IV Noite de Encantar na Biblioteca dos Coruchéus

Abril 2, 2014 às 8:00 pm | Publicado em Divulgação | Deixe um comentário
Etiquetas: , ,

blx9

Local: Biblioteca dos Coruchéus , R. Alberto Oliveira (Alvalade)

Publico alvo: Famílias, com crianças dos 5 aos 8 anos (máximo 50 pessoas)

Entrada Livre mediante inscrição prévia: E-mail: maria.jose.santos@cm-lisboa.pt T: 218 172 049

 

Presença de José Brito Soares do IAC na cerimónia de entrega da 1ª Edição do Prémio Mexia de Almeida 2013

Abril 2, 2014 às 3:47 pm | Publicado em O IAC na comunicação social | Deixe um comentário
Etiquetas: , , ,

José Brito Soares, coordenador do CEDI – Centro de Estudos, Documentação e Informação sobre a Criança, representará o Instituto de Apoio à Criança na cerimónia de entrega da 1ª Edição do Prémio Mexia de Almeida 2013, que decorrerá no sábado dia 5 de Abril, pelas 10h, na Sociedade Histórica e da Independência de Portugal, Lisboa.

O Prémio Mexia de Almeida pretende distinguir trabalhos que visam a componente social e comunitária das profissões na área da Saúde, particularmente à Saúde Oral, contribuindo para o incentivo da compreensão das questões sociais e comunitárias ligadas à Saúde.

A cerimónia é organizada pelo Centro de Estudos Mundo a Sorrir (CEMAS).

premio mexia

Jovens estão preocupados com sucesso escolar, futuro profissional, aparência e morte

Abril 2, 2014 às 1:00 pm | Publicado em Estudos sobre a Criança | Deixe um comentário
Etiquetas: , , , , , ,

Notícia do Público de 26 de março de 2014.

daniel rocha

Lusa

Estudo dos Empresários pela Inclusão Social é apresentado esta quarta-feira, na Fundação Calouste Gulbenkian, em Lisboa, e pretende debater os novos desafios do desenvolvimento e da educação das crianças

A principal preocupação dos jovens portugueses é o sucesso escolar, mas os alunos do 3.º ciclo também andam inquietos com o futuro profissional, a sua aparência e a morte, revela um estudo realizado a dois mil estudantes.

Promovido pela Associação EPIS – Empresários pela Inclusão Social, o estudo incidiu sobre as expectativas, preferências e capacidades de 1963 alunos com idades compreendidas entre os 12 e os 14 anos, que frequentam o 3.º ciclo.

Segundo o inquérito, realizado no final de 2013, a primeira preocupação dos jovens é o seu sucesso na escola (70%): tanto rapazes como raparigas têm esta preocupação, existindo apenas pequenas diferenças entre os que têm bons e os que têm maus resultados (69% e 73%, respectivamente).

Os jovens andam também preocupados com o futuro profissional (58%), a sua aparência (38%), a morte (32%) e com o facto de não terem amigos (19%), revela o inquérito realizado em 18 concelhos.

A mudança de escola e o desemprego (14%, em ambos) também fazem parte das situações que mais desassossegam os alunos portugueses.

Os resultados do estudo “parecem indicar que os jovens se preocupam de uma forma bastante homogénea quanto à sua vida futura, sejam rapazes ou raparigas, sejam melhores ou piores alunos”, adianta Diogo Simões, director-geral da EPIS, para concluir que “os jovens parecem sonhar de modo bastante semelhante a sua realização pessoal, que entendem passar pelo sucesso escolar e pela escolha de uma profissão”.

No entanto, as diferenças entre ser rapaz ou rapariga voltam a ser demonstradas neste estudo da EPIS que revela, por exemplo, que os rapazes preferem o desporto enquanto as raparigas gostam mais de música.

No geral, o desporto (50%) e a música (40%) são as duas áreas preferidas, mas há grandes disparidades percentuais: eles preferem o desporto (68%), a informática (37%) e a música (33%) enquanto elas gostam mais de música (47%), desporto (34%), artes visuais (23%) teatro (20%), saúde (32%) e educação (20%).

No que toca à ocupação dos tempos livres, a maioria dos rapazes volta a escolher o desporto e jogar computador como “hobbies” preferidos, enquanto as meninas preferem ouvir música ou simplesmente estar com os amigos.

Os números do inquérito indicam que três em cada quatro rapazes gostam de fazer desporto e jogar computador e 35% gosta de ouvir música (35%). Já entre as raparigas, metade diz que gosta de ouvir música, havendo um grupo mais pequeno que gosta de estar com amigos (36%) e ligar-se às redes sociais (33%).

Quando se questiona os jovens quanto às suas expectativas de futuro, são os bons alunos que parecem acreditar mais na na sua capacidade de poderem viver e trabalhar em Portugal.

Apesar de se mostrarem preocupados quanto ao seu futuro, um em cada três (37%) ainda não sabe que profissão gostaria de ter. Entre os que já se debruçaram sobre o assunto, destacam-se apenas duas profissões: desportista (9% das respostas) e médico (8%).

O diretor geral da EPIS acredita que é através de uma educação personalizada, com a ajuda da família e da escola, em que cada indivíduo é objecto de atenção especial e diferenciada, que se podem potenciar ao máximo as capacidades de todos os alunos.

O estudo da EPIS será hoje apresentado na 4ª Conferência EPIS — Escolas de Futuro, que vai decorrer na Fundação Calouste Gulbenkian, em Lisboa, e pretende debater os novos desafios do desenvolvimento e da educação das crianças desde que nascem até aos 10 anos.

Com o tema “Crianças Globais? Potenciar capacidades num mundo global e local”, a conferência conta com a presença de Luísa Barros e Ana Rita Goes, da Universidade de Lisboa, Peter Matthews, da Universidade de Londres, Carlos Fernandes da Silva, da Universidade de Aveiro, Paulo Nossa, da Universidade de Coimbra, e do secretário de Estado do Ensino e da Administração Escolar.

 

Ação de Formação Abuso sexual de crianças e adolescentes

Abril 2, 2014 às 12:00 pm | Publicado em Divulgação | Deixe um comentário
Etiquetas: , , , ,

ispa

mais informações aqui

Objectivos 

Pretende-se aumentar conhecimentos sobre o enquadramento legal do abuso sexual, definição, compreensão das dinâmicas individuais, familiares e sociais e sistematização de um processo de avaliação

Competências 

No final, o formando será capaz de:

Distinguir entre os crimes contra a liberdade sexual e os crimes contra a autodeterminação sexual

Definir o abuso sexual enquanto forma de mau trato

Descrever as principais características individuais e dinâmicas familiares e sociais associadas a esta forma de mau trato

Identificar as especificidades de um processo de avaliação que envolve a criança, a família e o sistema de justiça

Desenhar um protocolo de avaliação, numa perspectiva de articulação interdisciplinar e interinstitucional

Distinguir entre a avaliação da competência para prestar testemunho e a avaliação da credibilidade das declarações

Identificar as orientações para a elaboração de um relatório forense

Programa 

Enquadramento legal dos crimes de natureza sexual

O abuso sexual enquanto forma de mau trato – Conceptualização do abuso sexual. Indicadores e consequências.Dinâmicas individuais, familiares e sociais

Processo de avaliação – A criança e adolescente enquanto testemunha. Protocolos de entrevista junto da criança/adolescente alegadamente vítima e da família. Metodologias auxiliares e complementares ao processo de avaliação

Avaliação da competência para prestar testemunho e avaliação da credibilidade das declarações

Orientações gerais para a elaboração de relatório forense

Calendarização

Segunda, Maio 5, 2014 – 10:00 – 13:00

Segunda, Maio 5, 2014 – 14:00 – 17:00

Segunda, Maio 12, 2014 – 10:00 – 13:00

Segunda, Maio 12, 2014 – 14:00 – 17:00

Segunda, Maio 19, 2014 – 10:00 – 13:00

Segunda, Maio 19, 2014 – 14:00 – 17:00

Dia Mundial da Consciencialização do Autismo – 2 de Abril

Abril 2, 2014 às 9:24 am | Publicado em Divulgação | Deixe um comentário
Etiquetas: , ,

dia2

O Seminário que a FPDA realiza dia 2 de abril na Fundação Calouste Gulbenkian vai ter transmissão direta online.

O link é o seguinte:

http://live.fccn.pt/fcg/ Ou http://www.livestream.com/fcglive

Dia Internacional do Livro Infantil 2014

Abril 2, 2014 às 9:00 am | Publicado em Divulgação | Deixe um comentário
Etiquetas: , , ,

Texto do site do DGLAB de 27 de março de 2014

O dia 2 de abril assinala-se em todo o mundo. Os livros para crianças são, nesta data, os grandes homenageados.

No dia 2 de abril comemora-se em todo o mundo o nascimento de Hans Christian Andersen. A partir de 1967, o dia 2 passou a ser designado por Dia Internacional do Livro Infantil, chamando-se a atenção para a importância da leitura e para o papel fundamental dos livros para a infância.

Para assinalar o Dia Internacional do Livro Infantil 2014, a DGLAB convidou a ilustradora Ana Biscaia, vencedora do Prémio Nacional de Ilustração do ano passado, para ser a autora da imagem do cartaz. Tal como tem sido habitual, o cartaz impresso foi distribuído pelas Bibliotecas Municipais e por algumas livrarias de literatura infantil.

A mensagem do IBBY internacional é este ano da responsabilidade da Irlanda. (possível tradução em português)

dia book

 

Mês da Prevenção dos Maus-Tratos na Infância na Biblioteca Municipal Orlando Ribeiro

Abril 2, 2014 às 6:00 am | Publicado em Divulgação | Deixe um comentário
Etiquetas: , , , , , , ,

prev progra


Entries e comentários feeds.