Mostra João dos Santos (1913-1987​) | 7 Nov.-16 Dez. | Biblioteca Nacional

Novembro 12, 2013 às 8:00 pm | Publicado em Divulgação | Deixe um comentário
Etiquetas: , , , , ,

mostra

João dos Santos, Sócio n.º 1 do Instituto de Apoio à Criança, nasceu a 15 de Setembro de 1913 e faleceu a 16 de Abril de 1987.

Texto e fotos do site da Biblioteca Nacional

João dos Santos (1913-1987)

MOSTRA | 7 novembro – 16 dezembro | Sala de Referência | Entrada livre

No ano do centenário do nascimento de João dos Santos, psiquiatra e psicopedagogo, a Biblioteca Nacional de Portugal realiza uma mostra que integra documentos do seu espólio. Tendo optado por viver em Paris entre 1945 e 1950, aí completou e aprofundou a sua formação académica e profissional, a qual viria a ter profunda repercussão em Portugal. Especialista em neurologia e psiquiatria infantil pela Ordem dos Médicos, em 1946, foi investigador contratado em psicologia infantil pelo C.N.R.S., entre 1946 e 1949, sob a direção de Henri Wallon. Regressou a Paris no ano de 1959 como bolseiro da O.M.S., a fim de frequentar o Curso do Instituto de Psicanálise de Paris, com Serge Lebovici, René Diatkine e Sacha Nacht.

A mostra procura evidenciar o seu percurso como democrata e homem de cultura, mas sobretudo como investigador nas áreas da psicanálise infantil e da educação, com especial incidência no campo da saúde mental infantil, uma vez que criou, ou ajudou a criar, inúmeras instituições em prol da criança. Referimo-nos, entre muitas outras, à Secção Infantil do Hospital Júlio de Matos, ao Centro Helen Keller, à Liga Portuguesa dos Deficientes Motores, ao Dispensário para Cegos da Fundação Sain, ao Centro de Recuperação de Paralisia Cerebral, pioneiro em Portugal, e principalmente ao Centro de Saúde Mental Infantil de Lisboa, em 1965, de que foi o primeiro diretor.

Testemunhos (sítio web João dos Santos no séc. XXI) :

«Há certas figuras cuja obra ressoa, através dos tempos e das contingências, vibrando em fundo, como um fresco madrigal numa floresta.» O lago e a cascata / Mário de Carvalho, junho de 2013

«É uma teia extraordinária de pessoas, de cumplicidades, de afectos, de discípulos no sentido mais nobre do termo. Sim, João dos Santos foi um mestre, um mestre com quem estamos em diálogo neste momento, ao falar dele, ao falar com ele.» A força das perguntas / António Nóvoa, setembro de 2013

joão dos santoscentro saude mental

TrackBack URI


Entries e comentários feeds.

%d bloggers like this: