Creche do Centro Social de S. Victor promove programa inovador de educação parental

Janeiro 21, 2015 às 8:00 pm | Publicado em A criança na comunicação social | Deixe um comentário
Etiquetas: , ,

notícia do Diário do Minho de 12 de janeiro de 2015.

clicar na imagem

creche

O Feiticeiro das Estórias – Oficina do Conto na Biblioteca Municipal Gustavo Pinto Lopes (Torres Novas)

Janeiro 21, 2015 às 5:00 pm | Publicado em Divulgação | Deixe um comentário
Etiquetas: , ,

feiticeiro

24-01-2015 11:00 – 12:00

Local

BMGPL, Oficina do Conto – Jardim das Rosas, 2350 Torres Novas, Portugal

Telefone

249 810 310

E-mail

biblioteca@cm-torresnovas.pt

Lendas e fábulas remisturadas e recontadas pelo mago dos feitiços e das brincadeiras de bom gosto

“Os jovens e as plataformas móveis”: sessão de esclarecimento em Paços de Ferreira

Janeiro 21, 2015 às 12:21 pm | Publicado em Divulgação | Deixe um comentário
Etiquetas: , , ,

885961_10153056613104603_2186878633420268649_o

App desenvolver a linguagem e leitura nas crianças com Perturbações do Desenvolvimento

Janeiro 21, 2015 às 12:00 pm | Publicado em A criança na comunicação social | Deixe um comentário
Etiquetas: , , , , , , , , ,

texto do site http://aprendercomosdedos.com  de 7 de janeiro de 2014.

app

special

SPECIAL WORDS

“Palavras especiais” é uma app educativa concebida a pensar nas necessidades educativas específicas das crianças com Trissomia 21, ou crianças com outras Perturbações do Desenvolvimento caracterizadas por um bom processamento visual (crianças com outras com Défice Cognitivo, com Perturbações do Espectro do Autismo…). Está disponível para iPad e Android.

 

 

 

 

 

  • Objetivo: estimular a compreensão e expressão linguística, aprender a ler com uma metodologia de ensino global (visual) 
  • Idade: a partir dos 2,5 anos
  • Idioma: disponível em várias línguas, incluindo português com sotaque brasileiro, mas pode ser todo personalizado (áudio e imagens).
  • Preço: 12,99€
  • Disponível: na app store e play google

Descrição:

A app oferece 4 jogos de emparelhamento de imagens e palavras com dificuldade crescente:

1º fazer corresponder imagens iguais;

2º corresponder palavras iguais, sem apoio da imagem;

3º corresponder a palavra à sua imagem;

4º emparelhar uma imagem à sua legenda.

Como jogar

A app “special words”, é uma versão interativa de lotos de palavras, jogos de emparelhamento de cartões legendados.

A criança terá que arrastar o cartão apresentado ao centro do ecrã até ao seu correspondente, disposto num dos quatro cantos.

Se acertar o cartão vira e reforça o sucesso, dependendo do nível, surge a palavra escrita ou a sua imagem correspondente, se errar o cartão volta ao centro.

Por exemplo, no primeiro nível, o adulto pode começar por nomear a imagem (certificando-se que mantém o contacto ocular com a criança), realizar o seu gesto, e de seguida solicitar à criança que descubra onde está o seu igual.

Ex: “olha é uma banana, ba-na-na, (gesto da banana), onde está a banana igual? Vamos colocar a banana em cima da banana igual”

Também pode perguntar à criança, o nome do objeto, qual a sua função (para que serve).

Ex: “o que é isto? Como se chama? É uma … banana”.

A criança pode responder tentando verbalizar o nome ou através do gesto.

mac

 

Esta app foi concebida para iPhone, iPad e iPod touch

ir para a loja 

 

play

e para dispositivos Android

ir para loja

 

Personalizar o jogo

Apesar de oferecer um leque muito variado de imagens, objetos da vida quotidiana (bola, sapato, colher, escova, copo, sumo) animais, ações, adjetivos, a grande vantagem deste jogo é poder ser todo ele personalizável consoante as necessidades e interesses particulares de cada criança.

É possível adicionar suas próprias palavras, imagens e áudio, e facilmente sincronizar perfis de jogo entre outros dispositivos móveis.

Sempre que possível utilize imagens reais, relacionadas com o dia-a-dia da criança, fotografias dos elementos da família, objetos utilizados nas suas rotinas diárias.

Tentar evitar utilizar desenhos (mais difícil de generalizar conceitos). Comece por criar uma pequena lista de palavras, que sejam interessantes, significativas e necessárias para comunicar.

Ex: nomes de familiares (mãe, pai, manos, avós, tios), comida (sopa, pão, bolacha, iogurte), bebidas (água, leite), brinquedos (urso, boneca, carro), objetos (cama, cadeira, escova, colher, prato, copo, chaves), transportes (carro, comboio), animais (cão, gato, pato, cavalo, galo, vaca, porco, ovelha).

Progressivamente vá introduzindo novas palavras e numa fase posterior as ações. Quando personalizar as palavras, tenha também o cuidado de acrescentar o artigo (em vez de banana, colocar “a banana”) e de manter a letra de imprensa minúscula.

Quando estiver a gravar o som, pode nomear a palavra e de seguida, repetir de forma silabada (a banana… ba-na-na); no caso dos animais e transportes poderá gravar também o som que fazem (a vaca… va-ca … muuuuu).

As palavras trabalhadas devem ser reforçadas frequentemente nos ambientes naturais da criança, e devem ser incluídas em frases funcionais ilustradas. Para esse efeito o programador desta app, desenvolveu outra com esse fim Special stories.

special-stories

Disponível na app store(ipad) e play google (android)

Pré-requisitos do jogo

Para jogar a criança já terá de ter adquirido um conjunto de competências prévias. Identificar objetos  em cartões legendados, terá de dar e apontar a pedido.

Saber mais

Esta app, utiliza uma metodologia de ensino que privilegia o processamento visual de informação, fomenta o desenvolvimento da linguagem enquanto ensina as crianças a ler, a reconhecer globalmente palavras escritas. Para saber mais sobre esta estratégia de ensino, pode consultar aqui o programa PALAF “aprender a ler para aprender a falar” desenhado por Luísa Cotrim e Teresa Condeço, psicólogas educacionais.

 

 

Falar com o bebé ajuda-o a fazer amigos

Janeiro 21, 2015 às 10:00 am | Publicado em Estudos sobre a Criança | Deixe um comentário
Etiquetas: , , , , , , , , , , ,

Notícia da Pais & Filhos de 14 de janeiro de 2015.

o estudo citado na notícia é o seguinte:

Listen up! Speech is for thinking during infancy

Mother and Baby kissing and hugging. Happy Family

A importância de falar com os bebés desde o nascimento foi recentemente confirmada por investigadores norte-americanos, os quais garantem que quanto mais habituadas as crianças estiverem a ouvir conversas – mesmo que inicialmente não consigam responder – melhores ferramentas sociais possuíram quando forem expostas ao mundo para além da família. Ou seja, farão amigos mais facilmente e também serão capazes de distinguir melhor quem realmente gosta delas.

Os cientistas das universidades de Illinois e de Nova Iorque acreditam que os bebés não só adquirem um vocabulário mais rico, como “ficam apetrechados com capacidades psicológicas, cognitivas e sociais que formam a base do seu processo de aprendizagem”, tal como afirma Athena Vouloumanos, autora principal do artigo publicado no jornal científico “Trends in Cognitive Sciences”. Isto porque a atenção dada a quem fala com elas é também, e em paralelo, usada para as crianças reconhecerem os pormenores e situações que formam o seu mundo.

 

 

 

 

Pais falam com os filhos sobre como os bebés são feitos – Vídeo

Janeiro 21, 2015 às 6:00 am | Publicado em Vídeos | Deixe um comentário
Etiquetas: , , , ,

texto do site  http://www.brainpickings.org  de 12 de janeiro de 2015.

Parents Talk to Their Kids About How Babies Are Made

by Maria Popova

Impossibly charming revelations about the biological realities behind the birds and the bees.

Children’s tendency to ask questions so simple as to border on the philosophical is among their most endearing qualities — except when it comes to the question every parent dreads: “Where do babies come from?” Last year, artist and author Sophie Blackall addressed it with great elegance and charm in The Baby Tree, one of the year’s best children’s books. Now comes this absolutely disarming micro-documentary of parents telling their kids about the biological realities and scientific facts behind the “poetic truth” of the birds and the bees:

 


Entries e comentários feeds.