Global status report on violence prevention 2014

Março 11, 2015 às 8:00 pm | Publicado em Relatório | Deixe um comentário
Etiquetas: , , , , , , , ,

violence

descarregar o relatório no link:

http://www.who.int/violence_injury_prevention/violence/status_report/2014/en/

The Global status report on violence prevention 2014, which reflects data from 133 countries, is the first report of its kind to assess national efforts to address interpersonal violence, namely child maltreatment, youth violence, intimate partner and sexual violence, and elder abuse.

Jointly published by WHO, the United Nations Development Programme, and the United Nations Office on Drugs and Crime, the report reviews the current status of violence prevention efforts in countries, and calls for a scaling up of violence prevention programmes; stronger legislation and enforcement of laws relevant for violence prevention; and enhanced services for victims of violence.

 

“Tropeçar”: espetáculo para a infância e para as famílias no CCB

Março 11, 2015 às 5:00 pm | Publicado em Divulgação | Deixe um comentário
Etiquetas: , , ,

11043118_10152836683551051_2522808874641718021_n

TROPEÇAR
Teatro do Vestido
CCB/ Fábrica das Artes | 12 e 13 março > 11h | 14 e 15 março > 11h30

Este é um espetáculo para a infância e para as famílias que fala do ponto de vista das crianças sobre várias questões. “Tropeçar” desafia-nos a não evitarmos certos assuntos como a morte, os lobos maus assassinados por caçadores, ou as patifarias cometidas pela calada com cara angelical.

Saiba mais AQUI.

11018847_1021423697887583_1127830572015193024_n

II Curso de Dança Infantil

Março 11, 2015 às 3:00 pm | Publicado em Divulgação | Deixe um comentário
Etiquetas: , ,

curso

Nestas férias da Páscoa, o Núcleo Inovartístico, irá realizar o II Curso de Dança Infantil, entre as 9h00 e as 17h30 para participantes dos 5 aos 12 anos.

O objetivo é preparar um espetáculo final de apresentação para os pais, cujo tema é surpresa. Para isso, cada dia será preenchido com aulas de Dança Jazz, Dança Espanhola, Hip Hop, Núcleo Coreográfico, Criação de Cartazes, Cenários e do próprio Figurino.

Para esta iniciativa só precisam de dar largas à imaginação e pôr em prática os dotes de bailarinos(as).

Núcleo Inovartístico está localizado na Rua General Humberto Delgado, nº 34 B, Abrunheira, Sintra (junto à farmácia).

Siga os nossos passos em www.facebook.com/inovartistico.

inovagd@gmail.com

96 197 1994

 

O Bom Uso da Internet – Debate 16 de março Auditório do IPO de Lisboa

Março 11, 2015 às 2:33 pm | Publicado em Divulgação | Deixe um comentário
Etiquetas: , , ,

debate

mais informações:

http://www.acreditar.org.pt/

 

Alerta da PJ para crimes de extorsão cometidos através da Internet

Março 11, 2015 às 2:21 pm | Publicado em A criança na comunicação social | Deixe um comentário
Etiquetas: , , , , ,

texto do site da Polícia Judiciária de 6 de março de 2015.

Direção Nacional da Polícia Judiciária, 06 de março de 2015

Alerta para crimes de extorsão cometidos através da Internet

A Polícia Judiciária, na sequência de um número muito elevado de queixas apresentadas, alerta a comunidade para os cuidados acrescidos que devem ter nas conversações através de sistemas informáticos com a utilização de imagem. Nos últimos tempos, em crescendo, têm sido desenvolvidas investigações que parecem indiciar estar em curso uma massiva forma de extorsão cometida pela Internet, junto de utilizadores das redes sociais.

Pessoas aparentemente sedeadas no estrangeiro, sob a capa de uma jovem atraente, estabelecem amizade virtual com indivíduos nas suas contas sociais, como o Facebook.

Habilidosamente, após terem recolhido os elementos que identificam a vítima na rede social e os seus “amigos”, a suposta jovem consegue que entrem em contacto direto através de um canal de conversação com vídeo, como o Skype, conduzindo o diálogo de maneira a conseguir imagens que causam grande constrangimento social.

A partir do momento em que estão na posse das referidas imagens, imediatamente informam desse facto, dando-as a ver, assim como da circunstância de serem conhecedores da sua identidade social e do seu círculo de amigos, exigindo, então, a transferência de valores elevados para beneficiários residentes fora de Portugal, sob a ameaça de, não o fazendo, divulgarem publicamente essas imagens.

As exigências de transferência de dinheiro vão sendo mantidas, mesmo nas situações em que as vitimas cederam à chantagem, acabando por serem divulgadas as imagens nas redes sociais, sob o pretexto de que a pessoa ali visível é um pedófilo que, daquela forma, assediou crianças.

Tais factos são altamente lesivos da honra das vítimas e, além do prejuízo patrimonial, causam naturais constrangimentos nas suas relações sociais.

 

 

Superavós. Criaram os filhos e agora educam os netos

Março 11, 2015 às 2:00 pm | Publicado em Uncategorized | Deixe um comentário
Etiquetas: ,

Notícia do i de 4 de março de 2015.

António Pedro Santos

Por Bárbara Marinho

Os avós já não substituem as creches no entanto continuam a ter um papel fundamental na vida dos netos e no apoio que prestam aos filhos

Os avós portugueses são entre os europeus os que mais tempo passam com os netos. Seja porque a crise se intrometeu na vida familiar ou porque os pais estão ocupados com o trabalho, o certo é que esta nova geração de avós tem um papel muito mais activo no crescimento dos netos, avisa o pediatra José Guimarães. É o caso de Leonor, agora com cinco anos. Passava os dias “e até as noites” com a avó Ilda desde os três meses, mas ao completar três anos foi para a pré-escola. “Deixou-me muita pena”, lamenta a avó Ilda, de 79 anos, recordando como passavam os dias a contar histórias e cantar-lhe muitas canções porque não queria que a neta fosse uma criança infeliz por conviver com uma velhota.

“A minha neta é como uma filha para mim, usufruo mais dela e acompanho todos os seus passos”, conta Ilda. O tempo que lhe sobra é o tempo que falta à mãe de Leonor por estar a trabalhar. É a avó portanto que ainda hoje vai todos os dias buscar a neta ao colégio, que está próximo da sua casa.

O recurso aos avós para cuidar das crianças a tempo inteiro tem muitas vezes razões económicas, mas não só. O estudo do “Fórum da Criança”, recentemente  divulgado, revela que dois em cada três avós dizem estar com os netos em casa durante o dia ou depois das aulas, assumindo um “papel primordial” na gestão do dia-a-dia das famílias, estando presentes nas rotinas diárias dos netos.

A importância dos avós é cada vez mais perceptível, conta o pediatra José Guimarães. E essa presença até se nota quando vê que são os avós que agora acompanham as crianças nas consultas. A crise tem tido um “impacto terrível “ no apoio financeiro: “Com as elevadas taxas de desemprego e com o aumento de emigração, os pais têm menos possibilidades de ajudar.” Apesar do convívio intergeracional ser fundamental, o especialista avisa que os avós devem ter apenas um papel “interventivo” sendo que os pais é que devem educar.

Será quase impossível pedir aos avós para não assumirem também o papel de educadores. Ilda Colaço é uma das principais figuras na vida da neta, mas ressalva que não se limita a fazer-lhe só as vontades: “É “é preciso educar sendo que quando digo não, explico-lhe sempre o porquê”.

E não é só um dos lados deste elo que sai a ganhar, admite a avó: “A Leonor é muito mais útil a mim do que eu a ela pois ajuda imenso, faz-me sentir feliz preenchendo-me, de outra forma, a minha vida seria muito mais parada e não teria muito para fazer”. Se há diferenças entra ela e a avó dela, Ilda não sabe explicar porque nem os chegou a conhecer, mas não duvida que esta nova geração de avós é muito diferente da anterior.

Se Ilda tem neste momento uma única neta para cuidar, a avó Antonieta TEVE sete e sabe que a proximidade que há hoje com os netos não é a mesma de antigamente: “Não existia essa intimidade nem passávamos tanto tempo com eles.”

Antonieta educou quase todos os seus sete netos pois o trabalho dos seus filhos não permitia que passassem mais tempo com as crianças. A maioria dos netos esteve com a avó até aos três anos e depois entraram para o infantário, por conselho do pediatra. Os netos foram crescendo, mas mesmo os mais velhos continuam a visitar a avó e a passar tempo com ela.

“Temos o mesmo amor de filho igual ao amor de netos mas com ainda mais responsabilidade por não serem nossos”, explica Antonieta, concluindo que “não se pode fazer todas as vontades às crianças: “Dou muitos mimos mas não ao ponto de estragá-los”.

E avós há muitos e para todos os gostos, dependendo de vários factores – idade, situação profissional, distância geográfica, entre muitos outros. A socióloga Maria Filomena Mónica diz até que “a ideia de estão a educar mais os netos hoje do que antigamente, é uma visão anacrónica pois as avós sempre educaram, uma vez que ficavam em casa”, explica.

E que peso têm os avós na personalidade dos mais novos? Depende sempre do tipo de avós, responde a socióloga.  “Se a avó é desleixada e passa a vida no cabeleireiro, não dará um bom exemplo para a neta mas, se por outro lado, for um bom modelo vai influenciar positivamente a neta”, refere. Maria Filomena Mónica explica ainda que “a educação dos filhos continua a estar muito mais associada à mãe do que ao pai sendo que as mães abdicam muito mais da carreira do que os pais.

 

 

Atividades de Páscoa para crianças e jovens promovidas pela Casa da Juventude de Odivelas

Março 11, 2015 às 1:19 pm | Publicado em Divulgação | Deixe um comentário
Etiquetas: , , , , , ,

 

odivelas

Inscrições de 6 a 18 de Março

mais informações:

https://www.facebook.com/Casajuventudeodivelas?fref=photo

Palestra Como escolher livros para crianças?

Março 11, 2015 às 12:00 pm | Publicado em Divulgação | Deixe um comentário
Etiquetas: , , ,

936290_540024586040251_1849011082_n

Palestra: Como escolher livros para crianças? | Quarta-feira, 18 Março 2015 | 17h às 20h | Local: Parque das Nações em Lisboa | Inscrições e informações: http://www.g-c.pt/evento.php?id=117

 

 

Conferência Europeia ARPI : Actividades de Risco e Pedagogia Institucional – 17 de Março Biblioteca Municipal Palmela

Março 11, 2015 às 10:00 am | Publicado em Divulgação | Deixe um comentário
Etiquetas: , , ,

equil

confirmação de presença no evento através do mail questao.equilibrio@gmail.com    para contactos adicionais utilize 918203017/265522332.

programa

ARPI Newsletter Março 2015

mais informações no site:

http://www.arpiproject.org/

http://www.questaodeequilibrio.org/

 

Education and training monitor 2014 Portugal

Março 11, 2015 às 6:00 am | Publicado em Relatório | Deixe um comentário
Etiquetas: , , , , , , , ,

educat

descarregar o documento geral no link:

http://ec.europa.eu/education/tools/et-monitor_en.htm

Portugal

http://ec.europa.eu/education/tools/docs/2014/monitor2014-pt_en.pdf

Portugal has achieved the strongest improvement in early school leaving of all EU countries since 2009. However the main challenge is to continue improving the effectiveness of its education system — in terms of attainment levels, organisation and graduate employability — whilst constrained by the need for fiscal consolidation. Recent reforms whose effective implementation needs to be monitored aim at improving the quality of both general education and vocational education and training, and, in particular, to reduce the rates of early school leaving and poor performance amongst students. Portugal’s tertiary education attainment rate is improving, but this has failed to increase the employment rate amongst young people proportionally. Moreover, adult participation in lifelong learning has been falling, and there is also an urgent need to identify, adapt and adopt practices which will help tackle the mismatch between the skills offered by the workforce and those demanded by the labour market.

The 2014 European Semester country-specific recommendation (CSR 4) on education and training focused on:

(i) improving the quality and labour-market relevance of the education system in order to reduce early school leaving and address low educational performance rates;

(ii) ensuring efficient public expenditure in education;

(iii) reducing skills mismatches, including by increasing the quality and attractiveness of vocational education and training and fostering co-operation with the business sector;

(iv) enhancing cooperation between public research and business and fostering knowledge transfer.1


Entries e comentários feeds.