Consumo de álcool em crianças: ‘Pais são influência’

Setembro 26, 2013 às 8:00 pm | Publicado em A criança na comunicação social, Estudos sobre a Criança | Deixe um comentário
Etiquetas: , , , , , ,

Entrevista do Sol a Teresa Gomes no dia 19 de Setembro de 2013.

por Sónia Balasteiro

Para Teresa Gomes, autora de um estudo sobre consumo de álcool por crianças em Portugal (ver texto em relacionado), o consumo de álcool na infância é chocante e é urgente combatê-lo.

Trabalhou vários anos na área da saúde escolar como enfermeira. Qual a realidade com que se deparou e que a levou a realizar este estudo?

Há sete anos que me dedico a esta área. Quando comecei esta investigação, havia vários estudos que apontavam para a hipótese de que o início dos consumos de bebidas alcoólicas se dava, muitas vezes, na primeira infância, antes dos 8, 9 anos. Mas isso nunca tinha sido estudado. Por outro lado, na nossa intervenção na comunidade, deparávamo-nos com casos de crianças que bebiam, muitas vezes influenciadas por familiares.

Quais as principais conclusões?

Este estudo revela uma realidade chocante, de que todos suspeitávamos: o consumo de álcool na primeira infância é verídico. E é preciso alertar a comunidade para este problema e agir, com as famílias.

Mas porque é que isto acontece?

Sobretudo em meio rural, a bebida é socialmente aceite. Um dado significativo da pesquisa que fizemos é que as crianças, sobretudo os rapazes, começaram a beber com os pais. São os homens quem sai mais de casa e levam os filhos consigo. O facto de os pais beberem e de lhes darem a beber tem uma grande influência.

O que é necessário fazer?

É urgente haver mais literacia em saúde mental. Que as crianças e as suas famílias aprendam a ter comportamentos saudáveis, e que saibam também as consequências de beberem tão cedo, que são nefastas. Quando vão a um supermercado, as crianças vêem uma bebida de maçã que imita uma bebida alcoólica. Na internet e na televisão, a publicidade a bebidas alcoólicas é constante.

sonia.balasteiro@sol.pt

 

 

Aumento de menores nas urgências devido a maus-tratos

Setembro 26, 2013 às 4:00 pm | Publicado em A criança na comunicação social | Deixe um comentário
Etiquetas: , , , , , , , ,

Notícia da RTP Notícias de 26 de setembro de 2013.

Foto: Romeo Ranoco/Reuters

Foto: Romeo Ranoco/Reuters

Ouvir a reportagem Aqui

Arlinda Brandão

Há um aumento de idas às urgências hospitalares de crianças e jovens até aos 18 anos por causa de maus-tratos. O alerta é do diretor do Programa Nacional para a Saúde Mental da Direção-Geral da Saúde, Álvaro Carvalho.

Álvaro Carvalho considera que este aumento da violência física, psicológica e abusos sexuais a menores poderá estar relacionado com os efeitos da crise, nomeadamente o desemprego e a falta de dinheiro.

O responsável também aponta com preocupação o número significativo de cirroses e hepatites agudas alcoólicas que se estão a registar em crianças por todo o país, em especial na região centro.

(com Sandra Henriques)

Alertas do Infarmed sobre a qualidade para produtos decorativos para crianças e para alisamento do cabelo

Setembro 26, 2013 às 2:00 pm | Publicado em A criança na comunicação social | Deixe um comentário
Etiquetas: , , , , , , , , ,

Notícia do Portal da Saúde de 24 de Setembro de 2013. infarmed

Infarmed divulgou ontem, dia 23, alertas de qualidade para produtos decorativos para crianças e para alisamento do cabelo.

O Infarmed – Autoridade Nacional do Medicamento e Produtos de Saúde emitiu ontem, dia 23 de setembro de 2013, através de circulares informativas, alertas de qualidade para produtos decorativos para crianças e produtos cosméticos contendo formaldeído para alisamento do cabelo.

De acordo com a Circular Informativa n.º 217/CD/8.1.6, os produtos decorativos para crianças abrangem uma diversidade de produtos de maquilhagem de olhos, rosto, lábios, corpo e unhas, nomeadamente, vernizes, batons, sombras, pinturas faciais e corporais.

Estes produtos, também designados por brinquedos cosméticos, são produtos para maquilhagem e pintura de bonecos e crianças, para utilização de menores de 14 anos para fins lúdicos. Estes produtos possuem marcação CE e são legislados pela Diretiva dos Brinquedos (Diretiva 2009/48/CE, de 18 de junho) e têm de respeitar simultaneamente os requisitos previstos no Regulamento dos Cosméticos (Regulamento CE nº 1223/2009, de 30 de novembro), no que respeita à composição e rotulagem.

Após análise de diversos produtos decorativos para crianças, foram detetadas diversas não conformidades na rotulagem, pelo que o Infarmed recomenda o seguinte:

Os responsáveis pela colocação no mercado devem garantir que a composição e a rotulagem destes produtos estão de acordo com a legislação aplicável aos produtos cosméticos;

O consumidor, antes de adquirir produtos decorativos para crianças, deve verificar se a seguinte informação consta na rotulagem:

Nome e endereço da empresa responsável pelo produto na União Europeia;

Lista de ingredientes e menções obrigatórias em língua portuguesa (volume/peso, data de validade ou período após abertura);

Modo de utilização e função do produto em língua portuguesa;

Número de lote.

Através da Circular Informativa 216/CD/8.1.6, o Infarmed dá a conhecer que a utilização de produtos para desfrisar/alisar o cabelo contendo formaldeído (ou formol) numa concentração superior ao limite máximo permitido pela legislação europeia pode ter riscos graves para a saúde.

Estes produtos são aplicados para alisar o cabelo, através de “ferros de alisamento”, que ao aquecer provocam a vaporização do formaldeído.

Esta substância é muito instável e reativa, pelo que pode causar lesões na pele por contacto e irritação nas vias aéreas por inalação do seu gás, aos profissionais que o aplicam (cabeleireiros), aos consumidores (pessoas a quem é aplicado o produto) e a todas as pessoas que estejam na proximidade.

Por essa razão, o formaldeído só pode ser utilizado nos produtos cosméticos e de higiene corporal nas seguintes concentrações:

Produtos para unhas (endurecedor) – até 5%;

Produtos de uso geral (conservante) – até 0.2%;

Produtos de higiene oral (conservante) – até 0.1%.

O principal efeito da exposição ao formaldeído acima do limite permitido é a irritação, em especial do trato respiratório. Outros dos efeitos indesejáveis são devidos ao contacto direto do formaldeído com a pele, tais como, queimaduras, inchaço, vermelhidão, descamação do couro cabeludo e queda de cabelo.

A inalação crónica e prolongada do formaldeído pode ainda conduzir a náuseas, vómitos, desmaios e ao aumento risco de cancro nas vias aéreas superiores.

Face ao exposto, o Infarmed recomenda o seguinte:

O alisamento do cabelo deve ser realizado com produtos que não contenham formaldeído em concentrações superiores a 0,2%. Outras substâncias que são permitidas na legislação aplicável aos cosméticos têm sido usadas para o alisamento do cabelo (ácido tioglicólico, hidróxido de potássio ou de sódio ou hidróxido de lítio);

Os consumidores e os profissionais só devem adquirir produtos que cumpram os requisitos exigidos na legislação nacional e europeia;

A rotulagem dos produtos cosméticos tem de conter a seguinte informação:

Nome e endereço da empresa responsável pelo produto na União Europeia;

Lista de ingredientes e menções obrigatórias em língua portuguesa (volume/peso, data de validade ou período após abertura);

Precauções de uso;

Menção uso exclusivo profissional (se aplicável);

Função;

Número de lote.

Sempre que ocorra algum efeito indesejável após a utilização de um produto cosmético, a sua aplicação deve ser interrompida e comunicada ao médico, se necessário. Simultaneamente, a ocorrência deve ser enviada ao Infarmed através do preenchimento da Ficha de Notificação.

Pode obter esclarecimento de dúvidas relacionadas com medicamentos e produtos de saúde (dispositivos médicos, produtos cosméticos e de higiene corporal e produtos farmacêuticos homeopáticos), junto do Centro de Informação do Medicamento e dos Produtos de Saúde (CIMI), através de:

Telefone: 217 987 373

Fax: 217 987 107

Email: cimi@infarmed.pt

Linha do Medicamento: 800 222 444 (gratuita)

Para saber mais, consulte:

Circular Informativa n.º 216/CD/8.1.7 de 23/09/2013 –  PDF – 330 Kb

Circular Informativa n.º 217/CD/8.1.7 de 23/09/2013 –  PDF – 305 Kb

Infarmed> Alertas de Qualidade

Infarmed > Alertas de Segurança

Infarmed > CIMI

A segurança das fotos do seu filho é uma “ilusão”

Setembro 26, 2013 às 1:00 pm | Publicado em A criança na comunicação social | Deixe um comentário
Etiquetas: , , , , , , ,

Artigo do i de 21 de Setembro de 2013.

Clicar na imagem

i-1

 

Crianças bebem mais cedo

Setembro 26, 2013 às 12:00 pm | Publicado em A criança na comunicação social, Estudos sobre a Criança | Deixe um comentário
Etiquetas: , , , , , , , , , , ,

Notícia do Sol de 13 de Setembro de 2013.

O estudo mencionado na notícia é o seguinte:

Consumo de bebidas alcoólicas em crianças do 1º ciclo e seus fatores influenciadores

Clicar na imagem

sol

I Fórum Nacional NovOlhar – “Novos Olhares no Acolhimento de Adolescentes”

Setembro 26, 2013 às 6:00 am | Publicado em Divulgação | Deixe um comentário
Etiquetas: , , , , , , ,

novos2

Mais informações Aqui  ou Aqui

A CrescerSer – Casa da Ameixoeira e a  Soroptimist Cluble Lisboa Caravela irão realizar nos próximos dias 10 e  11 de Outubro no Mosteiro Santos-o-Novo o I Fórum Nacional NovOlhar  -“Novos Olhares no Acolhimento de Adolescentes”.

Pretendemos reflectir a intervenção em quatro pilares do nosso projecto Educativo.  Assim o nosso fórum pretende criar momentos de reflexão nas Áreas da  Justiça, da Educação, da saúde mental e da Familia.

As inscrições são limitadas e necessitam de inscrição até 4 de Outubro de 2013: casadaameixoeira@crescerser.org

(no acto da inscrição envie-nos questões e/ou reflexões que gostaria que fossem debatidos no nosso Fórum).

Programa provisório – I Fórum Nacional NovOlhar

“Novos Olhares no Acolhimento de Adolescentes”
A.P.D.M.F. CrescerSer- Casa da Ameixoeira
10 e 11 de Outubro 2013 – Mosteiro Santos o Novo

10 outubro – Quinta feira

9h00 – Recepção dos Participantes
9h30 – Sessão de Abertura
Armando Leandro – Presidente da Direção da A.P.D.M.F. – CrescerSer
Pedro Santana Lopes – Provedor da SCML
Rita Nogueira Ramos – Presidente do Soroptimist International
Clube Lisboa Caravela

10h00 – Conferência – O Direito a ser Jovem
Joana Marques Vidal – Procuradora Geral da República

10h30 – Pausa para Café

10h45 – 13h30 – Fórum Justiça
OS DESAFIOS DA PROMOÇÃO E PROTEÇÃO EM ACOLHIMENTO RESIDENCIAL

Moderador Jornalista convidado

Ana Barrocas – Coordenadora da Equipa de Gestão Centralizada de Vagas ISS
Celso Manata – Procurador Coordenador do TFM de Lisboa
Fausto Amaro – Docente no ISCSP/TTL
Maria Perquilhas – Juíza de Direito e Docente do CEJ

13h30 – 14h30 – Almoço

14h30 – 18h00 – Fórum Educação
DIFERENTES CONTEXTOS, DIREITOS IGUAIS

Moderador Jornalista Fernanda Freitas

Irene Santos – Investigadora no Instituto de Educação da UL
Nádia Sacoor – Equipa de Educação do Projecto K-Cidade
Rui Fontinho – Presidente da CAP – Agrupamento da Amadora Oeste
Director da Escola Secundária Seomára da Costa Primo
Pedro Cunha – Representante do ME na CNPCJ

16h30 – 16h45 – Pausa para Café
16H45 – 18H00: Dinâmica Teatral: GRUPO USINA intrepeta

11 outubro – sexta feira

9h30 – Recepção dos Participantes

10h00 – 13h00 – Fórum Saúde Mental
SAÚDE MENTAL E ACOLHIMENTO – NOVAS PRÁTICAS EM NOVOS DESAFIOS

Moderador Jornalista convidado

Álvaro de Carvalho – Coordenador Nacional de Saúde Mental
Carlos Alberto Poiares – FP – UHL
Fátima Duarte – CNPCJ
João Beirão – Equipa de Adolescencia do Centro de Saúde da Lapa – HDE

11h30 – 11h45 – Pausa para Café

13h00 – 14h00 – Almoço

14h00 – 16h30 – Fórum Famílias
A FAMÍLIA E O ADOLESCENTE NOS DESAFIOS DA CONTEMPORANEIDADE

Moderador Jornalista convidado

Paulo Guerra – Juíz Desembargador e Vogal da Direção da CrescerSer
Regina Vieira – Docente em Serviço Social pelo ISCTE
Rosa Macedo –SCML
Rui do Carmo – Procuradoria Distrital de Coimbra

16h30 – 16h45 – Pausa para Café

16h45 – 17h30 – Conferência: O EPICENTRO DO ADOLESCENTE NO SEU PROJECTO DE VIDA

Eduardo Sá

17h30 – 18h00 – Momento Musical nos Claustros do Mosteiro


Entries e comentários feeds.