Concurso Solar 2012 – 3ª Edição no Centro Ciência Viva de Bragança

Março 31, 2012 às 12:00 pm | Publicado em Divulgação | Deixe um comentário
Etiquetas: , , , , , , , , ,

Centro Ciência Viva de Bragança

O objectivo do Concurso Solar é abordar, de forma lúdica e didáctica, as tecnologias utilizadas na conversão das energias renováveis, em especial na conversão térmica e eléctrica da energia solar.

A construção de modelos didácticos, recorrendo à utilização de materiais e tecnologias conhecidas e de fácil acesso, permitirá, aos alunos, realizar experiências simples e estimulará o interesse pelas energias renováveis e pela eficiência energética. De igual modo, poderão ser mais facilmente apreendidos conceitos dos domínios da matemática, física, educação ambiental, educação tecnológica, entre outros.

Público-alvo: alunos do 2º e 3º CEB, Secundário e Profissional.

A final será em Junho 2012, dia a definir.

  • Escalão Carrinhos Fotovoltaicos

Público-alvo:

Classe A – Ensino Básico (2º e 3º Ciclos), Secundário e Profissional.

Actividade: Construção de carrinho fotovoltaico para participar numa competição em pista com

recurso a embalagens reutilizadas.

  • Escalão Fornos Solares:

Público-alvo:

    • Classe A – 2º e 3º Ciclos do       Ensino Básico.
    • Classe B – Ensinos Secundário       e Profissional.

Actividade: Construção de forno solar portátil que permita concentrar a energia do Sol para aquecer água e cozinhar uma maçã.

Inscrições até 30 de Abril de 2012 aqui.

Consulte aqui o regulamento do concurso.

Anúncios

Captured childhood : Introducing a new model to ensure the rights and liberty of refugee, asylum seeker and irregular migrant children affected by migration

Março 30, 2012 às 9:00 pm | Publicado em Relatório | Deixe um comentário
Etiquetas: , , , , , , , ,

The International Detention Coalition today, 21 March, 2012, launches its policy document “Captured Childhood” in Geneva at the 19th Session of the Human Rights Council. Over the past two years, the IDC has heard first-hand the stories of children and parents from all over the world who have experienced immigration detention. In total 70 children were interviewed and we also listened to the experiences of 16 parents of children who had been detained. Consistent with the Convention on the Rights of the Child, this policy document conveys the stories of children who have been in immigration detention.

Their experiences highlight the need for alternative approaches to managing the irregular migration of children.

The report also introduces a new model to ensure the rights and liberty of refugee, asylum seeker and irregular migrant children affected by immigration detention.

Read more about the report and IDC’s Child-Sensitive Community Assessment & Placement (CCAP) model

View or download the entire IDC Policy Document

Go to the main page about CCAP

Adoção: Um direito para algumas crianças – Crónica de Dulce Rocha na revista Visão

Março 30, 2012 às 1:00 pm | Publicado em A criança na comunicação social, Poesia | Deixe um comentário
Etiquetas: , , , ,

Crónica quinzenal da Drª Dulce Rocha, Vice-Presidente do Instituto de Apoio à Criança, na revista Visão de 29 de Março de 2012.

Em Portugal durante quase cem anos, o século de vigência do Código de Seabra, a adoção não era possível.

O Prémio Norte-Sul foi atribuído este ano a Souhayr Belhassen, uma jornalista tunisina, presidente da Federação Internacional dos Direitos Humanos. Tem um curso de estudos políticos, mas tem sido através do jornalismo que o seu ativismo se tem manifestado.

Dirigiu no seu País a Liga dos Direitos Humanos, e tem-se destacado particularmente na defesa dos direitos das mulheres, nos Países Árabes.

Na segunda-feira fui ouvi-la à tardinha, numa iniciativa da Universidade Católica e do Instituto de Estudos Políticos do Ministério dos Negócios Estrangeiros.

A determinada altura, falou de algumas contradições que por vezes acompanham os processos revolucionários e dos seus receios relativamente ao estatuto das mulheres na Tunísia, e referiu o aumento significativo do número de véus no pós Ben Ali.

Interpelada a concretizar os seus receios e inquietações, esclareceu que a votação significativa obtida pelo partido islamista poderia conduzir a uma redução de direitos já alcançados, visto que apesar de não democrático, o regime do ditador Ben Ali reconhecera direitos importantes às mulheres e às crianças e referiu que uma das primeiras leis revogadas pelo governo tinha sido a lei da adoção, o que considerava uma regressão, já que se tinha repristinado uma lei antiga sobre a “kafala”, que é semelhante ao nosso instituto da tutela.

Na verdade, em muitos países árabes vigora a Kafala, que permite às crianças cujos pais não estão em condições de os cuidar, serem acolhidos e criados por terceiros, mas que não lhes permite considerá-los filhos, pelo que não têm direito a herdar, nem a usar o nome da família que os acolhe.

Lembrei-me que também em Portugal durante quase cem anos, o século de vigência do Código de Seabra, não tivemos adoção e mesmo quando em 1966 o Código Civil reintroduziu a adoção, limitava-a às crianças órfãs ou filhas de pais incógnitos. O instituto da adoção como o conhecemos hoje, só depois do 25 de Abril, mais propriamente quando após a aprovação da Constituição em 2 de Abril de 1976, teve de se alterar profundamente o livro de Direito da Família.

As normas constitucionais que proclamavam o princípio da não discriminação, designadamente em razão da ascendência e do sexo, exigiam que o Código Civil consagrasse a igualdade entre os cônjuges e que se desenvolvesse a adoção, alargando-a às crianças abandonadas, maltratadas e abusadas, sempre que se entendesse que se configurava uma rutura dos laços afetivos próprios da filiação. Hoje, a adoção é um instituto constitucionalmente garantido e as normas vigentes aconselham celeridade na constituição desse vínculo jurídico quando se reconheçam reais vantagens para a criança, no seu superior interesse.

Uma verdadeira  revolução, que consiste afinal na possibilidade de dar a uma criança uma família onde possa crescer e ser amada como se filho fosse, num ambiente de afeto e felicidade.

A adoção continua a ser possível apenas para algumas crianças sem família, porque os direitos delas são sempre desvalorizados, mas lembrei-me neste fim de Março de homenagear aqueles que de Abril fizeram mais e melhores oportunidades para as nossas crianças.

Como dizia Jorge de Sena, temos de celebrar em cada dia “a honra de estarmos vivos”.

 

The Bully Project – Documentário sobre Bullying estreia dia 30 de Março nos EUA

Março 30, 2012 às 12:00 pm | Publicado em Site ou blogue recomendado, Vídeos | Deixe um comentário
Etiquetas: , , , , ,

The Bully Project

Exposição e Concurso Artístico “Hans Christian Andersen” na Amadora

Março 30, 2012 às 9:00 am | Publicado em Divulgação | Deixe um comentário
Etiquetas: , , ,

No próximo dia 31 de março, tem lugar a inauguração da Exposição Hans Christian Andersen na Casa Roque Gameiro (15.00h) e na Biblioteca Municipal Fernando Piteira Santos (16.30h).

Dias mais tarde – 2 de abril – a Exposição Hans Christian Andersen é inaugurada pelas 15.00h na Biblioteca Municipal Fernando Piteira Santos – Polo da Boba. Conta ainda com a “Hora do Conto” e o atelier “A Vestimenta Nova do Imperador”. No mesmo dia, mas às 16.00h, a exposição é inaugurada no Centro da Juventude Multigeracional da Amadora, seguida de um Momento de poesia pela AURPI da Brandoa.

A exposição, patente até 30 de junho em simultâneo naqueles espaços municipais, tem como fim prestar homenagem a este escritor dinamarquês, bem como divulgar e contribuir para o conhecimento da sua obra, em áreas tão diversas como a literatura, as artes plásticas, a cerâmica, a joalharia, a medalhística e o teatro.

No âmbito da Exposição, decorre de 31 de março a 22 de junho o Concurso Artístico Hans Christian Andersen, nas categorias de Artes Visuais e Textos Literários.

Destinado a pessoas de todas as idades, este concurso tem a cerimónia de entrega de prémios agendada para 30 de junho, às 16.00h, na Biblioteca Municipal Fernando Piteira Santos.

Mais informações Aqui

Meryl Streep admite ter sido vítima de “bullying” na escola

Março 30, 2012 às 6:00 am | Publicado em A criança na comunicação social | Deixe um comentário
Etiquetas: , , , , ,

Notícia do Diário de Notícias de 23 de Março de 2012.

Clicar na imagem

Newsletter n.º 51 do Portal da Criança

Março 29, 2012 às 9:00 pm | Publicado em Divulgação | Deixe um comentário
Etiquetas: ,

Artigos e notícias da Newsletter n.º 51 do Portal da Criança:

O comer, o prazer e o ter…?!!!

A criança e o uso de mochilas escolares

Roda Viva – Campos de Férias 2012

ATL Roda Viva 2012

Destacamos da nossa agenda …
Ateliês de Férias da Páscoa – Paço dos Duques – Guimarães

Cursinho da Páscoa – Museu de Alberto Sampaio – Guimarães

A Páscoa no Museu – Oficinas e visitas temáticas – Museu de Santa Maria de Lamas

Oficina de Páscoa – Biblioteca Municipal Olivais – Lisboa

Concurso de histórias, rimas e poesia – Museu do Brinquedo – Sintra

Ateliê Ovos e galinhas – Biblioteca Municipal do Seixal

O coelhinho de orelhas azuis

“Um Livro, Um Sorriso” – Campanha de recolha de livros para Timor

Oficinas Pedagógicas para Famílias

Março 29, 2012 às 4:20 pm | Publicado em Divulgação | Deixe um comentário
Etiquetas: , , , ,

Pato Lógico Edições

ines.felisberto@pato-logico.com
www.pato-logico.com
http://bloguedopato.blogs.sapo.pt/

Faleceu o Professor Doutor Jaime Salazar de Sousa

Março 29, 2012 às 2:45 pm | Publicado em Divulgação | Deixe um comentário
Etiquetas: , , , ,

Pediatra, excelente profissional e defensor incondicional dos Direitos da Criança em Portugal.

Membro do Sector da Humanização desde 1996, integrou o Conselho Consultivo deste sector, participando activamente em todas as acções.

Relembro o Professor Jaime Salazar de Sousa como um homem generoso que dedicou grande parte da sua vida à Criança e aos seus direitos. Persistente, discreto e de uma entrega total e desinteressada.

Professor, tenho saudades das nossas conversas!

Leonor Santos Coordenadora do Sector da Humanização dos Serviços de Atendimento à Criança do Instituto de Apoio à Criança

Solidariedade da PT leva livros ao Instituto de Apoio à Criança

Março 29, 2012 às 1:00 pm | Publicado em A criança na comunicação social, O IAC na comunicação social | Deixe um comentário
Etiquetas: , , , ,

Notícia do Jornal A Bola de 23 de Março de 2012.

António Azevedo/ASF

António Azevedo/ASF

Por Luís Filipe Simões

Manuela Eanes, presidente do Instituto de Apoio à Criança foi a primeira a chegar. Simpatia extrema, sorriso largo, boa disposição e energia. Tratou de preparar a chegada de Zeinal Bava, presidente executivo da Portugal Telecom, que foi a Chelas entregar à instituição centenas de livros infantis e juvenis, filmes pedagógico-educativos e jogos didáticos.

Os mais velhos olhavam, curiosos, para os rostos bem conhecidos. Os meninos brincavam, alegres, pouco impressionados com o aparato. Manuela Eanes fez questão de apresentar um a um todos os seus colaboradores a Zeinal Bava, que por alguns minutos despiu a capa de um dos mais reconhecidos CEO da Europa para espalhar simpatia, deixar palavras de incentivo aos que trabalham com os meninos desfavorecidos e deixar-se contagiar pela alegria de quem recebeu tão generosa oferta dos trabalhadores da Portugal Telecom.

Ontem, até foi dia em que a PT andou nas bocas do mundo por se ter noticiado que o ex-ministro da Finanças Teixeira dos Santos teria sido indicado pela Caixa Geral de Depósitos para administrador não executivo, mas Zeinal Bava não deixou de se deslocar a Chelas e dessa forma dar força a um gesto solidário de todos os seus colaboradores. E foi desse gesto que fez questão de falar, com Manuel Eanes ao lado.

«A Portugal Telecom tem como um dos principais objetivos o tema da sustentabilidade, na sua vertente económica, social e ambiental e estamos perante este projeto de grande mérito, que visa colmatar uma carência muito importante, principalmente entre as crianças de 12, 15, 16 anos. Temos apoiado, queremos continuar a apoiar e todo o mérito é dos trabalhadores da PT, que no seu coletivo conseguiram juntar 3800 livros e jogos que estamos a oferecer a esta instituição.»

E explicou mais: «Decidimos que este ano teríamos um calendário de apoio social e todos os meses a PT apoia uma instituição. Em janeiro foi o Instituto de Apoio à Criança, em fevereiro foram 4 Casas do Gaiato e assim sucessivamente e por isso todos os meses temos um desafio interno de apoio a uma instituição, o que mobiliza toda a nossa a empresa, somos 11 mil mno País. A recolha dos livros e dos jogos aconteceu em 13 locais e entregámos em sete localizações distintas da instituição, o que prova que a união faz a força e que acima de tudo a sustentabilidade faz parte do DNA da PT.»

Fica claro que para Zeinal Bava nem só os lucros interessam e por isso falta apenas explicar em detalhe que projeto é este que o levou ao Instituto de apoio à Criança. Pois bem, a iniciativa dos trabalhadores da PT foi apelidada de… «Ajude quem ajuda» e os números são impressionantes. Ao IAC chegaram 3770 donativos (2900 livros, 560 filmes DVD e 310 jogos), recolhidos em Lisboa, Porto, Coimbra, Aveiro, Évora, Beja, Faro, Funchal e Ponta Delgada.

Muito antes de serem recolhidos os donativos, os trabalhadores da PT fizeram uma votação para escolherem quais as instituições que seriam apoiadas. O mais votado foi precisamente o Instituto de Apoio à Criança que desde 1989 criou o «Projeto Rua», que intervém junto de crianças que vagueiam e dormem nas ruas, promovendo a sua reinserção social e familiar.

O primeiro passo foi o apoio ao IAC, mas a caminhada é longa e este ano há mais 11 instituições que serão apoiadas, uma por cada mês do ano. Ao IAC cegou material didático; na Casa do Gaiato foram entregues géneros alimentares em Setúbal, Tojal, Miranda do Corvo e Paço de Sousa. As instituições abrangidas pela solidariedade dos trabalhadores da PT são: Abrigo de Nossa Senhora de Fátima (Madeira), Aldeias SOS, Casa do Gaiato, Instituto Apoio à Criança, Refúgio Aboim Ascensão, Ajuda de Mãe, Caritas Diocesana, Comunidade Vida e Paz, Acreditar, ASCUDT (Associação Sociocultural dos Deficientes de Trás-os-Montes), Associação Seara de Trigo (S. Miguel – Açores) e CERCI (Cooperativa para a Educação e Reabilitação de Cidadãos Inadaptados).

Que melhor forma de ser solidário do que, como foi apelidada esta iniciativa… «Ajudar quem ajuda»!

Fotos de António Azevedo/ASF

Mais fotos Aqui

Página seguinte »


Entries e comentários feeds.