Inocência perdida: fotógrafo registra campo secreto de treinamentos para crianças e adolescentes na Crimeia

Agosto 27, 2014 às 6:00 am | Publicado em A criança na comunicação social | Deixe um comentário
Etiquetas: , , , ,

Notícia do site http://noticias.r7.com de 9 de junho de 2014.

Recrutas têm de 7 a 16 anos, quase todos filhos de militares da etnia cossaca

Com quase dois milhões de habitantes, a Crimeia é uma região pouco maior que o Estado do Sergipe e se tornou pivô de uma crise internacional quando a população local escolheu fazer parte da Rússia, deixando de ser parte do território ucraniano. A região tem muitos russos, e alguns deles se preparam continuamente para eventuais conflitos militares. Incrustado nas florestas de Eski-Kermen, uma fortaleza medieval construída pelo Império Bizantino nos limites da Crimeia, está um campo de treino militar para crianças e adolescentes comandado por cossacos — todos pró-Rússia

Foto: Reprodução/Maxim Dondyuk

mais fotos aqui

Reprodução Maxim Dondyuk

Reprodução/Maxim Dondyuk

Reprodução Maxim Dondyuk2

Reprodução/Maxim Dondyuk

 

South Sudan: Children are dying now

Agosto 26, 2014 às 8:00 pm | Publicado em Campanhas em Defesa dos Direitos da Criança | Deixe um comentário
Etiquetas: , , , , , , ,

mais informações:

http://www.supportunicef.org/site/c.dvKUI9OWInJ6H/b.7549291/k.BDF0/Home.htm

Nearly 1 million children under age 5 in South Sudan will require treatment for acute malnutrition in 2014, and without immediate intervention, it is estimated that 50,000 children could die from malnutrition by the end of the year. Further, one in every three people in the country faces dangerous levels of food insecurity, with many not knowing when and how they will secure their next meal.

Resurgent conflict has raised pre-existent emergency levels of undernutrition among children to grave heights, and famine now looms. If more is not done, we are in danger of witnessing a repetition of the crises that emerged in Somalia and the Horn of Africa three years ago, when early warnings of extreme hunger and escalating malnutrition went largely unheeded until official famine levels were announced. South Sudan’s children are already dying. They cannot wait for such an announcement.

To learn more about the nutrition situation in South Sudan, read: http://www.unicef.org/media/media_74581.html

 

Child Poverty and Material Deprivation in the European Union during the Great Recession

Agosto 26, 2014 às 12:00 pm | Publicado em Estudos sobre a Criança | Deixe um comentário
Etiquetas: , , , , , , ,

child

descarregar o documento aqui

The 2008 financial crisis triggered the first contraction of the world economy in the post-war era. This paper investigates the effect of the economic crisis on child poverty and material deprivation across the EU-28 plus Iceland, Norway and Switzerland. First, it examines if children were affected by the crisis to a greater extent than the population as a whole. Second, it analyses inequities among households with children and the degree to which those in workless households, migrant households, lone parent families and large families were at a greater risk of poverty and deprivation. Finally, it studies the extent to which social safety nets may have softened the negative impact of the economic crisis.

UN tells Ireland to ban smacking children

Agosto 26, 2014 às 6:00 am | Publicado em Relatório | Deixe um comentário
Etiquetas: , , , , , ,

Notícia do site http://www.thejournal.ie de 25 de julho de 2014.

O documento da United Nations Human Rights Committee citado na notícia é o seguinte:

Concluding observations on the fourth periodic report of Ireland CCPR/C/IRL/CO/4

 

Shutterstock

They say that the State should focus on promoting non-violent forms of discipline.

THE UN HAS told Ireland to ban smacking children.

The international body’s Human Rights Committee yesterday released a hard-hitting, eight-page document of “concluding observations” which also criticise Ireland’s handling of the symphysiotomy controversy and lack of progress investigating the institutional abuse of women and children in mother-and-baby homes as well as abortion.

In their recommendations on children, the UNHRC says:

“The State party should take appropriate steps, including the adoption of suitable legislation, to put an end to corporal punishment in all settings.

It should encourage non-violent forms of discipline as alternatives to corporal punishment, and conduct public information campaigns to raise awareness about its harmful effects.

The recommendations have been welcomed by the Children’s Rights Alliance, who have long called for an outright ban on smacking.

“The UN Human Rights Committee has called on Ireland to ban hitting children in all settings,” said Tanya Ward of the Children’s Rights Alliance.

“A ban would change attitudes and reduce abuse levels overall. It’s about time that we took action to protect children from all forms of violence. The Committee also called on the Government to encourage non-violent forms of discipline and to conduct information campaigns to raise awareness about its harmful effects.

“Once again, the committee has criticised the lack of access to secular education in Ireland for children of minority faith or non-faith families. They recommend that the Government legislate against discrimination in access to schools on the grounds of religion or belief and increase the number of diverse schools and curriculum.”

 

 

 

Workshop Bullying e Ciberbullying: formas de violência entre os jovens

Agosto 26, 2014 às 6:00 am | Publicado em Divulgação | Deixe um comentário
Etiquetas: , , ,

work

Lisboa: 4 de Outubro

O bullying e o ciberbullying são fenónomenos que fazem parte de uma problemática bastante conhecida, mas na realidade nem sempre reconhecida. Sendo o primeiro um fenómeno ancestral e o segundo muito recente, apenas nos últimos anos se compreendem os efeitos nefastos a curto e médio prazo. As vítimas tendem a exibir um auto-conceito desfavorável, baixa auto-estim, problemas de saúde físicos (sintomas psicossomáticos) e de saúde mental (sintomas depressivos, insegurança e ansiedade). Os agressores, frequentemente desenvolvem esquemas de interacção social desajustados e comportamentos de delinquência e criminalidade mais séria. O reconhecimento do problema e da capacitação de Pais, técnicos e profissionais da educação motivados é a chave para a sua resolução.

mais informações no site da Red Apple

http://www.red-apple.pt/index.php/-workshops/257-bullying

 

 

Ensine a Regra “Aqui ninguém Toca” aos seus Filhos – Campanha “UMA em CINCO” do Conselho da Europa

Agosto 25, 2014 às 8:00 pm | Publicado em Divulgação | Deixe um comentário
Etiquetas: , , ,

regra

descarregar os materiais da campanha em português aqui

ONE in FIVE  The Council of Europe Campaign to stop sexual violence against children

toca

4 dicas para configurar a conta de Facebook do seu filho

Agosto 25, 2014 às 12:00 pm | Publicado em Divulgação | Deixe um comentário
Etiquetas: , , ,

texto do site http://trendy.pt de 4 de agosto de 2014.

trendy.pt

Durante as férias, as crianças ficam mais tempo em casa e, além dos jogos de computador e da TV, a Internet também passa a ser um forte foco de entretenimento. As redes sociais, e o Facebook em especial, são usadas durante várias horas para falar com os amigos.

Esta utilização intensiva das redes sociais pode expor a criança a alguns perigos, como a visualização de conteúdos inapropriados ou o contacto com pessoas indesejáveis. Para prevenir que isto aconteça, siga estas três dicas para configurar a conta dos seus filhos para que estes perigos sejam reduzidos.

Após a conclusão deste passo a passo, é importante conversar com os seus filhos sobre segurança na Internet. O ideal é promover conservas sobre segurança e tecnologia (tal como se faz sobre segurança em casa, na rua ou no carro) e configurar o Facebook em em conjunto com os seus filhos, explicando ao mesmo tempo os motivos porque o faz.

Dica Facebook #1 Pode parecer óbvio, mas os pais podem e devem ajudar os filhos a serem selectivos no que toca à informação que publicam nos seus perfis. Além disso, podem consultar na sua conta o menu ‘Actualizar Informação’ e editar a informação básica, como os contactos, o trabalho, a educação e os interesses, certificando-se de que as definições de privacidade incluem sempre apenas os ‘Amigos’ em vez de ‘Público’. Outro aspecto importante: não deve deixar visível qualquer informação pessoal como o e-mail, a morada e o telefone.

Dica Facebook #2 Configure as ‘Definições e Ferramentas de Privacidade’: clique no botão mais à direita do ecrã, no topo, (junto ao local onde se clica para fazer logout) e escolha ‘Definições’. Depois, à esquerda, seleccione ‘Privacidade’. Nesta área é possível configurar a privacidade das fotografias publicadas e das actualizações, bem como controlar se a conta aparece em pesquisas públicas.

Dica Facebook #3 Outro aspecto igualmente importante é garantir que os seus filhos têm as Notificações de Acesso e as Aprovações de Acesso pré-definidas (na página das ‘Definições’, clicando em ‘Segurança’). Através das Notificações de Acesso o Facebook envia um alerta sempre que alguém faz login na conta a partir de um novo dispositivo; já as Aprovações de Acesso funcionam como as Notificações de Acesso mas tratam-se de uma medida extra: ao activarmos estas notificações é-nos pedido para introduzir um código sempre que fizermos login a partir de um novo computador, telemóvel ou tablet. Após fazermos o login, teremos a opção de dar um nome ao dispositivo em questão e associá-lo à nossa conta.

Ricardo Durand

 

 

 

IAC apoia Campanha Nacional de Recolha de Material Escolar para Crianças Carenciadas

Agosto 25, 2014 às 10:33 am | Publicado em Campanhas em Defesa dos Direitos da Criabnça, Divulgação | Deixe um comentário
Etiquetas: , , , , , , ,

Imagem1

Press Release

Campanha Nacional de Recolha de Material Escolar para Crianças Carenciadas

6 e 7 Setembro 2014
Lojas aderentes do Continente

A Karingabna wa Karingana vai organizar uma Campanha Nacional de Recolha de Material Escolar para crianças de famílias com dificuldades. O material angariado será distribuído por todo o país pelos voluntários organizados pela Cáritas.

Pediram-me com todo o empenho para ser a Embaixadora da Campanha, que é tão oportuna neste início de ano escolar, em que tantas crianças e tantas famílias com dificuldades têm tantos problemas em adquirir material escolar, que ajude essas crianças a irem para a escola com o sentimento de alegria, de descoberta do mundo, de encontrar novos amigos e fazer fraternidade. Porque entendemos que a escola deve ser um lugar feliz para todas as Crianças.

O Instituto de Apoio à Criança há mais de 30 anos a defender todos os Direitos da Criança (direito à saúde, à educação, a não ser maltratada, ao afeto, etc.) e trabalhando sempre em parceria com outras instituições não poderia deixar de apoiar este Projeto.

O Projecto será apresentado na Conferência de Imprensa a realizar no próximo dia 26 de Agosto, pelas 17H, no espaço Continente, no Centro Colombo, Lisboa, que contará com as presenças de Nádia Reis, Directora das Relações Públicas da SONAE,Tiago Bastos, Presidente da Karingana wa Karingan, Pe. José Manuel Pereira de Almeida, Assistente Eclesiástico da Cáritas Portuguesa e eu própria.

Pedindo todo o vosso apoio para a divulgação desta Campanha, contamos com a sua presença.

Com estima,
Manuela Ramalho Eanes
Presidente do Instituto de Apoio à Criança

Lisboa, 22.08.14

Especialista apela a mais formação sobre dislexia nas crianças

Agosto 24, 2014 às 1:00 pm | Publicado em A criança na comunicação social | Deixe um comentário
Etiquetas: , , , ,

Notícia do Açoriano Oriental de 7 de agosto de 2014.

clicar na imagem

açores

The First Children’s Picture Book, 1658′s Orbis Sensualium Pictus

Agosto 23, 2014 às 1:00 pm | Publicado em Livros | Deixe um comentário
Etiquetas: , , ,

texto do site http://www.openculture.com de 22 de maio de 2014.

book

 

I’ve heard a fair few new parents agonizing about what children’s books to admit into the family canon. Many of the same names keep coming up: 1947′s Goodnight Moon, 1969′s The Very Hungry Caterpillar, 1977′s Everyone Poops — classics, all. Oddly, I’ve never heard any of them mention the earliest known children’s book, 1658′s Orbis Sensualium Pictus, or The World of Things Obvious to the Senses Drawn in Pictures. “With its 150 pictures showing everyday activities like brewing beer, tending gardens, and slaughtering animals,” writes Charles McNamara at The Public Domain review, the Orbis looks “immediately familiar as an ancestor of today’s children’s literature. This approach centered on the visual was a breakthrough in education for the young. [ … ] Unlike treatises on education and grammatical handbooks, it is aimed directly at the young and attempts to engage on their level.” In other words, its author, Czech-born school reformer John Comenius, accomplishes that still-rare feat of writing not down to children, but straight at them — albeit in Latin.

EarliestChildrensBook

The Orbis holds not just the status of the first children’s book, but the first megahit in children’s publishing, receiving translations in a great many languages and becoming the most popular elementary textbook in Europe. It opens with a sentence that, in McNamara’s words, “would seem peculiar in today’s children’s books: ‘Come, boy, learn to be wise.’ We see above a teacher and student in dialogue, the former holding up his finger and sporting a cane and large hat, the latter listening in an emotional state somewhere between awe and anxiety. The student asks, ‘What doth this mean, to be wise?’ His teacher answers, ‘To understand rightly, to do rightly, and to speak out rightly all that are necessary.’” This leads into something like “an early version of ‘Old MacDonald Had a Farm,’” lessons on “the philosophical and the invisible,” “thirty-five chapters on theology, elements, plants, and animals,” and finally, an “extensive discussion” of religion which ends with “an admonition not to go out into the world at all.” After reading the Orbis, embedded in full at the top of this post, you can judge for yourself whether it belongs on the shelf. Perhaps you could file it alongside Richard Scarry’s Busytown books?

orbitus image

via The Public Domain Review

visualizar o livro aqui

 

 

 

« Página anteriorPágina seguinte »


Entries e comentários feeds.