Cresceu para mais do dobro o número de jovens internados em centros educativos

Junho 12, 2012 às 8:00 pm | Publicado em A criança na comunicação social, Divulgação | Deixe um comentário
Etiquetas: , , , , , ,

Notícia do Público de 4 de Junho de 2012.

Por Lusa

O número de jovens internados em centros educativos aumentou 51,4% nos últimos quatro anos, indicam dados da Direcção-Geral da Política de Justiça (DGPJ).

Segundo a DGPJ, os jovens internados em centros educativos passaram de 181 em 2008 para 274 em 2011, tendo o número de raparigas aumentado 60% e de rapazes 50,3%.

As estatísticas do Ministério da Justiça referem também que os jovens internados com menos de 16 anos diminuíram 15,3%entre 2008 e 2011. Esta redução é contrabalançada pelo aumento de cerca de 15,5% nos jovens entre os 16 e os 17 anos.

Mais presos

A DGPJ faz igualmente uma caracterização dos reclusos nos estabelecimentos prisionais, adiantando que o número de presos aumentou 17,3%, passando dos 10.807 em 2008 para 12.681 em 2011.

O maior aumento verificou-se nos reclusos do sexo masculino, que teve uma subida de 17,8%, enquanto as mulheres detidas aumentaram 9,9%.

As estatísticas indicam também que a maioria dos reclusos tem entre 25 e 39 anos, representando cerca de 50% do total da população prisional, apesar do número de presos entre os 40 e os 59 anos ter passado de 30,7 em 2008 para 32,8% em 2011.

Segundo a DGPJ, 77% dos reclusos tem o ensino básico.

Estas estatísticas da DGPJ pretendem retratar a evolução de alguns indicadores sobre reclusos nos estabelecimentos prisionais e sobre jovens internados em centro educativos, entre os anos de 2008 e 2011.

 

 

 

Participação de Dulce Rocha no Programa Opinião Pública da SIC Notícias sobre Registo Nacional de Pedófilos

Junho 12, 2012 às 2:53 pm | Publicado em Divulgação, O IAC na comunicação social | Deixe um comentário
Etiquetas: , , , , , , , ,

A Drª Dulce Rocha, Vice-Presidente do Instituto de Apoio à Criança, irá participar hoje dia 12 de Junho de 2012 no Programa Opinião Pública da SIC Notícias sobre Registo Nacional de Pedófilos pelas 17.00 horas.

O Executivo pretente que até ao final do ano seja criado um registo nacional de pedófilos. A ideia é criar uma lei que permita a publicação dos nomes, fotografias, e moradas dos abusadores condenados. Em Portugal a taxa de reincidência, para este tipo de crime, é de 98 por cento. O objetivo desta medida é precisamente evitar a repetição dos abusos sexuais. O acesso aos dados será exclusivo às autoridades policiais, escolas, creches, ATL’s e instituições que trabalham diretamente com crianças. As associações de pais congratulam-se com esta iniciativa, por outro lado, os juízes dizem que vai colidir com o sistema penal ao contrariar o princípio da reintegração social.

No opinião pública desta tarde vamos debater as medidas de combate à pedofilia.

Como analisa a proposta do governo para a divulgação dos dados dos abusadores condenados? É esta, na sua opinião, a forma mais eficaz de combater este tipo de crimes e de proteger as crianças? Que questões morais e legais no que respeita aos direitos constitucionais do cidadão poderá a nova lei levantar? E como avalia o combate à pedofilia em Portugal?

Pode participar através dos habituais números de telefone 214161147 ou 214161148. Pode ainda enviar uma mensagem por correio electrónico, o endereço é opiniaopublica@sic.pt . Se preferir deixe um comentário nesta página.

Dia Mundial Contra o Trabalho Infantil

Junho 12, 2012 às 12:47 pm | Publicado em Divulgação, Vídeos | Deixe um comentário
Etiquetas: , , , ,

A Organização Internacional do Trabalho (OIT) adotou, em 2002, o dia 12 de Junho como o Dia Mundial Contra o Trabalho Infantil. Para este ano, destaca o direito de todas as crianças a serem protegidas do trabalho infantil e de outras violações de direitos fundamentais.

Embora Portugal seja considerado pela OIT um caso exemplar na luta contra o trabalho infantil, o aumento das dificuldades económicas e a consequente instabilidade das famílias traz novas preocupações neste âmbito. O trabalho infantil, não sendo ainda um problema generalizado, pode ressurgir com o aumento do abandono escolar e da negligência parental.

O número cada vez maior de crianças entregues a si próprias faz com que exista um risco elevado de violência e de abuso, pelo que é importante que não esqueçamos que existem direitos fundamentais que é necessário garantir, principalmente nos que são mais vulneráveis, como as Crianças.

Deixamos aqui diversos materiais relacionados com este dia para que possa juntar-se a nós e unir a sua voz ao movimento mundial contra o trabalho infantil. Poderá igualmente consultar o site da OIT aqui.

Poster

Desdobrável

Vídeo

Interpol cria “zona pedagógica” na Internet

Junho 12, 2012 às 12:00 pm | Publicado em A criança na comunicação social | Deixe um comentário
Etiquetas: , , , , ,

Notícia do Jornal de Notícias de 29 de Maio de 2012.

 A Interpol lançou, esta terça-feira, no seu portal na Internet uma “zona pedagógica” destinada a adolescentes, para lhes apresentar a organização policial internacional e os convidar a denunciar alegados traficantes.

O endereço eletrónico www.interpol.int/studentzone é um “recurso pedagógico” para os alunos, os seus pais e professores, precisou a Interpol, com sede em Lyon, no centro da França.

O objetivo deste novo portal é também “ajudar os jovens a estarem melhor informados sobre a maneira de se protegerem” de crimes “cometidos via Internet”, explicou a responsável do projeto, Roraima Andriani.

O site apresenta-se em inglês, mas está em curso a tradução para francês, espanhol e árabe.

A Organização Internacional de Polícia Criminal, mundialmente conhecida pela sua sigla Interpol (International Criminal Police Organization, em inglês), ajuda na cooperação de polícias de diferentes países.

Foi criada em Viena, na Áustria, em 1923, com a designação de Comissão Internacional de Polícia Criminal e envolve atualmente 190 países.

Alunos com “comportamentos desviantes” ganham concurso internacional e vão a Paris

Junho 12, 2012 às 6:00 am | Publicado em A criança na comunicação social | Deixe um comentário
Etiquetas: , , , , , , , ,

Notícia do Público de 1 de Junho de 2012.

Por Lusa, PÚBLICO

Têm entre os 13 e os 18 anos, são alunos com comportamentos desviantes e que, por isso, estão numa turma de Projecto de Integração, Educação e Formação (PIEF), em Abrantes, para conseguir concluir o 2.º e 3.º ciclos. Em Maio ganharam um concurso internacional de promoção de produtos locais. Vão a Paris este mês.

Trata-se de um concurso organizado pela ONISEP – AGEFA PME, uma instituição francesa, a pensar em escolas de países europeus e do Norte de África. O trabalho dos alunos do PIEF da Escola Secundária com 2.º e 3.º ciclo Manuel Fernandes, em Abrantes, ganhou um dos cinco primeiros prémios. Ao todo concorreram 34 escolas de 15 países.

Os estudantes elaboraram um blogue e um videoclip em torno das tigeladas de Rio de Moinhos, um doce tradicional, de origem conventual. E venceram, ao lado de escolas de França, Itália, Irlanda, Roménia e Marrocos.

“O objectivo do concurso era fazer a promoção de um produto regional de forma original e criativa”, explica Rui André, um dos professores do PIEF. “Não esperávamos ganhar, foi uma alegria imensa para esta equipa e para estes jovens, e vendo a lista das escolas concorrentes até parece que eram equipas da primeira divisão a jogar contra uma equipa amadora, o que nos deu ainda mais satisfação”, conta.

Rita Chambel, técnica de intervenção local, salienta o trabalho desenvolvido com os cerca de 20 alunos, entre os 13 e os 18 anos, jovens provenientes de famílias desfavorecidas ou com comportamentos considerados desviantes.

“Esta é uma oportunidade que se pode dar aos jovens em absentismo, abandono ou insucesso escolar, de concluírem o 2.º e 3.º ciclos e o que esta conquista pode mostrar é que estes jovens provaram que sabem trabalhar se acreditarem em si, se acreditarmos neles, e se forem devidamente acompanhados”, constata.

Segundo aquela responsável, o projeto PIEF “deve continuar em todo o país, reestruturado ou não”, tendo reiterado que os jovens em dificuldade “não podem ser abandonados”.

Uma ideia partilhada por Mónica Santarém, professora e autora da música recriada em videoclip para a promoção das tigeladas de Rio de Moinhos.

Jovens “habituados a conviver com o insucesso”

“Ao longo da vida estes jovens estão habituados a ouvir dizer que não sabem dizer ou fazer algo de positivo, e que não prestam para nada. Estão habituados a conviver com o insucesso”, vincou, acrescentando que ao ganharem agora um prémio desta envergadura e poderem conhecer um país europeu “é um sinal claro, para eles e para a sociedade, que vale a pena acreditar”.

Gonçalo Magalhães, 17 anos, diz que este prémio “é um incentivo e tem muito significado”, tendo assegurado que “todos deram o máximo para que tudo corresse bem”.

“Uma sensação óptima. Foi a melhor coisa que nos podia acontecer”, salientam Tiago Martins e Dário Morgado, de 15 e 16 anos. “Estamos ansiosos por ir a França”, acrescentam.

A equipa composta por dez alunos e dois professores vai estar em Paris entre os dias 27 de Junho e 2 de Julho. A cerimónia de entrega dos prémios ONISEP está agendada para 28 de Junho, no Palácio dos Congressos, em Paris, França.

Os cursos PIEF existem como “remediação quando tudo o mais falhou e à qual os jovens e suas famílias efectivamente aderem (depois de terem rejeitado outras existentes quer no sistema educativo quer na formação profissional ou de terem sido rejeitados…)”, aponta o portal do Programa para a Prevenção e Eliminação da Exploração do Trabalho Infantil. O PIEF funciona em protocolo entre os ministérios da Educação e Segurança Social e do Trabalho.

 


Entries e comentários feeds.