Este Espaço que Habito”, um projeto do Movimento de Expressão Fotográfica, exibe fotografias da autoria de jovens dos Centros Educativos

Março 16, 2014 às 2:00 pm | Publicado em Divulgação | Deixe um comentário
Etiquetas: , , , , , ,

captura-de-ecrc3a3-2014-03-10-c3a0s-16-28-57

texto do site da Direção-Geral das Artes

Inaugura no dia 13 de março, às 18h00, na Capela do Palácio Centeno da Universidade de Lisboa, a exposição do projeto “Este Espaço que Habito”, uma inicitiva do do Movimento de Expressão Fotográfica.

SINOPSE
Pelo Movimento de Expressão Fotográfica

Exposição exibe fotografias da autoria de jovens dos Centros Educativos.

Foi um Verão diferente para os jovens em cumprimento de medida tutelar de internamento nos Centros Educativos da Bela Vista e Navarro Paiva, em Lisboa. Nos meses de junho e julho de 2013, o Movimento de Expressão Fotográfica (MEF) lançou-lhes o desafio de captarem imagens da cidade que os acolhe, no âmbito do projeto “Este Espaço Que Habito”. Para isso, tiveram de construir as suas próprias câmaras pinhole, escolher locais dentro da cidade para visitar e, por fim, fotografar esses mesmos locais, já conhecidos para alguns dos jovens, totalmente desconhecidos para outros.

Depois de reveladas e escolhidas as imagens, o projeto que promoveu o contacto com a fotografia e o seu uso como forma de expressão pessoal junto dos jovens nos centros educativos, chega à sua etapa final. O resultado vai estar acessível ao público em geral numa exposição em Lisboa.

Para além de Lisboa, o projeto “Este Espaço Que Habito” foi também levado a Centros Educativos das cidades do Porto, Guarda e Coimbra, onde serão feitas as respetivas exposições.

De 13 de Março a 3 de Abril

No projeto Este Espaço Que Habito que dá origem ao documentário, o MEF trabalhou com 82 jovens em cumprimento de medida tutelar de internamento e foi realizado em cinco Centros Educativos do país: no Centro Educativo da Bela Vista e Navarro de Paiva ambos em Lisboa, no Centro Educativo Santo António no Porto, no Centro Educativo do Mondego na Guarda e no Centro Educativo dos Olivais em Coimbra. O projeto pretendeu desenvolver uma descoberta do espaço físico e pessoal de cada um dos jovens, utilizando o recurso da fotografia estenopeica enquanto ferramenta técnica e de expressão artística.

mais informações aqui

TrackBack URI


Entries e comentários feeds.

%d bloggers like this: