Seminário “Dar Voz ao Silêncio”

Maio 12, 2014 às 7:00 pm | Publicado em Divulgação | Deixe um comentário
Etiquetas: , , , , ,

dar

Neste seminário serão divulgados os resultados de um ano e meio de intervenção e será feita a apresentação pública do Filme “Caçadores de Anjos”, uma produção da Escola de Mulheres, realização de Isabel Medina Este evento é gratuito, mas carece de inscrição. Ajude-nos a divulgar.

Ficha de Inscrição

Convite e Programa do Seminário

Consulte a nossa página do Facebook: www.facebook.com/associacaooninho e torne-se amiga(o)

Programação das BLX para Escolas e Famílias – MAIO 2014

Maio 12, 2014 às 6:00 pm | Publicado em Divulgação | Deixe um comentário
Etiquetas: , , ,

blx

Programação das BLX para escolas e famílias MAIO 2014

http://blx.cm-lisboa.pt/index.php?entra=1

https://www.facebook.com/BibliotecasdeLisboa?fref=ts

 

Nomeação da Relatora Especial das Nações Unidas para o Tráfico de Crianças, Prostituição Infantil e Pornografia

Maio 12, 2014 às 4:10 pm | Publicado em Uncategorized | Deixe um comentário
Etiquetas: , , , , ,

onu

A Presidente da Missing Children Europe, Maud de Boer-Buquicchio, foi nomeada Relatora Especial das Nações Unidas para o Tráfico de Crianças, Prostituição Infantil e Pornografia.

O IAC apoiou esta candidatura.

Junta-se em anexo as suas declarações relativas à nomeação como Relatora Especial das NU.

Declarações de Maud de Boer-Buquicchio

Relatório Anual de Avaliação da Atividade das CPCJ no ano de 2013

Maio 12, 2014 às 1:00 pm | Publicado em Divulgação | Deixe um comentário
Etiquetas: , , , , , , , , , , ,

anual

descarregar o relatório aqui

Salão Ser Mamã 2014

Maio 12, 2014 às 12:00 pm | Publicado em Divulgação | Deixe um comentário
Etiquetas: , , ,

ser

mais informações:

http://www.sermama.pt/

https://www.facebook.com/salaosermama?fref=photo

Ministério Público investiga caso de aluna que alega ter sido abusada por mesmo grupo que a tinha violado há um ano

Maio 12, 2014 às 11:05 am | Publicado em A criança na comunicação social | Deixe um comentário
Etiquetas: , ,

Notícia do Público de 9 de maio de 2014.

Natália Faria

Um ano depois das primeiras agressões, grupo de adolescentes terá voltado às imediações da mesma escola para repetir os abusos.

O Ministério Público de Almada está a investigar se a adolescente que diz ter sido abusada em Abril do ano passado por um grupo de colegas da escola que então frequentava, a Escola Ruy Luís Gomes, em Almada, foi ou não vítima de novos abusos por parte dos mesmos adolescentes.

Um ano depois de ter sido alegadamente abusada nas imediações da escola, a adolescente, que tem hoje 14 anos, voltou a dirigir-se às autoridades, sustentando que foi novamente violada pelo mesmo grupo de rapazes, com idades entre os 14 e os 16 anos.

Na sequência das denúncias anteriores, vítima e alegados agressores foram transferidos para diferentes escolas, tendo o Ministério Público de Almada aberto na altura um inquérito-crime para averiguar o que se passou.  Mas, segundo o Diário de Notícias, os rapazes terão decidido abusar novamente da colega. A 19 de Abril passado, tê-la-ão arrastado para uma mata perto da escola para lhe infligir novas agressões sexuais, durante várias horas.

Ao PÚBLICO, a Procuradoria-Geral da República (PGR) confirmou a existência de um inquérito-crime no Ministério Público de Almada, o qual se encontra em investigação e sob segredo de justiça. O mesmo se aplica ao inquérito tutelar educativo pendente no Tribunal de Família e Menores de Almada e que visa apreciar a responsabilidade dos menores envolvidos, sendo que em ambos os processos estão em investigação “todos os factos denunciados, incluindo os alegadamente ocorridos em Abril” passado, ainda segundo a PGR.

Na altura em que terão ocorrido os primeiros abusos, a adolescente, então com 13 anos, apresentava um quadro depressivo grave, em que alegadas tentativas de suicídio e episódios de automutilação se somavam a dificuldades cognitivas. O advogado que representa a família apresentou em Novembro uma queixa contra a escola onde a menor estudava, por omissão de auxílio. Na altura, já a menor tinha sido transferida de escola.

O Ministério da Educação e Ciência (MEC) garante que o caso foi analisado, tendo-se concluído pela inexistência por parte da escola de qualquer actuação passível de ser sancionada. “A directora da escola foi questionada pela IGEC sobre a situação participada em 2013, tendo relatado os factos e as diligências feitas, que incluíram a instrução de procedimentos disciplinares a alunos relativamente aos factos denunciados pela encarregada de educação. Analisados os factos e as explicações dadas pela escola, não foi apurada matéria passível de censura jurídico-disciplinar”, recordou ontem o MEC.

Relativamente aos presumíveis autores da agressão, “quatro já não se encontram a frequentar aquela escola: um tinha sido transferido antes de Abril de 2013 por aplicação de medida disciplinar e três foram transferidos em Outubro/Novembro de 2013 para três diferentes escolas após solicitação dos encarregados de educação”, acrescentou o ministério.

Enquanto não perfizerem 16 anos, os menores não têm responsabilidade penal.

 

Seminário “Movimento Contra o Discurso de Ódio – Jovens pelos Direitos Humanos Online”

Maio 12, 2014 às 9:00 am | Publicado em Divulgação | Deixe um comentário
Etiquetas: , , , ,

jovens

texto seguranet

No dia 24 de maio, a Direção-Geral da Educação irá promover um Seminário inserido na campanha “Movimento Contra o Discurso de Ódio – Jovens pelos Direitos Humanos Online”, na sede da Pro Dignitate – Fundação de Direitos Humanos (Praça da Estrela, n.º 12 – 1.º, Lisboa).
Este seminário tem como público-alvo docentes de todos os níveis de educação e ensino.
A participação no seminário é grátis, mas está sujeita a inscrição prévia, a efetuar até dia 15 de maio, em:
http://area.dge.mec.pt/mco/.

Ver Programa Provisório

 

VI Jornadas da CPCJ de Sines – Violência entre Jovens com a presença de Melanie tavares do IAC

Maio 12, 2014 às 6:00 am | Publicado em Divulgação | Deixe um comentário
Etiquetas: , , , , , , , , ,

sines

A Dra. Melanie Tavares, Coordenadora da Mediação Escolar do Instituto de Apoio à Criança irá participar nas Jornadas no painel  “(D)o outro lado da violência”, pelas 11.20h.

No dia 28 de maio de 2014 (quarta-feira), no auditório do Centro de Artes de Sines, entre as 09h e as 17h, realizar-se-ão as VI Jornadas da CPCJ de Sines, subordinadas ao tema Violência entre jovens. Nestas VI Jornadas, dirigidas à população em geral, pretendemos que vários oradores abordem o referido tema sob diferentes perspetivas e contribuam para a sua discussão e compreensão. A participação neste evento far-se-á através de inscrição, que pode ser endereçada por email  cpcjs@mun-sines.pt por fax (269636123), por carta (CPCJ de Sines, Edifício da Câmara Municipal de Sines, Largo Ramos da Costa, 7520-159 Sines), ou presencialmente, nas instalações da CPCJ.

Deste modo, remetemos em anexo folheto de divulgação deste evento. Antecipadamente grata pela atenção, Com os melhores cumprimentos Maria Adélia Varela e Silva Presidente da CPCJ de Sines

transferir

Folheto VI Jornadas CPCJ Sines.pdf

 

inscrições e programa aqui

 


Entries e comentários feeds.