II Encontro do Pólo Distrital da Rede Construir Juntos

Maio 30, 2014 às 7:00 am | Publicado em Divulgação | Deixe um comentário
Etiquetas: , , , , , , , , ,

A Drª Ana Sotto-Mayor do Serviço Jurídico do instituto de Apoio à Criança, irá participar com a comunicação “Os Direitos das Crianças à luz da legislação atual –As Responsabilidades Parentais”. A Drª Isabel Porto e a Drª Paula Paçó do Projecto Rua do Instituto de Apoio à Criança irão participar com a comunicação “Ninguém constrói sozinho – o impacto do Trabalho em Rede”

polo

mais informações:

Centro de Apoio Familiar e Aconselhamento Parental (CAFAP)

Apartado 17, 7300-031 Portalegre

Telf: 245362373 ou 962115935

Email: cafap.portalegre@gmail.com

 

Study: The Number of Teens Reading for Fun Keeps Declining

Maio 30, 2014 às 6:00 am | Publicado em Estudos sobre a Criança | Deixe um comentário
Etiquetas: , , , ,

Notícia do site time.com de 12 de maio de 2014.

O estudo mencionado na notícia é o seguinte:

 Children, Teens, and Reading A Common Sense Media Research Brief

Charlotte Alter@charlottealter

New research released today from Common Sense Media finds that reading rates don’t just fall as kids grow up, but they’ve also dropped dramatically over the last three decades, with 45 percent of 17-year-olds admitting they read by choice only once or twice a year

A new study shows that kids read for fun less and less as they get older, with 45% of 17-year-olds saying they read by choice only once or twice a year.

Research released today from Common Sense Media shows that not only do reading rates decline as kids get older, but they’ve also dropped off significantly in the past 30 years. In 1984, 8% of 13-year-olds and 9% of 17-year-olds said they “never” or “hardly ever” read for pleasure. In 2014, that number had almost tripled, to 22% and 27%. Girls also tend to read more than boys, as 18% of boys say they read daily, while 30% of girls do.

Parents are also reading to their kids less than ever. In 1999, children ages 2 to 7 were read to for an average of 45 minutes per day. In 2013, that number had dropped to an average of just over 30 minutes per day. The researchers also found racial disparities: 75% of white children get read to every day, while only 66% of black children do and only 50% of Hispanic children. That disparity can translate into educational differences as well. In 2013, 46% of white fourth graders were reading proficient, while only 18% of black students and 20% of Hispanic students were reading at grade level. Those trends stayed roughly the same through eighth grade.

The decline in reading for fun is most easily explained by technological advances (i.e., kids would rather text than read), but education could have something to do with it as well. It’s no surprise that 53% of 9-year-olds read for fun every day, but only 19% of 17-year-olds do. Yes, the teenagers have more Instagrams to post, but they also have more homework to do.

But it’s impossible to ignore the prevalence of technology here: 45% of 17-year-olds say they only read once or twice a year, but in 1984, 64% said they read once a week or more. The researchers also investigated the effects of e-reading, which appear to be gaining traction as a substitute for paper books, even among kids. In 2010, 66% of 9- to 17-year-olds said they were loyal to paper books over e-books. That number dropped to 58% by 2012.

 

Ciclo de Seminários “PHDA em Contexto Escolar”

Maio 29, 2014 às 8:00 pm | Publicado em Divulgação | Deixe um comentário
Etiquetas: , , , , ,

phda

inscrições e programa

http://www.cfantoniosergio.edu.pt/

 

Dia Mundial da Criança no Teatro Nacional D. Maria II

Maio 29, 2014 às 3:00 pm | Publicado em Divulgação | Deixe um comentário
Etiquetas: , ,

maria

Já tem planos para o Dia Mundial da Criança?

Neste dia especial, o TNDM II apresenta “King Kong – Quem é o Monstro?” de Yiorgos Karakantzas e Amândio Anastácio. Um divertido espetáculo de marionetas, para toda a família.

Para ver dia 1 de junho (domingo) às 11h30 e 16h. Entrada livre!

Mais informações:

http://www.teatro-dmaria.pt/pt/teia/outras-atividades/#644

 

Dia Mundial da Criança na Quinta Pedagógica dos Olivais

Maio 29, 2014 às 2:19 pm | Publicado em Divulgação | Deixe um comentário
Etiquetas: , ,

10363511_710548425671035_4282413633624964389_n

https://www.facebook.com/Quinta.Pedagogica.dos.Olivais

Dia Mundial da Criança na QPO sem marcação e gratuito.

O campeão mundial de cálculo mental faz contas “para descansar a cabeça”

Maio 29, 2014 às 1:00 pm | Publicado em A criança na comunicação social | Deixe um comentário
Etiquetas: , , , , ,

Notícia do Público de 25 de maio de 2014.

sandra pereira

Romana Borja-Santos

João Bento não tem a mesma relação com a Matemática na sala de aula da escola secundária que frequenta em Abrantes. No segundo período teve negativa.

Nasceu a 17 de Outubro de 2001 ou, dito de outra forma, tem 12 anos, sete meses e poucos dias – um arredondamento pouco preciso e que, por isso, já é menos do agrado de João Bento. Afinal, acaba de conquistar o primeiro lugar no concurso de Matemática Supertmatik, o que lhe valeu o título de Campeão Mundial de Cálculo Mental.

Um feito que conseguiu depois de, em 42,5 segundos, ter resolvido as dez contas que lhe foram apresentadas, num tempo recorde que lhe permitiu ficar à frente de um sul-coreano e de um indiano, superando 36.725 finalistas de 61 nacionalidades.

Desde cedo, João mostrou um grande interesse pelos cálculos e pelas datas. É uma verdadeira agenda da família, conta a mãe, Maria João Bento, que salienta que o filho é “um menino como os outros”, apenas se destaca nesta área. Sabe de cor a data da morte de várias celebridades, como a de Nelson Mandela, e em segundos relacionou que um familiar teria acabado de completar 100 anos no dia em que nasceu uma prima. O segredo? João encolhe os ombros e com um sorriso malandro diz que não sabe explicar: “Não é um truque. Se calhar a minha forma de pensar é que é mais rápida.”

Da mesma forma que não sabe justificar bem as razões que o levam, dentro da sala de aula, a não ter a mesma relação com a Matemática: no último período teve nota negativa, mas está a dar a volta e acredita que para o ano vai chegar ao 5 e surpreender a Escola Secundária Dr. Manuel Fernandes, em Abrantes, onde frequenta agora o 6.º ano.

No sofá da sua casa em Alferrarede, no concelho de Abrantes, João mostra ao PÚBLICO em que consiste o jogo Supertmatik, a que começou a dedicar-se em 2011, depois de o ter recebido como presente de Natal oferecido por uma tia. Com as pernas irrequietas a balançar, espalha as cartas com as equações no sofá. De um lado aparecem as contas a que deve responder consoante o nível em que está, no verso o resultado. Perante os primeiros desafios, os olhos claros brilham e o sorriso ilumina-se. Quanto é 35 vezes dois, menos noventa a dividir por três? João responde prontamente “Super T 40”. E 23 vezes três, menos zero, vezes 23? Não hesita e diz “Super T 69”. Na terceira tentativa ainda estamos a ler a conta quando João dá o resultado.

Entrada no campeonato mundial

O menino garante que é devido ao treino que está mais rápido e adianta que os colegas lhe pedem ajuda e que se metem com ele por causa dos cálculos. Até na rua já lhe lançaram desafios em jeito de bom dia. No ano passado já entrara no concurso mas sem conseguir chegar aos primeiros lugares. Neste ano voltou a conquistar os melhores lugares na turma, na escola e garantiu, depois, entrada no campeonato mundial.

Foi através do computador do professor de Matemática que, online, usou as suas três tentativas para concorrer, conseguindo numa delas o tempo que lhe valeu o título. “Faço isto para descansar a cabeça e descontrair. Gosto de treinar. A fazer outros exercícios estou sempre distraído e com os cálculos não, nem olho para a televisão”, conta, explicando que nas aulas se distrai mais e que acaba por ter resultados menos bons com a falta de concentração e por nem sempre interpretar bem os enunciados dos exercícios.

O professor de Matemática de João não falou ao PÚBLICO mas, à Lusa, explicou que têm trabalhado com o aluno e que os resultados estão a melhorar. As dificuldades a Matemática são, aliás, comuns na idade de João. No ano passado, por exemplo, a média nacional do exame de Matemática do 6.º ano ficou-se pelos 49%, depois de no ano anterior ter sido de 54%. João fez neste ano a prova mas só sabe os resultados em Junho.

“O problema é que as pessoas não conseguem projectar os exercícios para a vida real. Acho que é o que acontece também na escola, em que alguns alunos demoram mais a perceber como as coisas encaixam”, completa o pai de João, Jorge Bento, que faz questão de dizer ao filho que “a Matemática e a Física estão todos os dias na nossa vida” e de o ajudar a melhorar com exemplos práticos. De todas as formas, acredita que, mais importante do que pensar agora em “ser doutor, engenheiro ou arquitecto”, é que João continue a ser uma criança feliz, experimentando as actividades próprias da idade, tal como os outros três filhos do casal.

Estudar “às vezes”

Por agora, jogar à bola, natação e hóquei em patins são as actividades predilectas, assim como encarnar um super-herói no jogo online Hero Zero, onde se apresenta com um nome premonitório: Invencível 2. Quanto a estudar, o “às vezes” é a expressão escolhida pelo aluno para descrever a dedicação e adianta que a melhor nota é a Educação Religiosa e Moral – pelo que o pai lhe lembra que “tem de ser bom a vida toda e não só na escola”. Quanto ao futuro, João diz que não sabe bem o que quer ser. Já pensou em sucateiro e jogador de hóquei, mas acha que é cedo para decisões, ainda que não exclua vir a ajudar o pai nas contas da sua empresa de construção.

Para o último período de aulas, João está mais confiante nos resultados escolares. “O jogo deu-me um pouco de motivação e esta vitória também. Acho que agora vou ter positiva a Matemática, já que as fracções e problemas com volumes estão a correr um bocadinho melhor. Para o ano gostava de ter um cinco [a nota máxima na disciplina] e de ir outra vez aos mundiais de Supertmatik”, afirma, ao mesmo tempo que confessa que – por agora – os intervalos e as “miúdas” são o melhor da escola. De tal forma que, para contornar eventuais atrasos das irmãs, de manhã até prefere apanhar um autocarro e ser o primeiro a chegar.

 

 

 

Programa de Educação Parental da Associação Gerações

Maio 29, 2014 às 12:00 pm | Publicado em Divulgação | Deixe um comentário
Etiquetas: , , , ,

educação

http://www.associacaogeracoes.com/default.aspx

A partir de Maio de 2014, a Associação Gerações reativará o serviço de Educação Parental. Este é um serviço direcionado para todos aqueles que assumem as funções educativas: pais, encarregados de educação, avós, tios, educadores de infância, entre outros.

Educar nos dias de hoje implica a resolução de múltiplos desafios. Esta experiência obriga a uma constante adaptação, que deverá ser encarada como uma contínua aprendizagem de todos os seus intervenientes. Muitas são as dúvidas que assaltam os educadores/pais quando desempenham a sua função, nomeadamente se têm dado às suas crianças o contributo essencial para que cresçam de forma equilibrada e feliz.

Neste sentido, e com o objetivo de corresponder às necessidades emergentes das crianças e das suas famílias, a Associação Gerações coloca ao dispor da comunidade um programa de Educação Parental, onde serão dinamizados vários workshops relacionados com a temática do desenvolvimento infantil.

O programa de Educação Parental da Associação Gerações permitir-lhe-á prevenir e lidar com os comportamentos desafiantes das crianças, promovendo uma relação de entendimento e confiança e apoiar os pais que se encontram em situações em que a relação parental precisa de ser trabalhada. Este programa decorrerá em sessões, às sextas-feiras das 19:00h às 20:30h ou aos sábados das 9:30h às 11:30h, onde o serviço de babysitting estará sempre assegurado. Para inscrições e mais informações poderão contactar a Psicóloga da Associação Gerações, Dra. Carina Pereira, de segunda a sexta, das 10h30 às 18h30, pelos telefones 252 374 480 ou 932 886 644, ou ainda pelo e-mail carinapereira@associacaogeracoes.com.

PS.: O  programa de Educação Parental pode ainda ser dinamizado na vossa instituição, se assim o desejarem!

A Psicóloga,

Carina Pereira.

 

4º Fórum da Criança

Maio 29, 2014 às 11:16 am | Publicado em Divulgação | Deixe um comentário
Etiquetas: , , , , ,

4

Inscrições gratuitas até o dia do evento

CPCJ de Reguengos de Monsaraz

Antiga Estação da CP – Avenida Dr. Joaquim Rojão

7200-396 REGUENGOS DE MONSARAZ

Telefone: 266 501 325 /  966 829 883 Fax: 266 501 326

Correio electrónico: cpcj.reguengosmonsaraz@gmail.com

Programa:

http://aermonsaraz.com/index.php/97-informacao-institucional/noticias-do-agrupamento/201-4-forum-da-criança

Workshop “Vamos fazer…! Sabão liquido e sólido”

Maio 29, 2014 às 11:00 am | Publicado em Divulgação | Deixe um comentário
Etiquetas: , ,

apei

Formador

Maria Rosário Leote

Local

APEI, Lisboa

Destinatários

Profissionais de educação

Modalidade

Curso

Calendarização

4 de junho, horário: 17h30/20h30

Nº de Horas

3

Conteúdos

– Apresentação dos conteúdos teóricos do sabão; – Discussão; – Produção de um exemplo de sabão. VALOR A PAGAR: Associados: 7,5€; Não Associados: 10,5€ A certificação da acção está condicionada à obtenção de aproveitamento no curso

http://apei.pt/formacao/ficha-inscricao/

 

Seminário A Criança na Arte e no Espetáculo – Direito Versus Proteção

Maio 29, 2014 às 6:00 am | Publicado em Divulgação | Deixe um comentário
Etiquetas: , , , , , , , ,

cartaz

 

« Página anteriorPágina seguinte »


Entries e comentários feeds.