Facebook está entediante para adolescentes de 12 a 17 anos, segundo pesquisa

Setembro 12, 2012 às 8:00 pm | Publicado em A criança na comunicação social, Estudos sobre a Criança | Deixe um comentário
Etiquetas: , , , , ,

Notícia do site Techmestre de 17 de Agosto de 2012.

Por Thaiany Dias Ferreira

De acordo com o site Huffington Post, adolescentes entre 12 e 17 anos já estão cansados do Facebook e preferem navegar pelo Tumblr ou Twitter. Uma das entrevistadas, Maxine Guttmann de 15 anos, disse que usa a rede social menos vezes e apenas para trocar mensagens instantâneas com as amigas, passando mais de uma semana sem atualizar sua página. Quanto ao Tumblr, a adolescente se conecta e o atualiza todos os dias.

“Quando eu era mais nova o Facebook era muito legal. Hoje estou mais velha, o site ficou mais estúpido e tenho outras coisas a fazer. No Tumbl, sinto que posso postar tudo o que me interessa. No Facebook nem todos os meus amigos estão interessados nas mesmas coisas que eu”, relatou a adolescente.

Os entrevistados afirmaram que preferem postar suas atualizações nos Tumblr e Twitter, pois através desses sites eles podem se conectar com pessoas que compartilham basicamente os mesmo interesses, e contam também com um maior grau de anonimato. Entretanto afirmaram que sempre acessam o Facebook.

Segundo a comScore, o Tumblr é o segundo site de rede social mais acessado entre os adolescentes, ficando para trás apenas para o Facebook. Dados de um estudo feito pela Pew Internet e American Life apontam que o uso do Twitter duplicou entre 2009 e 2011 para 16%.

De acordo com a análise da comScore, o Facebook é mais adorado pelos adultos do que os adolescentes. Em maio de 2012 somente 66% dos usuários da rede social entre 12 e 17 anos se conectaram na página, por outro lado, os usuários com idade entre 55 e 64 anos representam 69% das pessoas que mais utilizam o site.

A pesquisadora Danah Boyd, da Universidade de Nova Iorque, disse que o Facebook se transformou na “versão adolescente do e-mail”. “Isso é um grande desafio para o Facebook – não porque as pessoas não vão utilizá-lo, mas quando os usuários não estão apaixonados por ele, você vê um tipo muito diferente do comportamento”, conclui Danah.

Brian Solis, analista da empresa de pesquisa Altimeter Group, acredita que essa situação entre os adolescentes e o Facebook é bastante preocupante. Para ele, a rede social de Zuckerberg precisa inovar e descobrir formas para atrair novamente esses jovens, caso contrário poderá perder todo esse público nos próximos cinco a dez anos. “O Facebook está apaixonado por este grupo, ou deveria estar porque ele é chave para a futura relevância do site. Se eles encontrarem maneiras de manter os adolescentes envolvidos, poderão manter também as marcas envolvidas”, argumentou o analista.

Fonte: HuffingtonPost

 

TrackBack URI


Entries e comentários feeds.

%d bloggers like this: