Índia: Polícia encontra mais de 200 crianças escravizadas em oficina

Fevereiro 2, 2015 às 1:00 pm | Publicado em A criança na comunicação social | Deixe um comentário
Etiquetas: , ,

Notícia do Diário Digital de 24 de janeiro de 2015.

trafico-criancas251411

Mais de 200 crianças, algumas com apenas 6 anos, foram encontradas hoje pela polícia numa oficina em Hyderabad, no sul da Índia, que deteve 10 pessoas por exploração dos menores, informaram os meios de comunicação locais.

Os trabalhadores infantis foram encontrados durante uma rusga na qual cerca de 500 agentes procuravam delinquentes e encontraram as crianças na zona de Bhavani Nagar, declarou ao canal de televisão NDTV um porta-voz policial, Shakar Narayan.

A polícia deteve 10 pessoas que supostamente tinham pago aos pais dos menores cerca de 20 mil rúpias (cerca de 288 euros) para que os seus filhos viessem desde os estados nortenhos de Uttar Pradesh e Bihar para trabalhar em Hyderabad, capital partilhada de Andra Pradesh e Telangana.

As crianças, de famílias pobres, trabalham na elaboração de pulseiras, objectos de couro e outros produtos em condições insalubres, alguns com ferimentos sem tratamento, segundo as imagens mostradas pela televisão.

Com cerca de 50 milhões de crianças trabalhadoras, a Índia é o país do mundo com maior incidência de emprego infantil, um número que se reduziu em 10 milhões durante os últimos anos, segundo a ONG Bachpan Bachao Andolan (Movimento para Salvar a Infância).

O governo indiano afirma que a queda foi ainda maior, ao passar dos 12 milhões de menores explorados que de acordo com seus dados o país registava em 2004, para cinco milhões na actualidade.

O fundador desta organização, Kailash Satyarthi, recebeu o prémio Nobel da Paz de 2014 partilhado com a menina paquistanesa Malala Yousafzai, conhecida universalmente pela sua luta a favor da educação da mulher.

 

 

TrackBack URI


Entries e comentários feeds.

%d bloggers like this: