Boletim do IAC n.º 105

Novembro 19, 2012 às 8:00 pm | Publicado em CEDI, Divulgação, Publicações IAC-CEDI | Deixe um comentário
Etiquetas: , , , , , , , , , ,

Descarregar o Boletim do IAC n.º 105 Aqui

Dia Mundial para a Prevenção do Abuso e Violência Contra as Crianças e Jovens

Novembro 19, 2012 às 4:55 pm | Publicado em Divulgação | Deixe um comentário
Etiquetas: , , , , , , , ,

Mais informações Aqui ou Aqui

Um Direito a (Des)envolver Exposição Comemorativa do 23º Aniversário da Convenção sobre os Direitos da Criança

Novembro 19, 2012 às 2:26 pm | Publicado em Divulgação | Deixe um comentário
Etiquetas: , , , ,

Pedidos da ficha de marcação de visitas para que as crianças, jovens e/ou adultos das vossas Instituições a possam visitar:

Espaço a Brincar – Uma Viagem pelos Direitos da Criança

Urbanização Vale de Alcântara, Lotes 3 a 6

Bairro da Liberdade

1070-165 Lisboa

Tel: 218 170 650/6

espaco.brincar@cm-lisboa.pt

 

Ciclo de Conferências Riscos (d)e Trauma – Trauma stories – the hidden side of the interview

Novembro 19, 2012 às 1:00 pm | Publicado em Divulgação, Uncategorized | Deixe um comentário
Etiquetas: , , , , , , ,

Ciclo de Conferências Riscos (d)e Trauma

O Centro de Trauma do Centro de Estudos Sociais (CES) da Universidade de Coimbra, no âmbito das suas actividades propõe-se realizar um ciclo de conferências proferidas por individualidades de reconhecido mérito, e subordinado aos vastos temas da Prevenção e Intervenção no Trauma Psicológico.
O propósito deste Ciclo assenta no desejo de estimular a discussão e a partilha de conhecimento entre aqueles que intervêm nas áreas da crise, desastre ou catástrofe, reflectindo conjuntamente e congregando leituras interdisciplinares.

Trauma stories – the hidden side of the interview

Gavin Rees (Diretor do Dart Centre Europe | Escola Superior de Jornalismo da Universidade de Columbia/Nova Iorque)

21 de novembro de 2012, 15h00, Auditório do Centro de Informação Urbana de Lisboa, Picoas Plaza, Rua do Viriato, 13 | Lisboa

Resumo

Trauma is news. For a society to function people need to know about the worst things that can befall individuals and their communities. But no area of news coverage arouses greater ambivalence. We may find ourselves gripped by the news, while simultaneously wishing that we had never seen it. What does it take for journalists to navigate this minefield? Portraying the lives of people who have been adversely exposed to traumatic events, such as sexual violence, street crime, armed conflict or other forms of human tragedy, requires research, knowledge and sensitivity – and in some cases genuine personal courage.
Gavin Rees, the Director of Dart Centre Europe, will talk about why trauma awareness for journalists matters and, in particular, will look at the hidden aspects of trauma interviewing that rarely get talked about.
Nota biográfica

Gavin Rees, jornalista e realizador, é diretor do Dart Centre Europe, um projeto da Escola Superior de Jornalismo da Universidade Columbia em Nova Iorque dedicado à promoção de abordagens éticas e inovadoras na cobertura jornalística do trauma e da violência. Gavin Rees é responsável pela implementação na Europa do trabalho do Dart Centre, atuando nessa qualidade como consultor em organizações noticiosas, ONG e escolas de jornalismo para a consciencialização sobre o trauma. Embora a sua carreira tenha iniciado como investigador político, trabalhou durante vários anos para uma grande variedade de meios de comunicação social. Durante cerca de quinze anos produziu notícias nas áreas económica e política para a Financial Times Television, CNBC e notícias internacionais para grupos japoneses. Participou também na produção de filmes e documentários para a BBC e o Channel 4, entre outros.

O seu interesse pelas narrativas traumáticas nasceu das entrevistas que realizou a sobreviventes do ataque nuclear a Hiroshima, no âmbito de um documentário para a BBC, premiado com um Emmy em 2006. Atualmente é investigador visitante da Universidade Bournemouth, onde desenvolve investigação sobre a narrativa jornalística sobre a violência, e é membro da direção da European Society of Traumatic Stress Studies.

Apresentação do Kit Dói que não Dói e do livro Zebedeu – Um Príncipe no Hospital pelo Sector da Humanização do IAC

Novembro 19, 2012 às 1:00 pm | Publicado em Divulgação | Deixe um comentário
Etiquetas: , , , ,

Iremos apresentar no próximo dia 29 de Novembro, pelas 16h30 no Auditório do Montepio na Rua do Ouro em Lisboa, o “Kit Dói que não Dói” que pretende contribuir  para a  preparação da hospitalização e dos diferentes procedimentos clínicos na criança e no adolescente.

Nesta sessão será igualmente lançado o livro “Zebedeu – Um Príncipe no Hospital”.

Este livro nasce da colaboração voluntária da escritora Rosário Alçada Araújo e da ilustradora Carla Nazareth e cumpre o desejo que sempre tivemos de, em linha com os direitos reconhecidos na Carta da Criança Hospitalizada, editar um material adequado às crianças, que lhes dê a conhecer a sua condição enquanto sujeito de direitos.

Contamos convosco e divulgaremos em breve o programa.

Agradecemos confirmação de presença através do telefone 21 380 7300 ou o e-mail iac-humanizacao@iacrianca.pt   até 23 de Novembro

Concurso Liga-te aos Outros 3ª Edição

Novembro 19, 2012 às 12:00 pm | Publicado em Divulgação, Uncategorized | Deixe um comentário
Etiquetas: , , , ,

Este concurso destina-se a todos os jovens a frequentar a escola a partir do 7º ano e consiste na apresentação de propostas para resolução, através de actividades de voluntariado, de problemas locais que os próprios detectem. A AMI seleccionará os três projectos mais consistentes e financiará os mesmos.

O “Liga-te aos Outros” é um claro estímulo ao exercício do voluntariado. Mas é mais: é um estímulo ao desenvolvimento de uma consciência social, desde a juventude, uma vez que promove a identificação de necessidades na comunidade local; é um estímulo à criatividade e pro-actividade social, uma vez que são os próprios jovens que apresentam a solução para o problema detectado; é um estímulo ao profissionalismo e ao rigor, uma vez que a ficha de candidatura constitui uma proposta de projecto rigorosa, com definição de objectivos gerais e específicos, resultados, actividades, orçamento, calendário de execução, critérios de viabilidade e sustentabilidade e impacto; é um estímulo ao envolvimento dos jovens na comunidade, uma vez que 10% do orçamento apresentado terá que ser conseguido pelos próprios jovens, junto de empresas, instituições e/ ou comércio local.

A AMI espera, desta forma, alterar realidades socialmente injustas e, simultaneamente, formar os jovens, no sentido de os alertar para a possibilidade que cada um tem de melhorar a comunidade que o rodeia.

Datas 3.ª Edição

Submissão de projectos | 1 de Outubro a 14 de Dezembro de 2012

Publicação dos resultados | 22 de Janeiro de 2013

Implementação dos projectos | 1 de Fevereiro a 31 de Maio de 2013

Sessão de apresentação dos resultados | 31 de Maio a 14 de Junho de 2013

Mais informações Aqui

Exibição do Filme Crianças Invisíveis + Debate Sobre os Direitos das Crianças

Novembro 19, 2012 às 6:00 am | Publicado em Divulgação, Vídeos | Deixe um comentário
Etiquetas: , , , , , ,

 

A 20 de Novembro celebra-se o Dia Mundial da Infância. Como ponto de partida para um debate sobre os direitos das crianças, exibimos nessa semana “Crianças Invisíveis”.

“Crianças Invisíveis” é um conjunto de sete curtas-metragens, encomendadas pela UNICEF e dirigidas por cineastas de prestígio internacional, que narram histórias únicas sobre as condições de vida das crianças na região do mundo de que são originários. Nesta sessão vamos apresentar 4 dessas histórias. A projecção terá lugar dia 22 de Novembro pelas 18 horas no Auditório da CPLP, Palácio Conde de Penafiel, Rua de S. Mamede (ao Caldas), nº 21, 1100 – 533 Lisboa. Sinopse: A narrativa de Mehdi Charef, Tanza, aborda a história de um rapaz de 12 anos que se alista num exército de lutadores pela liberdade. O segmento de Emir Kusturika, Blue Gipsy, apresenta-nos a história de um jovem cigano e a sua vida numa instituição. O filme de Spike Lee, Jesus Children of America, dá-nos a conhecer a luta de uma adolescente de Brooklyn que descobre ser filha seropositiva de um casal de toxicodependentes. Por fim, a história de Katia Lund, Bilu & João, retrata um dia na vida de duas crianças nas ruas de São Paulo. A projecção será seguida de um debate que contará com a participação de Armando Leandro, Presidente da Comissão Nacional para a Protecção de Jovens e Crianças em Risco, Helena de Gubernatis, Assessora de Comunicação da UNICEF Portugal e um representante da CPLP. Será moderado por Júlia Galvão Alhinho, Responsável pela Comunicação para Portugal do UNRIC. Pode ver o trailer do filme aqui. A entrada é livre. Agradecemos no entanto que se inscreva, enviando um e-mail com o nome do filme e o seu nome para: info@plataformaongd.pt


Entries e comentários feeds.