Estamos demasiado ligados aos telemóveis e à Internet?

Março 18, 2015 às 10:10 am | Publicado em Estudos sobre a Criança | Deixe um comentário
Etiquetas: , , , , , , , , , ,

texto do Observador de 10 de março de 2015.

Pulman capta a relação das pessoas com os seus telemóveis no dia-a-dia  Josh Pulman

Pulman capta a relação das pessoas com os seus telemóveis no dia-a-dia Josh Pulman

 

Os portugueses já passam mais tempo na internet do que a ver televisão e 48% tem acesso à rede. Uma série de fotografias questiona se o tempo dedicado ao telemóvel está a ultrapassar os limites.

Catarina Falcão

Quase metade dos portugueses acede diariamente à internet e 38% fazem-nos através dos telemóveis. Aceder à internet no telemóvel é uma realidade não só em Portugal, mas em todo o mundo. Uma mudança de hábitos que se generalizou e que o fotógrafo britânico Josh Pulman captou numa série de fotografias dedicadas à ligação que as pessoas mantêm hoje em dia com os telemóveis.

Viajando por várias cidades do mundo, como Nova Iorque e Londres, o fotógrafo registou uma série de imagens a que chamou Somewhere Else, ou “noutro sítio” em português, que pretendem mostrar as várias atitudes e emoções das pessoas para com os telemóveis e a importância que cada indivíduo parece atribuir ao facto de estar sempre ligado.

Em Portugal, segundo um estudo divulgado em fevereiro deste ano pelo Eurobarómetro, 48% das pessoas acedem à internet e apenas 10% diz não ter acesso à rede. Embora a média europeia de pessoas ligadas à internet seja mais alta – cerca de 63% dos europeus afirmam usar a internet -, os portugueses já passam mais tempo online do que a ver televisão, segundo um estudo da Nova Expressão, e 38% acede à rede através dos seus telemóveis.

Esta utilização dos telemóveis está, também, a ter repercussão nos hábitos de compras dos portugueses, já que mais de 70% das pessoas que acedem à internet afirmam fazer compras online. Os portugueses estão à frente da média europeia no que diz respeito à consulta das suas redes sociais: 76% dos portugueses afirmam que uma das razões para irem à internet é verificar as suas redes sociais, a média dos 28 países é de 60%.

fotogaleria

 

 

TrackBack URI


Entries e comentários feeds.

%d bloggers like this: