Conferência – Adoção II Abordagem Psicossocial

Junho 26, 2012 às 8:00 pm | Publicado em Divulgação | Deixe um comentário
Etiquetas: , , ,

Nova data a anunciar, em setembro

Mais informações Aqui

Seminário Educação para o Risco

Junho 26, 2012 às 4:00 pm | Publicado em Divulgação | Deixe um comentário
Etiquetas: , , , , , , , , , ,

 Luísa Lobão Moniz, Mestre em Educação Intercultural – SOS-Criança /Instituto de Apoio à Criança, irá participar no Painel – “Os riscos que os jovens correm”” pelas 16.15.

O PROJECTO Cidadania e sustentabilidades para o séc. XXI. Caminhos para uma comunidade sustentável nos Açores nasceu da necessidade de educar para a compreensão dos riscos de degradação da natureza e do património e de intervenção cívica.
Este projecto deu origem à EXPOSIÇÃO de fotografia noterreno.açores, inserida no domínio da Educação para o Desenvolvimento Sustentável.
Destas intervenções nasce a RECOMENDAÇÃO 5/2011, emanada pelo Conselho Nacional de Educação, e publicada no DR 2.ª série — N.º 202 — 20 de Outubro de 2011.
O SEMINÁRIO Educação para o Risco nasce de todo esse trabalho.

Mais informações Aqui

 

Instituto de Apoio à Criança defende gabinete de apoio a alunos que faltam muito às aulas

Junho 26, 2012 às 1:00 pm | Publicado em A criança na comunicação social, Divulgação, O IAC na comunicação social, Relatório | Deixe um comentário
Etiquetas: , , , , , , , , ,

Notícia da TSF de 25 de Junho de 2012.

Entrevista de Melanie Tavares (Coordenadora do Projecto da Mediação Escolar do SOS Criança do Instituto de Apoio à Criança) à TSF sobre abandono escolar.

O Instituto de Apoio à Criança defende que todas as escolas devem ter um gabinete para acompanhar os casos dos alunos que faltam às aulas e estão em risco de deixar de estudar.

O jornalista Nuno Guedes falou com quem está no terreno e registou palavras de alguma preocupação

O último relatório da Comissão Nacional de proteção de crianças e jovens revela que – no ano passado – aumentou em 25 por cento o número de casos em que se considerou estar em perigo o direito à educação.

Governo vai aumentar as vagas para acolher crianças e jovens em risco

Junho 26, 2012 às 12:00 pm | Publicado em A criança na comunicação social | Deixe um comentário
Etiquetas: , , , , , , ,

Notícia do Público de 19 de Junho de 2012.

Por Lusa

Mais vagas para acolher crianças e jovens em risco, anunciou o secretário de Estado da Solidariedade e da Segurança Social esta terça-feira. O governante revelou ainda que 300 profissionais vão dar apoio pedagógico nas instituições.

Marco António Costa falava aos jornalistas à margem do Congresso Internacional sobre Inovação Social, que decorre até quarta-feira no Porto, tendo sido questionado sobre a notícia avançada pelo Diário de Notícias, no domingo, que dava conta de que o Estado está sem vagas para acolher crianças em perigo.

“A situação é muito grave mas estamos a trabalhar na resolução desse problema”, começou por dizer o responsável da tutela.

Na opinião de Marco António Costa, “a situação não se resume a criar mais vagas”, mas sim “a melhorar o funcionamento e encontrar soluções para os jovens e para as crianças que estão nessas instituições”.

“Passa por criar e qualificar muitas das vagas que existem. Não chega só criar vagas. Temos de as especializar, temos de lhes dar uma orientação específica em funções das necessidades dessas crianças”, explicou.

O secretário de Estado da Solidariedade e da Segurança Social considerou que não podem existir taxas de insucesso escolar na ordem dos 50% nos jovens institucionalizados, como acontece neste momento, o que levou a reuniões com o Ministério da Educação, que resultaram no lançamento conjunto do Plano Casa, apresentado durante o mês de Julho e “que vai dar resposta a essas matérias”.

“O Ministério da Educação já anunciou, por exemplo, no âmbito da protecção de jovens e crianças em risco, que os professores que estão colocados nessas comissões [Comissões Nacionais de Protecção de Jovens e Crianças em Risco] passarão a estar a tempo inteiro e não a meio tempo”, explicou.

Marco António disse ainda que estão a ser mobilizados “300 profissionais – 150 disponibilizados pelo Ministério da Educação e 150 pelo Ministério da Solidariedade – para dar apoio pedagógico, nas instituições, a estes jovens e a estas crianças”.

Também vão ser dadas “respostas especiais na área da formação e da empregabilidade de jovens que entram em idade de procurarem uma ocupação profissional e também um conjunto de investimentos que queremos fazer nas condições de funcionamento destas instituições”, acrescentou.

O governante recordou ainda o anúncio, na semana passada, de “uma linha de crédito de 150 milhões de euros, dos quais 50 milhões são assegurados pelo Governo e outros 100 milhões pelo Montepio Geral, que se destinam a apoiar as instituições sociais que têm investimentos realizados e que estão neste momento com problemas de tesouraria”.

“Durante muitos anos em Portugal, o Estado preocupava-se em mandar construir e em fomentar a construção de equipamentos, mas não se preocupava em arranjar soluções para depois pagar esse investimento. As instituições estão com muitos problemas a esse nível”, criticou.

Estado sem vagas para acolher crianças em perigo

Junho 26, 2012 às 6:00 am | Publicado em A criança na comunicação social | Deixe um comentário
Etiquetas: , , , , , , , ,

Notícia do Diário de Notícias de 17 de Junho de 2012.

Estado sem vagas para acolher crianças em perigo


Entries e comentários feeds.