Pai envolve-se mais rapidamente com o recém-nascido do que a mãe

Julho 12, 2014 às 4:00 pm | Publicado em Livros | Deixe um comentário
Etiquetas: , , , , , , , , , ,

Notícia do site Universia de 8 de julho de 2014.

Bárbara Figueiredo2

Um estudo da Escola de Psicologia da Universidade do Minho revela que os pais envolvem-se mais rapidamente com os recém-nascidos do que as mães.

Um estudo da Escola de Psicologia da Universidade do Minho  revela que os pais envolvem-se mais rapidamente com os recém-nascidos do que as mães.“A reação de amor imediato é, de facto, mais comum nos homens do que nas mulheres. Talvez devido ao facto de eles não passarem fisicamente pelo parto. A dor sentida durante este processo interfere no estado emocional da mãe após o parto, bem como na sua disponibilidade para se ligar afetivamente ao bebé”, explica Bárbara Figueiredo, que investiga há mais de uma década o envolvimento emocional dos pais com o recém-nascido. O trabalho contou com a participação de mil progenitores.

Ao contrário do que dizem as crenças populares, o envolvimento e a paixão de uma mãe pelo filho nem sempre são instantâneos. “Enquanto para algumas é imediato, para outras nem tanto. Temos fortes indicações para pensar que a ligação efetiva da mãe ao bebé se faz de um modo relativamente gradual”, desmitifica Bárbara Figueiredo. “Trata-se de um processo de adaptação mútuo que pode ser complicado ou facilitado dependendo de várias fatores como o desenrolar da gravidez e do parto”, destaca a autora de “Mães e Pais – Envolvimento Emocional com o Bebé”, uma obra recentemente publicada pela editora Psiquilíbrios que desconstrói alguns dos mitos mais associados à maternidade.

A intensidade da dor durante o trabalho de parto e logo a seguir é um dos fatores mais determinantes para o envolvimento emocional inicial. Quanto maiores são os níveis de dor, menor é o vínculo estabelecido ao 3º e 5º dias, contextualiza a professora universitária. A analgesia epidural surge, assim, como “uma ótima notícia”, “sobretudo hoje em que os níveis de analgesia já não adormecem o bebé, que nasce com a mesma vitalidade e com uma mãe muito mais disponível para ele”.

Doutorada em Psicologia Clínica pela UMinho, Bárbara Figueiredo é professora nesta instituição há 22 anos, tendo coordenado inúmeros projetos financiados pela Fundação para a Ciência e a Tecnologia, Fundação Calouste Gulbenkian e Fundação Bial. É responsável pela Unidade de Estudos da Família e Intervenção do Centro de Investigação em Psicologia e membro do Serviço de Psicologia da UMinho. Tem mais de duas centenas de publicações a nível nacional e internacional, dedicando-se particularmente à investigação e intervenção no domínio da gravidez e parentalidade.

Fonte: Universidade do Minho

 

Mães e Pais  : Envolvimento emocional com o bebé

 

 

Especial férias de verão 2014 – Roteiro de atividades para crianças, jovens e famílias

Julho 12, 2014 às 3:00 pm | Publicado em Divulgação | Deixe um comentário
Etiquetas: ,

Texto do site educare de 4 de julho de 2014.

educare

Andreia Lobo

De norte a sul, museus e centros de ciência abrem as portas para receber os mais novos. O EDUCARE.PT reuniu algumas das propostas pensadas especialmente para ocupar os tempos livres durante os meses de julho, agosto e setembro. Os fins de semana podem sempre ser aproveitados para visitar exposições, permanentes ou temporárias, ou participar nas atividades habituais que os serviços educativos oferecem ao longo de todo o ano. A lista de ofertas não está concluída e será atualizada à medida que formos recebendo mais informações. Por isso, se ainda não planeou as férias dos seus filhos, coloque este link nos seus “Favoritos” e volte a ler este artigo nos próximos dias.

NORTE

Centro Cultural Vila Flor – Guimarães De 14 a 18 de julho a oficina “Terra, Água, Ar, Fogo” leva as crianças a pôr as mãos no barro e a construir figuras que vão passar pelos quatro elementos: terra, água, ar, fogo em momentos específicos. Pela terra e água para moldar, o ar para secar e o fogo para cozer. Pelo meio, há uma noite especial à volta de algumas histórias. Informações: Av. D. Afonso Henriques, 701 I 4810-431 Guimarães, T. 253 424 700.

Centro Comunitário de Desporto e Tempos Livre – Guimarães

A Tempo Livre, em parceria com o Vitória Sport Clube organizam, de 7 de julho a 1 de agosto, as “Oficinas de Futebol” para crianças dos 6 aos 16 anos, que decorrem no Complexo Desportivo do Vitória Sport Clube das 9:00 às 18:00. No programa estão incluídas atividades de treino, tática e técnica de futebol, mas também palestras formativas e atividades aquáticas. A inscrição só é aceite mediante o pagamento. A ficha está disponível em www.tempolivre.pt

Informações: Multiusos de Guimarães, Alameda Cidade de Lisboa, Creixomil, 4835-037 Guimarães – T. 253 520 300. Preço: 45 euros, uma semana; 40 euros duas ou mais.

Museu de Serralves – Porto

O programa “Férias de Verão em Serralves” acontece nos meses de julho, agosto e setembro e dirige-se a crianças e jovens dos 4 aos 12 anos. As propostas vão desde oficinas de ciência, fotografia, artes plásticas, culinária até a aulas de equitação. Realizam-se entre as 9:30 e as 12:30 e entre as 14:00 e as 17:00, há ainda tempos antes (8:30) e depois (18:00) para o acolhimento dos participantes. O objetivo é motivar a curiosidade e a criatividade a partir do contato com a arte e a Natureza. O programa completo pode ser visto no site de Serralves http://www.serralves.pt/pt/educacao/criancas-e-familias/oficinas-nas-ferias-escolares/?actividades=Futuras&menu=350

Informações: Rua D. João de Castro, 210 – 4150-417 Porto – T. 22 615 65 79. Preços: uma oficina (cinco sessões) 50 euros por criança; cinco almoços fornecidos pela instituição, 40 euros.

Parque Biológico de Gaia – Vila Nova de Gaia

Os “Sábados no Parque” são uma das propostas para um dia em família, a começar já dia 5 de julho. Mas o Parque Biológico de Gaia preparou um programa especial de oficinas de verão para as férias que decorrem de 28 de julho a 1 de agosto, de 4 a 8, de 11 e 14, de 18 a 22 e de 25 a 29 de agosto. Descobrir a Natureza, alimentar os animais domésticos, construir abrigos para morcegos, perceber como se distinguem os machos das fêmeas das tartarugas são algumas das aventuras dirigidas às crianças dos 6 aos 14 anos. Estão sujeitas a inscrições. O programa pode ser consultado em www.parquebiologico.pt

Informações: Águas e Parque Biológico de Gaia, EEM 4430-681 Avintes – T.22 787 81 37/8; E.atendimento@parquebiologico.pt

Preço: 18 euros por dia inclui almoço, lanche e seguro.

CENTRO

Visionarium – Santa Maria da Feira

De 1 de julho a 5 de setembro, não faltam atividades para divertir os mais pequenos no Visionarium. Semear, plantar e colher legumes numa “Horta no Jardim”; passar uma agulha através de um balão sem o rebentar e perceber os “Truques da Ciência”, são apenas duas das cerca de 40 atividades que decorrem das 9:00 às 18:00 até 11 de julho. Depois desta data, as atividades acontecem nos seguintes períodos: 14 a 25 de julho; 28 de julho a 8 de agosto; 11 a 22 de agosto e 25 de agosto a 5 de setembro. O programa completo pode ser consultado em http://www.visionarium.pt/oficinas_verao2014.html

Informações: Centro de Ciência do Europarque – T. 256 370 634/07; E. lftavares@aeportugal.com

Preço: 12,50 euros a participação por um dia, 100 euros por duas semanas; 5 euros o almoço.

Fábrica Centro Ciência Viva – Aveiro

Cinco dias para explicar que a ciência é divertida. De 7 a 11 de julho, a Fábrica Centro Ciência Viva lança um desafio às crianças dos seis aos 12 anos para experimentarem e testarem as suas próprias experiências: cozinhar algas e pipocas com nitrogénio, ou com o Sol; utilizar microscópios e lupas para analisar células e cabelo. O programa pode ser consultado no endereço da Universidade de Aveiro http://uaonline.ua.pt/pub/detail.asp?lg=pt&c=38734

Os participantes são recebidos às 08h50 e as atividades decorrem das 9:00 às 17h45. As inscrições são feitas por telefone. Informações: Fábrica Centro Ciência Viva, Rua dos Santos Mártires – T. 234 427 053; E. fabrica.cienciaviva@ua.pt  Preço: 20 euros por dia, com seguro, almoço e lanche incluídos.

Museu de Santa Maria de Lamas – Santa Maria de Lamas

Até 31 de julho, o Museu de Santa Maria de Lamas promove a oficina “Damas, Cavaleiros e Cruzados de D. Sancho II”, onde as crianças são convidadas a usar a cortiça para criar instrumentos e joias de época. Aproveitando a celebração do Dia Mundial dos Avós a 26 de julho, há uma programação especial no museu, e até 25 de julho, uma outra atividade põe toda a família a criar presentes para os mais velhos. Estas atividades educativas requerem marcação prévia e realizam-se entre as 10:00 e as 12:00 e as 14:00 e as 16:30. Até 12 de setembro, as crianças e as famílias podem ainda visitar a exposição temporária “Arte Medieval no Museu”. Há visitas orientadas partindo da arte sacra e outros exemplares que fazem parte do espólio museológico, das 9:30 às 12:30 e das 14:00 às 17:30. Informações: Largo da Igreja, n.º 90, 4536-904 Santa Maria de Lamas – T. 227 44 74 68, E. geral@museudelamas.pt

Preço: Atividades educativas e visitas às exposições entre dois a três euros.

LISBOA E VALE DO TEJO

Museu Berardo – Lisboa

E se as férias servissem para dar a volta ao mundo numa obra de arte? Até 5 de setembro, o Museu Berardo convida as crianças dos 4 aos 13 anos a viajar por uma série de oficinas de desenho, pintura, escultura, vídeo, fotografia analógica e digital, animação e televisão. O programa completo está no endereço: http://pt.museuberardo.pt/educacao/atividades/f%C3%A9rias  Informações: Praça do Império, 1449-003 Lisboa – T. 21 361 28 78, E. museuberardo@museuberardo.pt  Preços: variam consoante as atividades.

ALGARVE

Centro de Ciência Viva de Tavira – Tavira

Todos os sábados deste mês, das 14:30 às 17:00, há atividades dirigidas às crianças dos 6 aos 12 anos. Experimentar como trabalha um químico, fazer sabão de azeite, construir bonecos com cabeleiras de erva verde ou carros de rolamentos são algumas das propostas para os dias 5, 12, 19 e 26 julho. A Praia do Barril acolhe uma série de atividades de geologia que se realizam todas as sextas-feiras, pelas 9:30. O programa completo para mais aventuras está em http://www.cienciaviva.com/veraocv/  Por fim, a pensar nas famílias, o Centro de Ciência Viva de Tavira apresenta dois espetáculos de ciência a 31 de julho e a 14 de agosto, pelas 21:00, na Praça da República. Informações: Convento do Carmo, 8800-311 Tavira Portugal – T. 281 32 62 31, E. geral@cvtavira.pt  Preço: 7 euros por criança; 18 euros por três atividades; 20 euros por quatro.

Ilustradores portugueses distinguidos pela 3×3

Julho 12, 2014 às 1:00 pm | Publicado em Divulgação | Deixe um comentário
Etiquetas: , ,

texto do http://blogtailors.com de 23 de junho de 2014.

blog tailors

A revista norte-americana 3×3, The Magazine of Contemporary Illustration distinguiu, no âmbito da 11.ª edição do Picture Book Show, vários ilustradores portugueses: Marta Monteiro, Sara Cunha, André da Loba, Ana Lúcia Pinto, André Carrilho, João Vaz de Carvalho, Gonçalo Viana, João Fazenda e André Letria, este último com duas medalhas de prata por ilustrações de A Maior Flor do Mundo e pela capa do livro Mar. Marta Monteiro arrecada uma menção honrosa no mesmo prémio. Via Fundação José Saramago (Facebook).

«Além de André Letria, a publicação distinguiu ainda outros ilustradores portugueses como André da Loba, Marta Monteiro (com uma medalha de mérito), Sara Cunha, Ana Lúcia Pinto, André Carrilho, João Vaz de Carvalho, Gonçalo Viana e João Fazenda, em categorias que vão do cartoon / banda desenhada à animação, passando pelo editorial, retratos e ilustração de livros para infância.» Ler no Notícias ao Minuto e no Diário Digital.

«A publicação premeia todos os anos com medalhas de ouro, prata e bronze os que considera os melhores ilustradores a nível internacional, e destacou o português pela capa do livro Mar e pela ilustração do livro A Maior Flor do Mundo, de José Saramago.» Ler n’ A Bola.

«A publicação 3×3 premeia anualmente, com um grande prémio, medalhas de ouro, prata e bronze, aqueles que considera os melhores ilustradores a nível internacional.» Ler no Correio da Manhã.

«O grande prémio deste ano foi atribuído ao norte-americano Jeremy Holmes.

O trabalho de todos os premiados deverá ser publicado na edição de inverno da revista.

No ano passado, a revista já distinguiu três ilustradores portugueses André Carrilho (medalha de ouro, nas categorias de cartoon/banda desenhada, animação, editorial e retratos), João Fazenda (medalha de bronze, na categoria “livros”) e André da Loba (medalha de ouro, na categoria “animação”).» Ler na RTP.

http://3x3mag.com/shows/professional-shows/prowinners

 

 

 


Entries e comentários feeds.