC na comunicação social, Vídeos | Deixe um comentário
Etiquetas: , , , , ,

Vídeo da participação da Drª Dulce Rocha, Vice-Presidente do Instituto de Apoio à Criança, no programa “A Tarde é Sua” sobre maus-tratos infantis no dia 13 de abril de 2015.

ver o vídeo no link:

http://www.tvi.iol.pt/programa/a-tarde-e-sua/53c6b3883004dc006243ce59/videos/–/ates–videos/video/552c01fa0cf24e6df01a8572/1

dulce

Vídeo da campanha contra os maus-tratos infantis da Unicef Uruguai

Abril 14, 2015 às 10:42 am | Publicado em Campanhas em Defesa dos Direitos da Criança, Vídeos | Deixe um comentário
Etiquetas: , , ,

las Oficinas de UNICEF de Argentina, Chile, Paraguay y Uruguay iniciaron la campaña digital #FinAlMaltrato: Detengamos el maltrato infantil, la cual pretende generar conciencia en la población con el fin de erradicar la violencia contra los niños, niñas y adolescentes y provocar un cambio cultural en los adultos.

La campaña consiste en cuatro videos grabados en lugares públicos emblemáticos de Buenos Aires, Santiago, Asunción y Montevideo, donde estatuas humanas simulan situaciones de maltrato infantil perpetradas por adultos. La plataforma de esta iniciativa es un sitio web interactivo http://www.hazquesedetenga.com, cuyos contenidos serán difundidos a través de redes sociales (Facebook, Twitter, Youtube e Instagram) y mediante folletos informativos.

mais informações no link:

http://www.hazquesedetenga.com/

 

App portuguesa estimula crianças autistas

Abril 14, 2015 às 10:25 am | Publicado em A criança na comunicação social | Deixe um comentário
Etiquetas: , , , , , , , ,

notícia do site http://marketeer.pt  de 14 de abril de 2015

A Enforcing Kids, plataforma de informação sobre autismo criada por dois alunos da Universidade de Lisboa, conta a partir de agora com uma aplicação móvel de apoio à terapia de crianças com síndrome do autismo.

A app, que está disponível de forma gratuita na plataforma Android, foi pensada para ser usada por crianças acompanhadas por adultos responsáveis pela terapia. Inclui jogos, que podem ser configurados pelos terapeutas e pais, que “seguem a lógica das sequências e, portanto, exploram as dificuldades que estas crianças têm ao formulá-las, ao mesmo tempo que permite explorar outras áreas, como a matemática”, lê-se na Google Play. A aplicação está disponível em quatro idiomas: português, castelhano, francês e inglês.

O projecto Enforcing Kids surgiu há cerca de um ano pelas mãos de Cátia Raminhos e Jorge Santos, alunos da Universidade de Lisboa dos mestrados de Engenharia Informática e de Metodologias e Tecnologias em E-Learning. Trata-se de uma plataforma que tem como objectivo partilhar dúvidas, esclarecimentos, opiniões e experiências sobre o autismo. Neste momento, tem adesão em mais de 50 países em todo o mundo. Este projecto é apoiado pelo Departamento de Investigação LaSIGE da Faculdade de Ciências da Universidade de Lisboa

III Ciclo de Conferências da CPCJ de Lousada – De Pequenino…se prepara o destino!

Abril 14, 2015 às 8:00 am | Publicado em Divulgação | Deixe um comentário
Etiquetas: , , , , ,

III

Comissão de Proteção de Crianças e Jovens de Lousada

Localização: Praça Dr. Francisco Sá Carneiro – Ap. 19 – 4620 – 909 Lousada
Telefone: 255 820 500 / Fax: 255 820 576
Email: cpcj@cm-lousada.pt

Mediação Escolar-Prevenção e Resolução de Conflitos – Curso de Formação Acreditada

Abril 14, 2015 às 8:00 am | Publicado em Divulgação | Deixe um comentário
Etiquetas: , , , , , ,

sergio

MEDIAÇÃO ESCOLAR-PREVENÇÃO E RESOLUÇÃO DE CONFLITOS (Início em 22 de abril de 2015)

Curso de Formação destinado a Educadores de Infância, Professores dos Ensinos Básico e Secundário e Professores de Educação Especial

FORMADOR: PEDRO POLIDO NEVES DE MORAIS MARTINS

Nº Créditos: 2 (50 horas)

Inscrições em https://docs.google.com/…/1I-UbmlZpd4ssTzPFz2uDpGO…/viewform
OBJECTIVOS:

Dotar os participantes de conhecimentos, competências e técnicas fundamentais ao exercício da mediação de conflitos de modo a:

Intervir na qualidade de mediadores, em situação de resolução de conflitos em contexto escolar;

Dominar os modelos e técnicas de mediação de conflitos com recurso aos conceitos teórico-práticos apropriados durante o curso;

Utilizar procedimentos fundamentais desenvolvidos pela Escola de Negociação de Harvard;

Identificar e exercitar as várias etapas do processo de mediação de conflitos;

Desenvolver competências e capacidades psico-sensoriais que permitam identificar os modos de atuação do mediador;

Integrar/participar em equipas de trabalho como mediadores escolares em contexto real, com recurso a supervisão.
Calendarização

22 Abril 18.30-21.30
23 Abril 18.30-21.30
30 Abril 18.30-21.30
06 Maio 18.30-21.30
07 Maio 18.30-21.30
08 Maio 18.30-22.00
14 Maio 18.30-21.30
15 Maio 18.30-22.00
20 Maio 18.30-21.30
21 Maio 18.30-21.30
28 Maio 18.30-21.30
29 Maio 18.30-22.00
4 Junho 18.30-21.30
5 Junho 18.30-21.30
11 Junho 18.30-21.30
12 Junho 18.30-22.00

Custo da formação 110€. Pagamento por transferência bancária: NIB 078101120112001266575 -Designação da conta – Escola secundária D. Dinis. Na designação do pagamento deve indicar “MEDIAÇÂO_2.ªEDIÇÃO” Pagamento de Inscrição

Envio de comprovativo de pagamento para o email cfantoniosergio@esddinis.pt, indicando no assunto “MEDIAÇÃO_2.ªEDIÇÃO” – Comprovativo de Inscrição

A inscrição só será validada, após recibo de comprovativo de pagamento.
A INSCRIÇÃO SÓ É VALIDADA DEPOIS DE RECEBIDO O RESPETIVO RECIBO DE PAGAMENTO
O pagamento deve ser realizado até 15 dias úteis antes do início da da formação. Qualquer desistência 15 dias úteis antes do início da acção implicará o pagamento integral do valor de inscrição.

Em caso de número insuficiente de inscritos, o CF Escolas António Sérgio reserva-se o direito de cancelar a formação.

Nota: A calendarização pode vir a sofrer alterações

 

 

Ludicidade 2015 – Parque da Cidade

Abril 14, 2015 às 6:00 am | Publicado em Divulgação | Deixe um comentário
Etiquetas: , ,

ludi

mais informações no link:

https://www.facebook.com/AssociacaoLudotecasPorto


Entries e comentários feeds.