Milhões de crianças como eu lutam todos os dias pelo direito de ir à escola

Outubro 4, 2013 às 8:00 pm | Publicado em A criança na comunicação social | Deixe um comentário
Etiquetas: , ,

malala

Texto retirado do Facebook da Amnistia Internacional Portugal no dia 17 de setembro de 2013.

Malala Yousafzai tinha 15 anos quando levou um tiro na cabeça, em 2012, por defender no seu blogue o direito das raparigas à educação no Paquistão. Sobreviveu e, com coragem e determinação, conseguiu que a sua voz fosse ouvida por todo o médio oriente e norte de África.

Malala recebe hoje o galardão de Embaixador de Consciência da Amnistia Internacional, juntamente com Harry Belafonte, cantor norte-americano e ativista de causas sociais e humanitárias. bit.ly/17GcqAs

Ao receber a distinção, Malala afirmou: “Estou realmente honrada por receber este galardão e gostava de aproveitar esta oportunidade para relembrar a todos que há muitos milhões de crianças como eu pelo mundo que lutam todos os dias pelo direito de ir à escola. Espero que ao trabalharmos juntos possamos concretizar o sonho da educação para todas as crianças, em todo o mundo”.

Comemoração do Dia Mundial da Música – Concertos, Ateliers no Chiado em Lisboa

Outubro 4, 2013 às 3:00 pm | Publicado em Divulgação | Deixe um comentário
Etiquetas: , , , , ,

dia

Mais informações Aqui

Emigração ‘rouba’ bebés a Portugal

Outubro 4, 2013 às 1:00 pm | Publicado em A criança na comunicação social | Deixe um comentário
Etiquetas: , , , , ,

Notícia do Expresso de 25 de setembro de 2013.

Este ano deverão nascer menos oito mil bebés. A situação agrava-se ano após ano. Investigadora diz que a culpa é da emigração por levar para longe os casais jovens.

Carlos Abreu

Este ano deverão nascer em Portugal menos oito mil bebés do que o ano passado, disse ao Expresso a responsável pela Unidade de Rastreio Neonatal do Instituto Nacional de Saúde Dr. Ricardo Jorge (INSA).

Laura Vilarinho apresenta esta estimativa com base no número de “testes do pezinho” – rastreio a 25 doenças através de uma amostra de sangue colhida no pé da criança entre o seu terceiro e sexto dia de vida – realizados até agosto deste ano.

Com efeito, nos primeiros oito meses do ano nasceram menos 4833 crianças do que em igual período do ano passado. Acresce que, no segundo semestre do ano nascem, normalmente, menos crianças do que até junho.

“No mês de julho não tivemos uma baixa de natalidade, mas em agosto deste ano realizámos menos 950 testes do que em agosto do ano passado”, contou ao Expresso, estimando que “em 2013 deverão nascer em Portugal menos de 82 mil bebés do que em 2012”.

Esta semana, o Instituto Nacional de Estatística (INE) – com base na informação registada nas Conservatórias do Registo Civil – noticiou o nascimento de 39.913 bebés no primeiro semestre deste ano contra 43.881 no entre janeiro e junho de 2012. Uma diminuição de 3968 nascimentos neste período.

Os números do Programa Nacional de Diagnóstico Precoce são ligeiramente diferentes. No primeiro semestre de 2012 foram realizados 43.838 “testes do pezinho” e no primeiro semestre deste ano 40.008, ou seja, menos 3830.

Até à vista

Para Laura Vilarinho, a emigração dos jovens portugueses associada ao regresso aos países de origem de muitos imigrantes, ajudará a explicar mais esta redução no número de nascimentos.

“O grande problema é a quantidade de jovens que estão a sair do país. Quem está a emigrar são os casais jovens. Acresce que, muitos jovens casais imigrantes, sobretudo brasileiros e africanos, que equilibraram a natalidade, também estão a regressar aos países de origem”, explica a responsável pela Unidade de Rastreio Neonatal do INSA.

Segundo o relatório anual da OCDE sobre migrações, divulgado em junho, cerca de 44 mil portugueses deixaram o país em 2011, quase o dobro do ano anterior.

Segundo os dados do Programa Nacional de Diagnóstico Precoce, em 2011, Portugal ficou, pela primeira vez na sua história, abaixo dos 100 mil nascimentos. Nasceram nesse ano 97.100 bebés. Em 2012, a situação voltou a agravar-se. Nasceram 90.026 crianças, menos 7074 do que em 2011.

 

Prevention of and responses to violence against children within the juvenile justice system

Outubro 4, 2013 às 12:00 pm | Publicado em Relatório | Deixe um comentário
Etiquetas: , , , , , ,

prevention

Descarregar o documento Aqui

“In its resolution 18/12 of 24 September 2011 on human rights in the administration of justice, in particular juvenile justice, the Human Rights Council invited the Office of the High Commissioner for Human Rights, the United Nations Office on Drugs and Crime and the Special Representative of the Secretary-General on Violence against Children to collaborate in the organization of an expert consultation on prevention of and responses to violence against children within the juvenile justice system and to submit a report thereon.

The Expert Consultation took place in Vienna on 23-24 January 2012. It was hosted by the United Nations Office on Drugs and Crime (UNODC) and co-organized with the Office of the High Commissioner for Human Rights (OHCHR) and the Special Representative of the Secretary-General on Violence against Children, in cooperation with the Government of Austria. Participants included representatives from international and regional human rights bodies,  governmental and State institutions, academia and civil society.

The Expert Consultation focused on the risks and systemic factors contributing to violence against children within the juvenile justice system, and strategies and practical recommendations to prevent and respond to violence against children within the juvenile justice system.

This report is informed by the results of the consultation and a research paper conducted by an independent consultant, Ann Skelton, of the University of Pretoria, South Africa.”

Boletim “Voluntariado, hoje” (n.º 37) editado pelo CNPV

Outubro 4, 2013 às 6:00 am | Publicado em Divulgação | Deixe um comentário
Etiquetas: , ,

boletim

Descarregar o boletim Aqui


Entries e comentários feeds.